Royale With Cheese

 Royale With Cheese

 
 



sexta-feira, janeiro 31, 2014  

O LOBO DE WALL STREET:

Título: The Wolf Of Wall Street
Realizador: Martin Scorsese
Ano: 2013


Vemos O Lobo De Wall Street e percebemos que continua quase tudo na mesma no corpo de obra de Martin Scorsese, a saber: Leonardo DiCaprio continua a ser o seu novo actor fetiche, continua a filmar histórias de mafiosos (mafioso como em bandido vigarista e não como membro da Máfia) e mantém os temas do costume - violência, drogas... O que mudou então? Em O Lobo De Wall Street, Scorsese trocou os Rolling Stones do costume pelos bluesmen de Chicago.

O estilo continua igual - o ritmo mantém-se a cem à hora, se bem que aqui há mas drogas do que em qualquer filme anterior de Scorsese (e no Scarface também), os diálogos atropelam-se e a violência e os excessos fazem parte do pão nosso de cada dia -, mas a banda-sonora tem, pela primeira vez, algumas falhas. Uns Greenday ou uns Foo Fighters lá pelo meio soam demasido aleatórios, mesmo que haja a contrabalançar alguns momentos à Casino, em que há tanta música que é quase um teledisco (e isto é um elogio). E isso deixa-nos tristes.

Mas deixem-nos de música, mesmo que ela seja sempre um elemento importante nos filmes de Scorsese, e foquemo-nos na história: o relato verídico de Jordan Belfort (encarnado por Leonardo DiCaprio), o corrector da bolsa que dominou Wall Street no final dos anos 90, numa vida de esquemas e excessos. Devido à crise financeifa, é impossível não fazermos aqui uma comparação entre o ontem do filme e o hoje, mas há pouco de sátira em O Lobo De Wall Street.

O Lobo De Wall Street lembra Tudo Bons Rapazes, não tanto pela glorificação dos bandidos, mas pela estrutura e pelo ritmo infernal do filme. E, claro, com menos violência, mas com mais drogas. Como se Scorsese tivesse andado a ver Delírio Em Las Vegas. Há trips fodidas, orgias, lançamento de anões, coca snifada do cu de prostitutas e muitas mais maluquices, provando pela milésima vez que a realidade é sempre mais estranha que a ficção.

No entanto, se tirarmos todo esse deboche, chegamos à conclusão que o que fica é um biopic pálido, à sombra do que Scorsese já fez de melhor. E isso é mau? Não, obviamente que não. Até porque tem 10 minutos geniais de Matthew McConaughey, um Jonah Hill transformado em actor sério(!), ele mesmo, que ainda há pouco tempo andava obcecado em desenhar pilas e uma tal de Margot *suspiro* Robbie. Ai, a Margot Robbie... Não faz esquecer Casino ou Tudo Bons Rapazes, mas O Lobo De Wall Street entretem igualmente ao nível de um McRoyal Deluxe.

Posted by: dermot @ 3:30 da manhã
|  




quarta-feira, janeiro 29, 2014  

A PROPÓSITO DE LLEWYN DAVIS:

Título: Inside Llewyn Davis
Realizador: Joel & Ethan Coen
Ano: 2013


A última vez que os irmãos Coen tinham andado a brincar com a música, a coisa resultou num dos seus melhores filmes: Onde Estás, Irmão, uma versão da Odisseia nos anos da Grande Depressão, no sul rural dos Estados Unidos. Apesar de haver um gato chamado Ulisses, este A Propósito De Llewyn Davis não tem tanto a ver com o épico de Homero, mas a relação com a música é ainda mais forte.

A Propósito De Llewyn Davis ambienta-se então nos anos pré-explosão folk (ou seja, mesmo antes de Bob Dylan aparecer), no Greenwich Village de Nova Iorque. Inspirado livremente na vida de Dave Van Ronk, um dos muitos nomes subvalorizados desta onda, o filme segue a vida de Llewyn Davis (Oscar Isaac), um loser à medida dos Coen mas com pouco dos idiotas dos últimos trabalhos dos irmãos (alguém mencionou Destruir Depois De Ler ou Crueldade Intolerável?) - músico folk à procura do seu lugar ao sol que, apesar de não ter onde cair morto (vive pelos sofás dos amigos), mantém-se integro quanto aos seus ideais artísticos, não atraiçoando a sua música por valores comerciais.

Os problemas atraem problemas e, para Llewyn Davis, isso é uma máxima que cola bem a si. Seja a nivel profissional, em que a sua carreira artística parece não descolar, ou seja a nível pessoal, com umas relações familiares e sentimentais complicadas (complicado é favor, claro). Tudo isto faz com que, por vezes, seja mal-entendido ou reaja de forma extemporânea, cansado de tanta injustiça. Isto dá ao filme um ar melancólico, apesar de que a aparição tardia de Bob Dylan possa significar uma luz ao fundo do túnel.

A Propósito De Llewyn Davis não é uma epopeia à la Onde Estás, Irmão, mas antes uma espécie de agregado de episódios da vida e obra de Llewyn Davis. Não que isso seja necessariamente mau, já que os Coen atingem o seu objectivo. Além disso, ajuda o facto de A Propósito De Llewyn Davis ter uma das melhores bandas-sonoras que têm aparecido ultimamente por aí, assente na folk de Van Ronk e Bob Dylan, claro, mas também nos temas interpretados pelo próprio Oscar Isaac ou Justin Timberlake (não nos cansamos de nos admirar por ele saber mesmo representar). Não é um dos melhores Coen, é certo, mas é um dos seus deliciosos McRoyales Deluxes.

Posted by: dermot @ 5:12 da manhã
|  




segunda-feira, janeiro 27, 2014  

VÉNUS DE VISON:

Título: La Vénus À La Fourrure
Realizador: Roman Polanski
Ano: 2013


Roman Polanski já não vai para novo (são já 80 anos) e, talvez por isso, já não esteja para se cansar muito. Isso não quer dizer que esteja mais irrelevante. Tanto O Deus Da Carnificina como este Vénus De Vison são mais (muito mais) do que pequenos filmes com poucos actores e num só cenário, como se fossem simplesmente teatro filmado. Até porque a obra de Polanski nunca se esgotou na imagem, continuando nas entrelinhas do que mostra e diz.

Vénus De Vison é a história de um encenador, Thomas (Mathieu Amalric, que só agora percebi ser terrivelmente parecido ao próprio Polanski, fisicamente falando), que está a fazer audições para a protagonista da sua adaptação de La Vénus À La Fourrure, de Sacher-Masoch. Frustrado pela falta de candidatas de jeito, Thomas vê entrar na sala de teatro uma tardia loira com belos atributos, Vanda (Emmanuelle Seigner), que não só é uma assombração, como é uma femme fatale manipuladora e aterradoramente... fatal(!).

A primeira fase de Vénus De Vison é aquela em que Thomas passa do cepticismo inicial perante aquela aspirante a actriz (duvidosamente vestida de dominatrix e, aparentemente, com pouco conhecimento de causa sobre o que quer que seja) para a total obsessão. Nesta metamorfose, Sacher-Masoch vai sendo dissecado e analisado, numa espécie de ficção meets realidade. Este é um jogo de espelhos montado habilmente por Polanski, que faz a ponte com a segunda parte, em que Vénus De Vison deixa cair as máscaras e se transforma no mais polanskiano filme de Polanski dos últimos ano. Aquele em que lembra O Inquilino (e Amalric de baton e saltos altos lembra aterradoramente Polanski, já vos tinha dito?) e a sua trilogia dos apartamentos, onde o doppelganger era temática recorrentemente.

Aliás, Vénus De Vison é uma espécie de O Inquilino meets Lua De Mel, Lua De Fel, ou seja, um jogo de máscaras sobre as relações humanas, sobre o amor, sobre a dominação e a obsessão. Tudo temas caros à obra do mestre polaco, claro. Além disso, é um filme de actores e aqui são os dois geniais. Especialmente Seigner, que demonstra por a + b não ter sido um erro de casting: apesar da idade está aí para as curvas e derrama sedução em todas as cenas. Um must à vista. E Vénus De Vison é um McBacon ao nosso paladar.

Posted by: dermot @ 2:10 da manhã
|  




sexta-feira, janeiro 24, 2014  

GOLPADA AMERICANA:

Título: American Hustle
Realizador: David O. Russell
Ano: 2013


E assim, meio despercebido, David O. Russell tornou-se no grande aspirante a novo realizador do cinema clássico norte-americano, deixando a concorrência para trás a comer-lhe o pó (alguém mencionou James Gray?). Pelo terceiro ano consecutivo que Russell aparece na corrida aos Oscares, tendo inclusive arrecadado nomeações para as quatro categorias principais nos últimos dois. Golpada Americana é, portanto, o capítulo mais recente desta história de sucesso, que eu, por exemplo, ainda não percebi muito bem como aconteceu.

Baseado livremente em factos reais, Golpada Americana é a história de dois vigaristas (Christian Bale e Amy Adams), que se vêem forçados a colaborar com a polícia numa operação para apanhar uns peixes graúdos nas malhas da corrupção, entre eles o mayor de Nova Jersei (Jeremy Renner). Para isso, embarcam num esquema de denúncias, infomação e contra-informação, que vai dar muitas cambalhotas até ao desfecho final.

Não deixa de ser curioso que David O. Russell esteja a competir para o Oscar de melhor realizador ao lado de Martin Scorsese com um filme altamente scorsesiano (já podemos usar este adjectivo?). Golpada Americana lembra os filmes mafiosos deste, com o seu ritmo cocaínado, violência e uma estilização cool. E até tem o Robert de Niro a fazer de mafioso mor.

Ambientado no final dos anos 70, Golpada Americana arranca uma reconstituição de época sopimpa, se bem que às vezes parece não pertencer ao mesmo filme. A cena em que Bradley Cooper se arma em John Travolta, na Febre De Sábado À Noite, ao som da Donna Summer, cai totalmente do céu por não ter unhas, por exemplo. É esse o problema do filme: por vezes parece que se esforça demasiado em ser diversas coisas ao mesmo tempo, desleixando o que é mais importante - a história e as personagens.

Mesmo assim, Golpada Americana safa-se sempre por cima, porque tem um elenco refinado. Tem (mais um)a transformação de Christian Bale, desta vez em gordo-marreco-careca (de Batman a fatman...), um Bradley Cooper de quem eu não gosto particularmente mas que é das melhores coisas do filme, a Jennifer Lawrence que fica bem em todo o lado (aqui em casa também não ficava mal) e uma Amy Adams que continua a não justificar tanta nomeação. São eles que fazem de Golpada Americana um filme bem melhor (a anos luz) de Guia Para Um Final Feliz, por exemplo, até porque é essencialmente um filme de diálogos e actores, mas isso não significa que valha mais que o McBacon.

Posted by: dermot @ 2:51 da manhã
|  




quarta-feira, janeiro 22, 2014  

O ATAQUE DO TUBARÃO DE DUAS CABEÇAS:

Titulo: 2-Headed Shark Attack
Realizador: Cristopher Ray
Ano: 2012


Anda para aí um fascínio qualquer por tubarões que me tem passado ao lado, mas que o cinema xunga tem sabido capitalizar a seu favor. Basta ver a quantidade de palermices com tubarões que por aí andam (tubarões fantasmas, tubarões gigantes, tubarões em tornados...). O Ataque Do Tubarão De Duas Cabeças podia ser apenas mais um episódio nesta sequência de maus filmes, a maioria deles saídos da mente demente da Asylum (produtora série z especialista nisto), mas o facto de ter a Carmen Electra e a Brooke Hogan dá-lhe os 15 minutos de fama necessários para aparecer aqui neste imodesto tasco cinematográfico. E a conclusão que se tira de O Ataque Do Tubarão De Duas Cabeças é que Carmen Electra está a envelhecer bem melhor que Brooke Hogan.

Qual é então o argumento de O Ataque Do Tubarão De Duas Cabeças? Quem raio sabe? Há um grupo de alunos universitários, todos com mais idade do que deviam parecer e as mamas grandes, que vai num iate para fazer qualquer coisa relacionada com a escola e que acabam encalhados num atol, que está a afundar(!). Ao mesmo tempo há um tubarão com duas cabeças e, consequentemente, com o o dobro do apetite, o dobro da velocidade e o dobro do perigo, mas que se aproxima deles sem ninguém dar por nada e consegue ir mata-los mesmo quando estão com água pelo joelho (e, mesmo assim, ninguém o vê).

Há então dois pretextos para O Ataque Do Tubarão De Duas Cabeças existir. O primeiro são as gajas. Andam todas de bikini durante o filme (bikinexploitation é um subgénero?) e, sejamos sinceros, podíamos olhar para a Carmen Electra de bikini o dia inteiro. Já a Brooke Hogan está meio acabada aqui. Depois o segundo pretexto é o tubarão e a matança do porco, mas tendo em conta que essas cenas são um ataque epiléptico entre um CGI manhoso (já vi 8-bits mais realistas) e um boneco de borracha mau demais para ser verdade, quer-me parecer que isso não é relevante.

Tudo o resto é ainda mais pateta, com diálogos de teatrinho de escola, interpretações ao nível da indústria porno e valores de produção nulos. O que estávamos à espera de O Ataque Do Tubarão De Duas Cabeças afinal? Sinceramente não muito, mas os Pães com Manteiga deixam-me sempre triste pelo tempo perdido que nunca mais hei-de recuperar.

Posted by: dermot @ 5:59 da manhã
|  




segunda-feira, janeiro 20, 2014  

A BAND CALLED DEATH:

Título: A Band Called Death
Realizador: Cristopher Covino
Ano: 2012


Esta banda já era punk antes do punk ser punk.
Foi com este título que Mike Rubin abriu o artigo sobre os Death, no New York Times, em 2009, e que deu a conhecer a história desta banda ao mundo em geral. Até aí, eram apenas uma curiosidade de coleccionadores de discos refundidos e o passado enterrado de músicos pouco conhecidos que hoje em dia andam a tocar reggae.

Vamos então por partes e comecemos pelo mais importante: os Death.
Os Death foram um trio de garage-rock de Detroit, que em 1974 gravaram um single de sete polegadas com o tema Politicians in my eyes. Obviamente que nunca passaram da cepa torta, mas até há bem poucos anos esse disco era apenas uma peça rara na colecção de viciados em vinil. Depois, alguém começou a divulgar a coisa na net, os filhos dos dois músicos sobreviventes descobriram que aquilo eram os seus pais e foram desenterrar a coisa ao sótão. Hoje em dia, os Death estão de volta ao activo, o seu disco de estreia foi finalmente editado pela Drag City e A Band Called Death é um documentário montado para contar a história toda.

Nos últimos anos, têm surgido vários documentários musicais como este, que desenterram bandas esquecidas pelo tempo, mas que a globalização e o consumo maciço de informação tem permitido repor justiça. O mais conhecido terá sido, claro, À Procura De Sugar Man, mas houve também aquele épico chamado Anvil: The Story Of Anvil. A Band Called Death é mais um título para colocar nesta lista, em mais uma história bigger than life que prova pela milésima vez que a realidade é sempre mais estranha que a ficção.

O problema entre A Band Called Death e os outros dois títulos, por exemplo, é que este tem pouco cinema lá dentro, tendo alguma dificuldade em arrumar toda a informação que quer passar. Por um lado tem a história dos Death, uma banda de três irmãos de sangue, cujo membro mais sonhador e batalhador não sobreviveu o suficiente para ver o sonho tornar-se realidade; e por outro temos a faceta musical, em que em 1974 - três anos antes da explosão do punk - uma banda de pretos de Detroit (cidade onde os pretos tocavam soul) grava um disco punk. Claro que esta história é muito redutora (se queremos ser mais factuais teremos que recuar ainda mais, ao Peru, e ouvir nos Los Saicos as sementes do punk), mas serve para o efeito. Só é pena é que o documentário mantenha estas duas facetas distintas e não as consiga cruzar no mesmo documentário.

Seja como for, A Band Called Death é uma história inspiracional e hora e meia de grande música. Os Death eram mesmo uma bela banda de garage-rock (olá Dirtbombs, olá Gories, olá Mick Collins) e o disco que agora podemos comprar vale bem a pena ter em casa, para colocar entre o dos Stooges e dos Ramones. E o DVD com o documentário também não faz nada má figura na nossa colecção, ao lado de um McBacon acabadinho de vir do restaurante.

Posted by: dermot @ 1:32 da tarde
|  




sexta-feira, janeiro 17, 2014  

PARA ROMA COM AMOR:

Título: To Rome With Love
Realizador: Woody Allen
Ano: 2012


Desde que assumiu a profissão de promotor turístico, Woody Allen já andou a vender Londres, Barcelona e Paris. Até que chegou a vez da capital italiana (enquanto o Paulo Portas não o convencer a vir a Lisboa de vez), com este Para Roma Com Amor. E Allen aproveitou a chance para prestar homenagem a um dos seus grandes (o maior?) heróis: Federico Fellini.

As referencias ao autor de 8 1/2 surgem logo a abrir. Um plano das ruas de Roma e um polícia-sinaleiro que se dirige directamente ao espectador. Serve o seu curto monólogo para explicar que toda a gente tem uma história em Roma. Algo que já tínhamos ouvido de forma mais ou menos parecida, precisamente em Roma, durante uma visita a uma escavação arqueológica no subsolo da cidade: em Roma tudo tem uma história.

Para Roma Com Amor é então um filme coral, onde são contadas várias histórias em paralelo, sem nunca se cruzarem. A principal será, quiçá, a de Jesse Eisenberg, que se apaixona pela melhor amiga (Ellen Page) da namorada e que é aconselhado por Alec Baldwin em versão oráculo. A mais dispensável é, por sua vez, a que envolve Alessandro Tiberi, que tem que pedir a uma prostituta (Penélope Cruz) para fazer de sua mulher, enquanto a verdadeira anda perdida (literalmente nas ruas romanas e por amores por um actor famoso). Uma espécie de comédia à italiana ligeira ligeirinha.

Mas a mais interessante é mesmo a de Roberto Benigni, uma piada absurda - e quase kafkiana - sobre um tipo ordinário que, ao acordar de manhã, descobre que se tornou famoso. E na rua é constantemente engolido por hordas de paparazzis - os mesmos cunhados por Fellini (outra vez!) em A Doce Vida - a tentarem arrancar a mais trivial das trivialidades, numa metáfora sobre a fama e a privacidade. E com Benigni a fazer de si próprio, no meio de todo aquele caos... felliniano(!).

E por falar em fazer de si próprio, Woody Allen também dá um ar da sua graça, enquanto agente musical pouco ortodoxo, numa história que também tem uma certa graça, mas que tem mais ar ainda de piada. Isso não o impede de projectar o seu alter-ego sob a personagem de Hesse Eisenberg, opção que toma recorrentemente e que alguns actores adoptam melhor e outros piores. Eisenberg pertence ao clube dos segundos.

As histórias são então independentes entre si e podem ser vistas quase isoladamente. Apesar de captar alguns tiques romanos, Para Roma Com Amor é, contudo, mais uma homenagem a Fellini. É um dos mais fracos filmes de Allen, não por ser mau, mas por nunca deixar de se assemelhar a uma encomenda feita por obrigação. Não estamos habituados a ver na mesma frase as palavras Woody Allen e Double Cheeseburger.

Posted by: dermot @ 1:10 da tarde
|  




quarta-feira, janeiro 15, 2014  

TAKEN - A VINGANÇA:

Título: Taken 2
Realizador: Olivier Megaton
Ano: 2012


Normalmente nunca ninguém se lembra dos capangas que morrem aos mil nos filmes de acção. Ninguém pensa nas suas famílias e nos entes queridos que deixam ao deus dará. Quando a Estrela da Morte explodiu, todos nós aplaudimos a conquista do bem sobre o mal, mas poucos pensaram nos milhares de órfãos e viúvas que ficaram com a morte daqueles troopers todos que estavam lá dentro.

É assim invariavelmente em todos os filmes de acção. Em todos? Em todos menos um! Taken - A Vingança é o filme que presta homenagem a todos os maus que caiem aos pés dos heróis de serviço, para que o bem vença sempre sobre o mal. Depois de Liam Neeson ter despachado uma série de albaneses sem dó nem piedade, em Busca Implacável, Taken - A Vingança dá voz aos familiares dessas vítimas, que juram vingança. E enquanto o sangue de Neeson não sujar o chão da sua Albânia natal eles não vão descansar.

Para isso engendram um plano miraculoso, que envolve raptar toda a sua família na Turquia, já que esta faz fronteira com a Albânia (sic). No entanto, como aprendemos em Busca Implacável, metermo-nos com Neeson é um big mistake. Ele, que já fora um Jedi, treinou o Batman, foi o rei de Nárnia ou o líder dos Soldados Da Fortuna, tornou-se em uber action hero na prequela deste Taken - A Vingança, num inesperado sucesso de bilheteira, que o oportunista Luc Besson tentou agora capitalizar, mudando o cenário europeu, mas mantendo os estereótipos todos (incluindo mulheres de burka na Turquia(sic)).

O problema das sequelas é que têm sempre um plano de encargos difícil de fazer cumprir as expectativas. No entanto, Taken - A Vingança parece nem sequer olhar para ele. Primeiro, porque é tudo super-rápido: tudo acontece numa sucessão de coincidências e deduções instantâneas que nos deixam enjoados, como numa viagem a alta velocidade. E depois porque nada faz propriamente sentido. Digamos, à laia de exemplo, que há uma personagem que anda por Istanbul a fora a atirar granadas para fazer barulho e ninguém acha estranho. Granadas a sério. Daquelas que explodem, destroem coisas e matam pessoas. Por Istanbul a fora!

Há ainda uma diferença abismal entre ser um badass filho-da-mãe e ser um super-herói demasiado super. Se no primeiro filme Liam Neeson tinha surpreendido por não estarmos à espera de o vermos a despachar toda a gente com as mãos, com requintes de malvadez, aqui surpreende como ele se torna numa espécie de super-homem, daqueles que desfaz batalhões inteiros só com um clip e um cotonete. Tudo demasiado super para ter o mínimo de credibilidade. Infelizmente, Taken - A Vingança passa a alta velocidade pelo filme de acção e pelo série b, espatando-se com aparato no pior da série z. Pouco se aproveita nesta acidente de viação. Se juntarmos os cacos, talvez dá para mandarmos vir um Double Cheeseburger.

Posted by: dermot @ 3:09 da manhã
|  




segunda-feira, janeiro 13, 2014  

PROFESSORA BALDAS:

Título: Bad Teacher
Realizador: Jake Kasdan
Ano: 2011


Tenho um fascínio qualquer pela Cameron Diaz difícil de explicar. Quando vi Doidos Por Mary também fiquei caidinho por ela e, mesmo que ela já esteja velha de mais para andar em trajes provocadores, continuo atraído para os seus filmes como moscas e aquela luz azul dos cafés. Inclusive filmes badalhocos como este Professora Baldas, que tem merda escrito por todo o lado. Como num desastre de viação, não resisto a abrandar e dar-lhe uma vista de olhos.

Professora Baldas é o filme que Cameron Diaz devia ter feito para aí há uns dez anos atrás, quando estava na flor da idade. É o filme em que faz de uma professora caçadora de fortunas, em busca de um tipo rico que lhe dê uma vida descansada e preguiçosa. Enquanto não o acha, tem que se contentar a dar aulas. Ou a fingir que o faz, já que passa a maior parte do tempo a passar filmes, enquanto está de ressaca e diz aos miúdos umas verdades inconvenientes.

Não é a primeira vez que vemos professores destes, mas, por exemplo, Ryan Gosling conseguiu ser mais rebelde num filme dramático como Half Nelson - Encurralados, do que Cameron Diaz nesta comédia (aparentemente) desbragada. Há umas referências a álcool e um par de charros fumados, é certo, mas sempre de forma muito tímida. Assim como as referências sexuais (se bem que a sequência em que lava carros, enfiada nuns daisy-duke-shorts, não é nada de se deitar fora), tudo muito pensado para não ferir susceptibilidades.

Sem percebermos muito bem aonde é que Professora Baldas quer chegar, o filme dá meia volta a meio e, de repente, descobrimos que Cameron Diaz, afinal, sabe mesmo ser professora, quando começa a ensinar os seus alunos a passarem no exame final. Parece que entramos noutro filme, mas a coisa é só aparente, porque entretanto volta-se ao mesmo relantim de piadas sem graça, onde todo o moralismo vai pela pia abaixo (assim como a dignidade dos actores envolvidos).

Até ao final, Professora Baldas arrasta-se penosamente, dando ainda tempo de antena a Justin Timberlake e Lucy Punch (esta última é o melhor do filme), enquanto que Jason Segel também parece que anda por lá. Mesmo assim, há coisas bem piores que isto. Professora Baldas é apenas esquecível e anónimo, ao nível de um Cheeseburger mirradinho e sensaborão.

Posted by: dermot @ 5:05 da manhã
|  




sexta-feira, janeiro 10, 2014  

BALA CERTEIRA:

Título: Bullet To The Head
Realizador: Walter Hill
Ano: 2012


Neste tempo de regresso dos grandes heróis de acção dos anos 80, Sylvester Stallone é aquele que parece estar a saber lidar melhor com o seu envelhecimento. Basta comparar o regressado Arnold Schwarzenneger, na múmia raquítica que foi O Último Desafio, com o último Rocky ou mesmo a série Os Mercenários. Por isso, este encontro entre Sly e um dos últimos grandes realizadores de filmes de acção, Walter Hill, tinha tudo para dar certo. Ao menos trazia água na boca...

Walter Hill sempre fez grandes filmes, mas filmou pouco. O seu último título já tinha 10 anos (olá Só Um Será Vencedor) e o seu último filme digno de registo mais de 15 (olá O Último A Cair). Por isso, este seu regresso merecia outra dignidade e um bocadinho mais de valores de produção. Se bem que, provando que sabe filmar como poucos, Hill sabe capitalizar o digital a seu favor, numa estética urbana muito Michael Mann e uma vertigem visual próxima do Soderbergh de Uma Traição Fatal (óptimo filme, por sinal).

Bala Certeira é o típico buddy movie dos anos 80 actualizado para os dias de hoje (em que Hill teve um dos seus melhores trabalhos, 48 Horas), em que um assassino a soldo (Sylvester Stallone) e um polícia fora do seu habitat natural (Sung Kang) unem esforços para apanhar o mauzão do pedaço. É também o filme em que Christian Slater volta a dar um arzinho da sua graça, mas isso era dispensável. Bem mais interessante é Sarah Shahi, principalmente porque teima em aparecer vezes demais sem roupa.

Sem grandes espaços para fogos-de-artifício, Bala Certeira é um thriller policial straight-to-the-point, sangrento qb (com o sangue adicionado digitalmente, como as explosões de flores de Takeshi Kitano, quase amoral mesmo. O que fica sempre bem num filme xunga como este. Além disso, Jason Momoa é um bom vilão, principalmente porque tudo acaba num combate mano-a-mano que faz lembrar outra pérola da xungaria de acção: Comando. Houvesse uma trama com mais pés e cabeça e Bala Certeira teria mais sabor que o simples McChicken.

Posted by: dermot @ 5:00 da manhã
|  




quarta-feira, janeiro 08, 2014  

BATALHA DO PACÍFICO:

Título: Pacific Rim
Realizador: Guillermo Del Toro
Ano: 2013


Se estivesse no café e o Guillermo Del Toro chegasse, se sentasse na minha mesa e me dissesse que precisava de dinheiro para fazer um filme com monstros tipo Godzilla a combaterem robots gigantes, eu imediatamente lhe dava tudo o que tinha nos bolsos e saía a correr para ir roubar um banco. Basicamente, foi isso que me aconteceu quando vi o trailer do Kung Fury. E, de certeza absoluta, que foi o que aconteceu com os produtores de Batalha Do Pacífico.

Del Toro trocou a oportunidade de fazer O Hobbit e ficar ainda mais rico pela chance de realizar isto. E quem é que é capaz de o censurar? Batalha Do Pacífico é o sonho molhado de qualquer cinéfilo geek, que goste dos filmes japoneses do Godzilla (e afilhados com monstros gigantes de borracha), dos Transformers, da ficção-científica de segunda categoria. de um bom filme catástrofe e, claro, de xungaria da grossa. Para estes, Batalha Do Pacífico não desilude nem um bocadinho e cumpre à risca cada promessa.

Batalha Do Pacífico é então a história de um futuro hipotético em que uma brecha no oceano Pacífico começa a cuspir cá para fora kaijus, ou seja, monstros gigantes destruidores tipo Godzilla. Para os controlar, o mundo une-se e cria um exército de robots gigantes - os jaegers (não confundir com o vocalista dos Rolling Stones) -, comandados por dois pilotos cada em ligação neurológica entre si. Claro que, com a dimensão da coisa, aquilo torna-se num espectáculo de entretenimento. Até que os monstros começam a ficar mais fortes, os jaegers a serem derrotados e o mundo prepara uma ofensiva derradeira contra a brecha.

Batalha Do Pacífico é então o cruzamento entre O Monstro Do Oceano Pacífico e Os Transformers, em que estes são uma versão mais avançada de Puro Aço. A mim irrita-me apenas a ficção-científica a mais - a parte das conecções neurológicas, a fenda ser uma abertura para outra dimensão e os monstros não serem afinal apenas monstros (atenção ao twist)... -, mas a coisa serve para dar cobertura a um futuro hipotético em que robots e monstros gigantes se degladiam entre si. E para mim isso chega.

Guillermo Del Toro diverte-se à brava com isto e o facto de ter um orçamento gigante permite desfrutar ao máximo de Batalha Do Pacífico. Enquanto filme catástrofe é capaz de ser o mais destrutivo de sempre, criando criaturas e robots a bel-prazer (se bem que nenhum é tão cool quanto o de Missão De Código: Cloverfield). Tem ainda espaço e tempo para montar romances, histórias de emancipação pessoal e patriotismo brega, que faz lembrar Dia Da Independência e Armaggedon ao mesmo tempo (e isto é um elogio). E tem ainda espaço para o humor, se bem que não era necessário três actores para o comic relief (se bem que o Ron Perlman fica sempre bem em qualquer filme). Batalha Do Pacífico é um blockbuster desmiolado, mas com tudo no sítio (e, finalmente, cenas de porrada à grande em que se percebe realmente o que se passa) para se ver com o cérebro desligado, balde cheio de pipocas e os níveis de entretenimento ao máximo. Este McBacon não desilude.

Posted by: dermot @ 5:58 da manhã
|  




segunda-feira, janeiro 06, 2014  

O DESCONHECIDO DO LAGO:

Título: L'Inconnu Du Lac
Realizador: Alain Guiraudie
Ano: 2013


O Desconhecido Do Lago é de um minimalismno claustrofóbico. Há um local e, nos próximos dez dias, dele não se sai durante todo o filme - um lago circundado por um bosque, onde gays vão dar umas quecas anónimas com os tipos que engatam enquanto dão uma banhoca.

Também não há muitas personagens. Franck (Pierre Deladonchamps) é o protagonista, ele que frequenta o lago há pouco tempo, quando assiste, por acaso, a um assassínio. Por acaso, élogo por esse tipo com bigode à tom Selleck por quem se apaixona, numa espécie de apetite pela destruição. Há depois um tipo mais velho que vai assistindo a tudo, de uma certa distância, e a figura do inspector da polícia, personagem absurda e que parece ter saído de outro filme, que surge quando menos se espera por entre as árvores e desata a fazer perguntas, como se fosse mais um mirone que está ali só para espreitar as quecas alheias. É uma espécie de universo hermético, o de O Desconhecido Do Lago, onde a passagem do tempo é-nos dada pelo plano do parque de estacionamento, que serve para percebemos quem está no lago ou não, pelos carros estacionados.

É também um filme onde a repetição é uma ferramenta importante. Apesar do registo minimal, O Desconhecido Do Lago prende-nos com aquele crime e romance perigoso, que se desenrola entre os dois homens como um jogo entre a razão e a paixão. O problema é que, com a mesma facilidade com que nos prende, também nos afasta, na quantidade de sexo explícito e aleatório que apresenta. O realizador, Alain Guiraudie, quis evitar o rótulo de filme gay, voyeurista ou sensacionalista, procurando dessacralizar o sexo com uma sobrexposição naturalista. No entanto, eu,com a minha aversão a sexo explícito no cinema, acho tudo de mais e que teve o efeito inverso. E, portanto, o Double Cheeseburger é uma espécie de compromisso entre o melhor e o pior do filme.

Posted by: dermot @ 6:21 da manhã
|  




sexta-feira, janeiro 03, 2014  

DENTRO DA CABEÇA DE CHARLES SWAN III:

Título: A Glimpse Inside The Mind Of Charles Swan III
Realizador: Roman Coppola
Ano: 2013


Charlie Sheen já nem precisa de se esforçar. Criou uma espécie de persona que habita as páginas da imprensa cor-de-rosa e limita-se a ir gerindo-a e alimentando-a, seja no alter-ego televisivo Dois Homens E Meio, seja nas caricaturas que vai fazendo de quando em vez (olá Machete 2). Roman Coppola aproveitou este combustível e juntou-lhe mais um bocadinho de lenha para a coisa arder ainda mais, neste curto filme.

Dentro Da Cabeça De Charles Swan III é então, como o título indica, um relampejo pela vida (e morte) de Charles Swan, um outro alter-ego do próprio Charlie Sheen: um tipo famoso (neste caso designer gráfico conceituado), com uma predisposição natural para o sexo feminino, que cai numa crise de meia-idade depois da namorada o deixar. Com a ajuda do seu melhor amigo, o comediante Kirby (Jason Schwatrzman), Charles vai embarcar numa viagem, tanto física como emocional, que serve para pôr as ideias em ordem.

O filme arranca com Charlie Sheen em diálogo com uma voz-off ausente, olhando para a câmara como se falasse connosco, numa espécie de momento de meta-cinema que é invadido por um imaginário pop-kitsch meio Andy Warhol meio retro. Parece uma espécie de nouvelle vague pós-modernista, mas só voltamos a pensar nisso quando os créditos finais são substituídos pelos próprios intervenientes a apresentarem-se (lembram-se do início de O Desprezo, de Godard?). Dentro Da Cabeça De Charles Swan III é muito mais próximo do imaginário de Wes Anderson, com as suas personagens absurdas e um registo mais seco que Beja em Agosto - até porque Roman Coppola faz parte do corpo de obra de Anderson, assim como Schwartzman ou Bill Murray, que também anda por aqui.

A outra influência de Dentro Da Cabeça De Charles Swan III é Spike Jonze pela forma como mistura realidade e onorismo. Ao mostrar o que vai na mente de Charlie, em momentos tão fantasiosos quanto episódios de westerns cheios de índias giras, Coppola vai desmontando a sua crise existencial em dois níveis - físico e psicológico - que se cruzam e geram unidade. Dentro Da Cabeça De Charles Swan III é um filme muito curto, que apesar de ter sido arrasado pela crítica, não é tão mau quanto o pintam. É certo que necessita de fazer um clique com o espectador para fazer sentido, mas é uma espécie de obra incompreendida, a quem acredito que o tempo dará razão. E só a possibilidade de ver Charlie Sheen e Katheryn Winnick a cantarem Águas De Março - no final desta prosa, cortesia do maravilhoso mundo do youtube - é completamente priceless e vale cada dentada do McBacon.

Posted by: dermot @ 8:45 da manhã
|  




quarta-feira, janeiro 01, 2014  

VIAGEM DE FINALISTAS:

Título: Spring Breakers
Realizador: Harmony Korine
Ano: 2012


Durante muito tempo procurei sempre manter alguma distância para com Harmony Korine. Miúdos é um dos meus ódios de estimação (o Larry Clark é outro) e, sendo o argumentista do filme, tentava não lhe tocar nem com um pau de cinco metros. No entanto, certo dia, vi Gummo e, de repente, tudo passou a fazer mais sentido na minha vida. E Harmony Korine passou a ser um tipo respeitável aqui neste imodesto antro cinematográfico.

Para quem conhece Korine apenas de Miúdos, então este novo Viagem De Finalistas é o filme ideal, já que fecha um círculo sobre o alheamento da juventude. E se o filme de Larry Clark era um produto dos anos 90, Viagem De Finalistas é claramente um produto desta era, onde a informação é absorvida de forma maciça sem filtros, a fama é efémera e ao alcance de todos e o consumismo é uma religião que não poupa nada nem ninguém. E, perante isto, o teenage angst é reprimido e esmagado sob uma capa de conformismo rancoroso, desencantado e amoral.

Viagem De Finalistas é a história de um quarteto de amigas adolescentes, que planeiam uma viagem de finalistas onde procuram fugir das suas vidas insignificantes no lugarejo onde vivem. Como não têm dinheiro, assaltam uma churrascaria e põem-se a caminho. E, como os cães que provam sangue, as quatro amigas ficam com o sabor do perigo na boca, um apetite pela destruição que as vai aproximar de um dealer marado (um irreconhecível James Franco) e da sua vida de gangster.

Korine começa a sua subversão deste teen movie logo na altura do casting. Ao escolher miúdas da Disney e a coloca-las todo o filme em trajes menores e em atitudes insinuantes - é quase um biquinixploitation -, Korine hipersexualiza estas ex-estrelas juvenis (com Selena Gomez à cabeça), fazendo por elas o que a Miley Cyrus anda a tentar fazer sozinha e sem sucesso. Depois desfila um leque de imagens sensacionalistas e hedonistas, que no fundo não é mais do que a cultura de massas oferece hoje em dia: dos palavrões e da nudez de uma Casa dos Segredos à exploração dos corpos de uma MTV.

Tudo isto resulta num filme alienado, em que muitas sequências assomam um lado contemplativo, cheio de tipas giras com pele à mostra. Isto distrai muitas vezes para o que Korine queria dizer, o que não significa que seja necessariamente mau. Mas é o menos pertinente dos seus filmes, se bem que será, porventura, aquele que mais beneficiará da passagem do tempo. Especialmente porque será um espelho do seu tempo. E aí o McChicken poderá vir a saber a algo mais.

Posted by: dermot @ 4:00 da manhã
|  





COTAÇÃO:
10 - Royale With Cheese
9 - Le Big Mac
8 - McRoyal Deluxe
7 - McBacon
6 - McChicken
5 - Double Cheeseburger
4 - Cheeseburger
3 - Caixinha de 500 paus (Happy Meal)
2 - Hamburga de Choco
1 - Pão com Manteiga

TAKE:
Take - cinema magazine | take.com.pt


ARE YOU TALKING TO ME:
DUELO AO SOL
CLARENCE HAD A LITTLE LAMB
GONN1000
BITAITES
ANTESTREIA
CINEBLOG
CINEMA NOTEBOOK
CONTRA CAMPO
ZONA NEGRA
O MELHOR BLOG DO UNIVERSO
A CAUSA DAS COISAS
O MEU PIU PIU
AMARCORD
LAURO ANTÓNIO APRESENTA
SARICES ARTÍSTICAS
A RAZÃO TEM SEMPRE CLIENTE
MIL E UM FILMES
AS IMAGENS PRIMEIRO
A DUPLA PERSONALIDADE
TRASH CINEMA TRASH
SUNSET BOULEVARD
CINEMA XUNGA


ARE YOU TALKIN' TO ME?
cinephilus@mail.pt


CRÍTICAS:
- A Armadilha
- A Arte De Pensar Negativamente
- A Árvore Da Vida
- A Balada de Jack And Rose
- A Bela E O Paparazzo
- A Boda
- À Boleia Pela Galáxia
- A Cabana Do Medo
- A Cela
- A Canção De Lisboa
- A Cara Que Mereces
- A Casa Dos 1000 Cadáveres
- A Casa Maldita
- A Cidade Dos Malditos
- A Ciência Dos Sonhos
- A Comunidade
- A Cor Do Dinheiro
- A Costa Dos Murmúrios
- A Criança
- A Dália Negra
- A Dama De Honor
- A Descida
- A Duquesa
- À Dúzia É Mais Barato
- A Encruzilhada
- A Estrada
- A Estranha Em Mim
- A Frieza Da Luz
- A Fúria Do Dragão
- A História De Uma Abelha
- A Honra Da Família
- A Janela (Maryalva Mix)
- A Lagoa Azul
- A Lenda Da Floresta
- A Liga Dos Cavalheiros Extraordinários
- A Lista De Schindler
- A Lojinha Dos Horrores
- A Mais Louca Odisseia No Espaço
- A Maldição Da Flor Dourada
- A Mansão
- A Maravilhosa Aventura De Charlie
- A Marcha Dos Pinguins
- A Máscara
- A Máscara De Cristal
- A Menina Jagoda No Supermercado
- A Minha Bela Lavandaria
- A Minha Vida Sem Mim
- A Morte Do Senhor Lazarescu
- A Mosca
- A Mulher Do Astronauta
- A Mulher Que Viveu Duas Vezes
- A Múmia
- A Noiva Cadáver
- A Noiva Estava De Luto
- A Origem
- A Outra Margem
- A Paixão De Cristo
- A Pele Onde Eu Vivo
- A Pequena Loja Dos Horrores
- A Prairie Home Companion - Bastidores Da Rádio
- A Presa
- À Procura Da Terra Do Nunca
- A Promessa
- À Prova De Morte
- A Rainha
- A Rai­nha Africana
- A Raiz Do Medo
- A Rapariga Santa
- A Rede Social
- A Religiosa Portuguesa
- A Ressaca
- A Residencial Espanhola
- A Sangue Frio
- A Secretária
- A Semente Do Diabo
- A Senhora Da Água
- A Severa
- A Sombra Do Caçador
- A Sombra Do Samurai
- A Tempestade No Meu Coração
- A Tempo E Horas
- A Torre Do Inferno
- A Turma
- A Última Famel
- A Última Tentação De Cristo
- A Valsa Com Bashir
- A Verdadeira História De Jack, O Estripador
- A Viagem De Chihiro
- A Viagem De Iszka
- A Vida De Brian
- A Vida É Um Jogo
- A Vida É Um Milagre
- A Vida Em Directo
- A Vida Secreta Das Palavras
- A Vila
- A Vítima Do Medo
- A Vizinha Do Lado
- A Volta Ao Mundo Em 80 Dias
- Aberto Até De Madrugada
- Abraços Desfeitos
- Acção Total
- Aconteceu No Oeste
- Across The Universe
- Actividade Paranormal
- Acusado
- Adam Renascido
- Admitido
- Adriana
- Aelita
- Ágora
- Água Aos Elefantes
- Air Guitar Nation
- Albert, O Gordo
- Aldeia Da Roupa Branca
- Alice
- Alice In Acidland
- Alice No País Das Maravilhas
- Alien - O Oitavo Passageiro
- Aliens - O Reencontro Final
- Alien - A Desforra
- Alien - O Regresso
- Alien Vs. Predador
- Alien Autopsy
- Alma Em Paz
- Almoço De 15 De Agosto
- Alphaville
- Alta Fidelidade
- Alta Golpada
- Alta Tensão
- Alucinação
- Amália
- Amarcord
- American Movie
- American Splendor
- Amor À Queima-Roupa
- Amor De Verão
- Amor E Corridas
- Amor E Vacas
- Amor Em Las Vegas
- Amor Ou Consequência
- And Soon The Darkness
- Angel-A
- Animal
- Annie Hall
- Anónimo
- Antes Do Anoitecer
- Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste
- Anticristo
- Anvil! The True Story of Anvil
- Anytinhig Else - A Vida E Tudo Mais
- Appaloosa
- Apocalypto
- Aquele Querido Mês De Agosto
- Aracnofobia
- Aragami
- Arizona Dream
- Armin
- Arséne Lupin - O Ladrão Sedutor
- As Asas Do Desejo
- As Aventuras De Jack Burton Nas Garras Do Mandarim
- As Aventuras De Tintim - O Segredo Do Licorne
- As Aventuras Do Príncipe Achmed
- As Bandeiras Dos Nossos Pais
- As Bonecas Russas
- As Canções De Amor
- As Crónicas De Narnia - O Leão, A Feiticeira E O Guarda-Roupa
- As Diabólicas
- As Ervas Daninhas
- As Invasões Bárbaras
- As Lágrimas Do Tigre Negro
- As Leis Da Atracção
- As Noites Loucas Do Dr. Jerryll
- As Penas Do Desejo
- As Tartarugas Também Voam
- As Vidas Dos Outros
- Aberto Até De Madrugada
- Assalto À Esquadra 13 (1976)
- Assalto À Esquadra 13 (2005)
- Assalto Ao Santa Maria
- Assassinos Natos
- Ata-me
- Até Ao Inferno
- Até Ao Limite Do Terror
- Atraídos Pelo Crime
- Através Da Noite
- Attack Of The 50 Foot Woman
- Aurora
- Austrália
- Autocarro 174
- Avatar
- Aviva, Meu Amor
- Aztec Rex
- Azul Metálico

- Babel
- Backbeat, Geração Inquieta
- Balas E Bolinhos - O Regresso
- Balbúrdia No Oeste
- Bando À Parte
- Baraka
- Barbarella
- Barreira Invisí­vel
- Batman
- Batman Regressa
- Batman - O Início
- Be Cool
- Beijing Bastards
- Belleville Rendez-Vouz
- Bem-vindo À Zombieland
- Bem-vindo Ao Norte
- Berlin 36
- Birth - O Mistério
- Biutiful
- Black Sheep
- Black Snake Moan - A Redenção
- Blade Runner - Perigo Iminente
- Blueberry
- Boa Noite E Boa Sorte
- Bobby Darin - O Amor É Eterno
- Body Rice
- Bombom
- Bom Dia Noite
- Bom Dia Vietnam
- Bonnie E Clyde
- Boogie Nights
- Borat
- Brasil - O Outro Lado Do Sonho
- Breakfast On Pluto
- Brincadeiras Perigosas (2007)
- Brisa De Mudança
- Bronson
- Bruce, O Todo-poderoso
- Bruiser - O Rosto Da Vingança
- Bruno
- Buffalo 66
- Bubba Ho-Tep
- Bullit
- Bunker Palace Hotel
- Buried
- Busca Implacável
- Bz, Viagem Alucinante

- Cadillac Records
- Cães Danados
- Cães De Palha
- Café E Cigarros
- Call Girl
- Camino
- Capitão Alatriste
- Capitão América - O Primeiro Vingador
- Capote
- Carrie
- Cartas Ao Padre Jacob
- Cartas De Iwo Jima
- Casa De Loucos
- Casablanca
- Casino Royale
- Catwoman
- Cavalo De Guerra
- Cemitério Vivo
- Censurado
- Centurion
- Charlie E A Fábrica De Chocolate
- Che - Guerrilha
- Che - O Argentino
- Chemical Wedding
- Chéri
- Chinatown
- Chocolate
- Choke - Asfixia
- Chovem Almôndegas
- Christine - O Carro Assassino
- Cidade Fria
- Cinco Dias, Cinco Noites
- Cinema Paraíso
- Cinerama
- Cisne Negro
- Clube De Combate
- Coco Avant Chanel
- Coisa Ruim
- Cold Mountain
- Cold Weather
- Colete De Forças
- Colisão
- Com Outra? Nem Morta!
- Comboios Rigorosamente Vigiados
- Comer Orar Amar
- Complexo - Universo Paralelo
- Conan, O Bárbaro
- Contrato
- Control
- Controle
- Coração De Cavaleiro
- Coração De Gelo
- Coração Selvagem
- Corações De Aço
- Coragem De Mãe: Confrontando O Autismo
- Corre Lola Corre
- Correio De Risco
- Correio De Risco 3
- Corrida Contra O Futuro
- Corrupção
- Cozinhando A História
- Crank - Veneno No Sangue
- Crank - Alta Voltagem
- Cremaster
- Crime Ferpeito
- Crippled Masters
- Cristóvão Colombo - O Enigma
- Crónica Dos Bons Malandros
- Crueldade Intolerável
- Cubo
- Culture Boy
- Cypher
- Cyrano de Bergerac (1950)

- Daisy Town
- Dallas
- Danny The Dog - Força Destruidora
- Daqui P'ra Frente
- Dark City - Cidade Misteriosa
- De Cabeça Para Baixo
- De Homem Para Homem
- De Olhos Abertos
- De Olhos Bem Fechados
- De Sepultura Em Sepultura
- De Tanto Bater O Meu Coração Parou
- De-Lovely
- Delhi Belly
- Dead Snow
- Death Race 2000
- Deixa-me Entrar
- Delicatessen
- Demolidor - O Homem Sem Medo
- Dentro Da Garganta Funda
- Depois Do Casamento
- Destruir Depois De Ler
- Diamante De Sangue
- Diário Dos Mortos
- Diários De Che Guevara
- Dias De Futebol
- Dick E Jane - Ladrões Sem Jeito
- Dictado
- Die Hard 4.0 - Viver Ou Morrer
- Die You Zombie Bastards!
- Dogma
- Domino
- Don Juan DeMarco
- Donnie Brasco
- Doom - Sobrevivência
- Doomsday - Juízo Final
- Dorian Gray
- Dot.Com
- Dr. Estranhoamor
- Drácula 2001
- Drácula De Bram Stoker
- Drive - Risco Duplo
- Dreamgirls
- Duas Mulheres

- É Na Terra Não É Na Lua
- Easy A
- Easy Rider
- Eduardo Mãos De Tesoura
- Efeito Borboleta
- El Mariachi
- El Topo
- Ela Odeia-me
- Eles
- Eles Vivem
- Elvis
- Em Bruges
- Em Busca Da Felicidade
- Em Carne Viva
- Em Liberdade
- Em Nome De Caim
- Em Nome De Deus
- Em Paris
- Em Privado
- Embargo
- Encarnação Do Demónio
- Encontros Em Nova Iorque
- Encrenca Dupla
- Encurralada
- Ensaio Sobre A Cegueira
- Enterrado Na Areia
- Entre Os Dedos
- Entrevista
- Equilibrium
- Era Uma Vez No México
- Eraserhead - No Céu Tudo É Perfeito
- Escola De Criminosos
- Escolha Mortal
- Esporas De Aço
- Estado De Guerra
- Estamos Vivos
- Este É O Meu Lugar
- Este País Não É Para Velhos
- Estômago
- Estrada Perdida
- Estranhos
- Estrellita
- Eu Amo-te Phillip Morris
- Eu, Peter Sellers
- Eu Sou A Lenda
- Eu Sou Evadido
- Eu, Tu E Todos Os Que Conhecemos
- Everything Must Go
- Evil Dead - A Noite Dos Mortos-Vivos
- Evil Dead 2 - A Morte Chega De Madrugada
- Evil Dead 3 - O Exército Das Trevas
- Ex-Drummer
- Exterminador Implacável 1
- Exterminador Implacável 2 - O Dia Do Julgamento Final
- Exterminador Implacável 3 - Ascensão Das Máquinas
- Exterminador Implacável 4 - A Salvação

- Factory Girl - Quando Edie Conheceu Warhol
- Factotum
- Fados
- Fahrenheit 9/11
- Falso Alarme
- Fando E Lis
- Fantasmas De Marte
- Fargo
- Faster, Pussycat! Kill! Kill!
- Fausto 5.0
- Favores Em Cadeia
- Felicidade
- Feliz Natal
- Férias No Harém
- Festival Rocky De Terror
- Ficheiros Secretos: Quero Acreditar
- Fim De Ano Em Split
- Fim-De-Semana Alucinante
- Final Cut - A Última Memória
- Fish Tank
- Florbela
- Flores Partidas
- Fome
- Footloose - A Música Está Do Teu Lado
- Força Delta
- Forrest Gump
- Freddy Vs. Jason
- Frenético
- Frida
- Frost/Nixon
- Fruto Proibido
- Fuga De Los Angeles
- Fuga Para A Vitória
- Fur - Um Retrato Imaginário De Diane Arbus
- Fúria Cega
- Fúria De Viver
- Fúria Silenciosa

- Gabrielle
- Gainsbourg - Vida Heróica
- Gang Dos Tubarões
- Gangs de Nova Iorque
- Garden State
- Génova
- GI Joe - O Ataque Dos Cobra
- Godzilla
- Goodbye Lenine!
- Gosford Park
- Gothika
- Gran Torino
- Grande Mundo Do Som
- Gremlins
- Grizzly Man
- Gru - O Maldisposto
- Guerra Dos Mundos (2005)
- Guerra Dos Mundos (1953)

- Há Lodo No Cais
- Hairspray
- Half Nelson - Encurralados
- Hard Candy
- Harley Davidson E O Cowboy Do Asfalto
- Harold E Maude
- Harry Brown
- Haverá Sangue
- Hawai Azul
- He-Man - Mestres Do Universo
- Head On - A Esposa Turca
- Heartbreak Hotel
- Hell Ride
- Hellboy
- Hellboy 2: O Exército Dourado
- Helter Skelter - O Caso De Sharon Tate
- Henry E June
- Hereafter - Outra Vida
- Hiena
- História De Duas Irmãs
- História De Um Fotógrafo
- Hobo With A Shotgunbr> - Hollywood Ending
- Homem Aranha
- Homem Aranha 2
- Homem Aranha 3
- Homem De Ferro
- Homem Demolidor
- Homem Em Fúria
- Homens De Negro
- Homens De Negro 2
- Homens Que Matam Cabras Só Com O Olhar
- Hostel
- Hostel 2
- Hot Fuzz - Esquadrão De Província
- Howl - Grito
- Hugo

- I Am Sam - A Força Do Amor
- I Spit On Your Grave
- I'll See You In My Dreams
- Iluminados Pelo Fogo
- I'm Still Here
- I Wanna Hold Your Hand
- Imitação Da Vida
- Imortal
- In Search Of A Midnight Kiss
- Indiana Jones E O Reino Da Caveira De Cristal
- Indomável
- Infiltrado
- Inimigos Públicos
- INLAND EMPIRE
- Inquietos
- Insidioso
- Insónia
- Intervenção Divina
- Intriga Internacional
- Invictus
- Irmão, Onde Estás?
- It
- It Might Get Loud
- Italian Spiderman

- Jack Ketchum's The Girl Next Door
- Jackass 2
- Jackass 3D
- Jackie Brown
- Jacuzzi - O Desastre Do Tempo
- James Bond - Agente Secreto
- James Bond - Casino Royale
- James Bond - Quantum Of Solace
- Janela Indiscreta (1954)
- Janela Indiscreta (1998)
- Janela Secreta
- JCVD
- Joga Como Beckham
- John Rambo
- Jonestown - The Life And Death Of Peoples Temple
- Jovens Rebeldes - A Verdadeira História
- Julgamento
- Julie E Julia
- Juno
- Juventude Em Marcha
- Juventude Tardia

- Kalifórnia
- Kandahar
- Karate Kid
- Katyn
- Kenny
- Kick Ass - O Novo Super-herói
- Kids - Miúdos
- Kill Bill vol.2
- King Kong (2005)
- Kiss Kiss Bang Bang
- Kiss Me
- Klimt
- Kopps
- Kung-Fu-Zão
- Kung Pow - Punhos Loucos

- La Jetée
- La Vie En Rose
- Ladrões
- Lady Snowblood
- Laranja Mecânica
- Last Days - Os Últimos Dias
- Lavado Em Lágrimas
- Lemmy
- Léon, O Profissional
- Lichter
- Lindas Encrencas As Garotas
- Lobos
- Longe Da Terra Queimada
- Lost In Translation - O Amor É Um Lugar Estranho
- Lua De Mel, Lua De Fel
- Lucifer Rising
- Lucky Luke
- Lucky Number Slevin - Há Dias De Azar

- M - Matou!
- Má Educação
- Machete
- Madrigal
- Maldito United
- Mamma Mia
- Manhattan
- Manô
- Mamonas Pra Sempre
- Mar Adentro
- Maria E As Outras
- Marie Antoinette
- Marjoe
- Marte Ataca!
- Matança De Natal
- Match Point
- Matou A Família E Foi Ao Cinem
- McQuade, O Lobo Solitário
- Meia-Noite Em Paris
- Meio Metro De Pedra
- Melancolia
- Melinda E Melinda
- Menina
- Mephisto
- Metrópolis
- Meu Nome É Bruce
- Miami Vice
- Milhões
- Milk
- Millenium 1. Os Homens Que Odeiam As Mulheres
- Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
- Minha Mãe
- Minha Terra
- Misery - Capí­tulo Final
- Missão A Marte
- Missão Impossí­vel 3
- Missão Impossível - Missão Fantasma
- Missão Solar
- Mistérios De Lisboa
- Momentos Agradáveis
- Moneyball - Jogada De Risco
- Monsters - Zona Interdita
- Monstro
- Monty Phyton E O Cálice Sagradi
- Morte Cerebral
- Morte De Um Presidente
- Movimentos Perpétuos
- Mr. E Mrs. Smith
- Mrs. Henderson Presents
- Muito Bem, Obrigado
- Mulholland Drive
- Mundo Fantasma
- Mundos Separados
- Munique
- Murderball - Espírito De Combate
- Murish
- Mutilados
- Mysterious Skin

- Na Cama
- Nacho Libre
- Não Estou Aí
- Napoleon Dynamite
- Nas Costas Do Diabo
- Nas Nuvens
- Needle
- Nico: À Margem Da Lei
- Ninguém Sabe
- Nixon
- No Limite Do Amor
- No Vale De Elah
- Noite De Agosto
- Noite Escura
- Noivos Sangrentos
- Nome De Código: Cloverfield
- Northfork
- Nosferatu, O Vampiro
- Nothing
- Nova Iorque 1997
- Nove Raínhas
- Nunca Digas Sim

- O Acontecimento
- O Agente Da Broadway
- O Lugar Do Morto
- O Americano
- O Amor Acontece
- O Anjo Exterminador
- O Anti-Pai Natal
- O Artista
- O Assassínio De Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford
- O Assassí­nio De Richard Nixon
- O Batedor
- O Bom Alemão
- O Bom, O Mau E O Vilão
- O Cabo Do Medo
- O Caminho De São Diego
- O Cão, O General E Os Pássaros
- O Capacete Dourado
- O Castelo Andante
- O Castor
- O Cavaleiro Das Trevas
- O China
- O Cobrador
- O Código Da Vinci
- O Comboio Dos Mortos
- O Comboio Mistério
- O Condenado
- O Couraçado Potemkin
- O Cowboy Da Meia-Noite
- O Crepúsculo Dos Deuses
- O Dedo De Deus
- O Delator!
- O Demónio
- O Despertar Da Besta
- O Despertar Da Mente
- O Deus Da Carnificina
- O Deus Elefante
- O Dia Em Que A Terra Parou (1951)
- O Dia Em Que A Terra Parou (2008)
- O Dia Da Besta
- O Discurso Do Rei
- O Enigma Do Espaço
- O Estranho Caso De Benjamin Button
- O Estranho Mundo De Jack
- O Evangelho Segundo São Mateus
- O Exorcista
- O Fatalista
- O Feiticeiro De Oz
- O Feitiço Do Tempo
- O Fiél Jardineiro
- O Gabinete Das Figuras De Cera
- O Gabinete Do Dr. Caligari
- O Gato Das Botas
- O Génio Do Mal (1976)
- O Grande Peixe
- O Grande Ditador
- O Guerreiro
- O Homem Duplo
- O Homem Que Copiava
- O Homem Que Sabia Demasiado
- O Homem Que Veio Do Futuro
- O Idealista
- O Jogo
- O Júri
- O Imperador Da Califórnia
- O Inquilino
- O Justiceiro Da Noite
- O Labirinto Do Fauno
- O Laço Branco
- O Lado Selvagem
- O Lago Perfeito
- O Leopardo
- O Livro Negro
- O Lobo Do Mar
- O Macaco De Ferro
- O Maquinista
- O Marinheiro De Água Doce
- O Menino De Ouro
- O Meu Tio
- O Milagre De Berna
- O Milagre Segundo Salomé
- O Mistério Galindez
- O Monstro Da Lagoa Negra
- O Mundo A Seus Pés
- O Nevoeiro (1980)
- O Ofício De Matar
- O Olho
- O Orfanato
- O Paciente Inglês
- O Padrinho - Parte I
- O Padrinho - Parte II
- O Padrinho - Parte III
- O Panda Do Kung Fu
- O Panda Do Kung Fu 2
- O Pesadelo De Darwin
- O Pistoleiro Do Diabo
- O Planeta Selvagem
- O Pó Dos Tempos
- O Portador Da Espada
- O Presidiário
- O Prisioneiro Do Rock
- O Protegido
- O Próximo A Abater
- O Quinto Elemento
- O Quinto Império
- O Regresso
- O Rei Dos Gazeteiros
- O Reino Proibido
- O Ritual
- O Ritual Dos Sádicos
- O Sabor Do Amor
- O Sargento Da Força Um
- O Segredo A Brokeback Mountain
- O Segredo De Um Cuscuz
- O Segredo Dos Punhais Voadores
- O Selvagem
- O Sentido Da Vida
- O Sétimo Selo
- O Sítio Das Coisas Selvagens
- O Sonho Comanda A Vida
- O Sonho De Cassandra
- O Sorriso De Mona Lisa
- O Tempo Do Lobo
- O Tesouro Da Sierra Madre
- O Tigre E A Neve
- O Tio Boonmee Que Se Lembra Das Suas Vidas Anteriores
- O Triunfo Da Vontade
- O Turista
- O Último Airbender
- O Último Grande Herói
- O Último Rei Da Escócia
- O Último Tango Em Paris
- O Último Voo Do Flamingo
- O Vingador Tóxico
- O Wrestler
- Ocean's Eleven - Façam As Vossas Apostas
- Odete
- Oldboy - Velho Amigo
- Olho Mágico
- Oliver Twist
- Ônibus 174
- Orca
- Órfã
- Os Amantes Regulares
- Os Amigos De Alex
- Os Bons E Os Maus
- Os Caça-Fantasmas
- Os Cavaleiros Do Asfalto
- Os Chapéus De Chuva De Cherburgo
- Os Cinco Venenos
- Os Clãs Da Intriga
- Os Condenados De Shawshank
- Os Descendentes
- Os Edukadores
- Os Famosos E Os Duendes Da Morte
- Os Filhos Do Homem
- Os Friedmans
- Os Guardiões Da Noite
- Os Homens Preferem As Loiras
- Os Imortais
- Os Inadaptados
- Os Índios Apache
- Os Invisíveis
- Os Irmãos Grimm
- Os Limites Do Controlo
- Os Marginais
- Os Mercenários
- Os Miúdos Estão Bem
- Os Novos Dez Mandamentos
- Os Olhos Da Serpente
- Os Olhos Sem Rosto
- Os Onze De Oceano
- Os Optimistas
- Os Pássaros
- Os Produtores (2005)
- Os Psico-Detectives
- Os Rapazes Da Noite
- Os Rapazes Não Choram
- Os Renegados Do Diabo
- Os Rutles - All You Need Is Cash
- Os Selvagens Da Noite
- Os Simpsons - O Filme
- Os Sonhadores
- Os Sorrisos Do Destino
- Os Super-Heróis
- Os Supeitos Do Costume
- Os Três Enterros De Um Homem
-Os Visistantes Da Idade Média
- Os 300 Espartanos

- Pagafantas
- Palpitações
- Papillon
- Para Onde O Vento Sopra
- Parada De Monstros
- Paraíso, Inferno... Terra
- Paranoid Park
- Paris Je T'Aime
- Party Monster
- Pecados Íntimos
- Pele
- Pequenas Mentiras Entre Amigos
- Performance
- Perigo Na Noite
- Perto Demais
- Pesadelo Em Elm Street
- Pink Floyd The Wall
- Piranha 3D
- Piratas Das Caraíbas - O Mistério do Pérola Negra
- Piratas Das Caraí­bas - O Cofre Do Homem Morto
- Piratas Das Caraíbas - Nos Confins Do Mundo
- Planeta Dos Macacos
- Planeta Dos Macacos: A Origem
- Planeta Terror
- Plano 9 Dos Vampiros Zombies
- Polaróides Urbanas
- Polí­cia Sem Lei (1992)
- Polícia Sem Lei (2009)
- Poltergeist, O Fenómeno
- Ponto De Mira
- Por Favor Rebobine
- Por Favor Não Me Morda O Pescoço
- Porcos & Selvagens
- Posto Fronteiriço
- Precious
- Predadores
- Presente De Morte
- Preto E Branco
- Primer
- Príncipe Da Pérsia - As Areias Do Tempo
- Procurado
- Profissão: Repórter
- Promessas Proibidas
- Proposta Indecente
- Proteger
- Psico
- Psicopata Americano
- Pulp Fiction
- Pulsação Zero
- Punch-Drunk Love - Embriagado De Amor
- Purana Mandir
- Purple Rain

- Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez
- Quarentena
- Quarteto Fantástico (1994)
- Quarteto Fantástico (2005)
- Quase Famosos
- Quatro Noites Com Anna
- Que Lugar Maravilhoso
- Que Se Mueran Los Feos
- Queijo E Marmelada
- Quem Quer Ser Bilionário
- Querida Famí­lia
- Querida Wendy

- R
- Rapariga Com Brinco De Pérola
- Rare Exports
- Ratatui
- Ratos Assassinos
- Ray
- [Rec]
- [REC]2
- Red Eye
- Relatório Kinsey
- Relatório Minoritário
- Religulous - Que O Céu Nos Ajude
- Relíquia Macabra
- Renascimento
- Resident Evil: Apocalypse
- Rio
- Rio Bravo
- Rock De Fogo
- Rock, Rock, Rock
- Rocknrolla - A Quadrilha
- Rocky Balboa
- Roger E Eu
- Roma
- Romance E Cigarros
- Roxanne
- RRRrrrr!!!
- Rubber - Pneu
- Ruídos Do Além
- Ruivas, Loiras E Morenas
- Rumo À Liberdade
- Ruptura Explosiva

- Sacanas Sem Lei
- Sala De Pânico
- Salazar - A Vida Privada
- Salto Mortal
- Samsara
- Sangue Do Meu Sangue
- Sangue Por Sangue
- Santa Sangre
- Sapatos Pretos
- Save The Green Planet!
- Saw - Enigma Mortal
- Saw II - A Experiência Do Medo
- Saw 3D - O Capítulo Final
- Scoop
- Scott Pilgrim Contra O Mundo
- Seconds Apart
- Seis Indomáveis Patifes
- Sem Ela
- Sem Limites
- Sem Rumo
- Sem Tempo
- Semi-Pro
- Ser E Ter
- Sereia
- Serpentes A Bordo
- Sete Anos No Tibete
- Sete Vidas
- Sexo E A Cidade
- Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band
- Shaolin Daredevils
- Shaolin Soccer - O Ás Da Bola
- Shaolin Vs. Evil Dead
- Shattered Glass - Verdade Ou Mentira
- Sherlock Holmes
- Sherlock Holmes - Jogo De Sombras
- Shining
- Shoot 'Em Up - Atirar A Matar
- Shortbus
- Shrek 2
- Shrek O Terceiro
- Shrek Para Sempre
- Sicko
- Sid And Nancy
- Sideways
- Simpatyhy For Mr. Vengeance
- Sin City - Cidade Do Pecado
- Sinais
- Sinais De Fogo
- Sinais Do Futuro
- Sinais Vermelhos
- Singularidades De Uma Rapariga Loira
- Sky Captain E O Mundo De Amanhã
- Slither - Os Invasores
- Soldados Da Fortuna
- Soldados Do Universo
- Sombras Da Escuridão
- Somewhere - Algures
- Sonho De Uma Noite De Inverno
- Sonny
- Sophie Scholl - Os Últimos Dias
- Soro Maléfico
- Sorte Nula
- Soul Kitchen
- Spartacus
- Spartan - O Rapto
- Splice
- Stacy - Attack Of The Schoolgirl Zombies
- Star Wars - A Ameaça Fantasma
- Star Wars - A Vingança Dos Sith
- Star Wars - O Ataque Dos Clones
- Stardust - O Mistério Da Estrela Cadente
- Stone - Ninguém É Inocente
- Stoned, Anos Loucos
- Submarino
- Super
- Super Baldas
- Super-Homem
- Super-Homem: O Regresso
- Super 8
- Superstar
- Suspeita
- Suspiria
- Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro De Fleet Street
- Swimming Pool
- Sword Of Vengeance
- Sympathy For The Devil

- Taking Woodstock
- Tarnation
- Tarzan, O Homem Macaco (1981)
- Taxidermia
- Team America - Polí­cia Mundial
- Tebas
- Tecumseh
- Teeth
- Tempestade Tropical
- Tennessee
- Terra De Cegos
- Terminal De Aeroporto
- Terra Dos Mortos
- Terror Em Setembro
- Terror Na Auto-estrada
- Terror Nas Montanhas
- Tetro
- The Bloodstained Butterfly
- The Brown Bunny
- The Darjeeling Limited
- The Departed: Entre Inimigos
- The Devil And Daniel Johnston - Loucuras De Um Génio
- The Devil's Double
- The First Great Train Robbery
- The Fountain - O Último Capítulo
- The Grudge - A Maldição
- The Host - A Criatura
- The Impossible Kid
- The King Of Kong
- The Langoliers - Meia-Noite E Um
- The Last House On The Left
- The Machine Girl
- The Man From Earth
- The Marine
- The Million Dollar Hotel - O Hotel
- The Mindscape Of Alan Moore
- The Mist - Nevoeiro Misterioso
- The Others - Os Outros
- The Prestige - O Terceiro Passo
- The 50 Worst Movies Ever Made
- The Way
- The Woman
- Thirst - Este É O Meu Sangue
- This Is It
- This Is Spinal Tap
- Thor
- Thriller - A Cruel Picture
- THX 1138
- Tirar Vidas
- Titanic 2
- Tony
- Tournée - Em Digressão
- Toy Story 3
- Tragam-me A Cabeça De Alfredo Garcia
- Transamerica
- Tron
- Tron: O Legado
- Tropa De Elite
- Tropa De Elite 2 - O Inimigo Agora É Outro
- Tsotsi
- Tubarão
- Tubarão 2
- Tubarão 3
- Tubarão IV - A Vingança
- Tucker E Dale Contra O Mal
- Tudo Ficará Bem
- Tudo Pode Dar Certo
- Twisted - Homicídios Ocultos

- Ultra Secreto
- Um Amor De Perdição
- Um Azar Do Caraças
- Um Bater De Corações
- Um Belo Par... De Patins
- Um Cão Andaluz
- Um Dia A Casa Vai Abaixo
- Um Dia De Raiva
- Um Homem Singular
- Um Longo Domingo De Noivado
- Um Lugar Para Viver
- Um Padrasto Para Esquecer
- Um Profeta
- Um Tiro No Escuro
- Um Trabalho Em Itália
- Uma Aventura Na Casa Assombrada
- Uma Boa Mulher
- Uma Canção De Amor
- Uma Espécie De Cavalheiro
- Uma Famí­lia À Beira De Um Ataque De Nervos
- Uma História De Violência
- Uma Pequena Vingança
- Uma Rapariga Com Sorte
- Uma Segunda Juventude
- Uma Segunda Vida
- Undefeatable
- Unseen Evil 2 - Alien 3000
- Up - Altamente

- V De Vingança
- Vai E Vive
- Vais Conhecer O Homem Dos Teus Sonhos
- Valhalla Rising - Destino De Sangue
- Valquíria
- Vampiros de John Carpenter
- Van Helsing
- Vanilla Sky
- Vanitas
- Vasilhame
- Veio Do Outro Mundo
- Veludo Azul
- Velvet Goldmine
- Vencidos Pela Lei
- Vendendo A Pele
- Veneno Cura
- Vera Drake
- Versus - A Ressurreição
- Vestida Para Matar
- Vice
- Vício - Quando Nada É Suficiente
- Vicky Cristina Barcelona
- Vidas Sombrias
- Vigilância
- Vingança Redentora
- Virgem Aos 40 Anos
- Vitus
- Viúva Rica Solteira Não Fica
- Viver A Sua Vida
- Voando Sobre Um Ninho De Cucos
- Voltando Para Casa
- Voltar
- Vontade Indómita
- Voo 93

- Walk Hard - A História De Dewey Cox
- Walk The Line
- WALL-E
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Wassup Rockers - Desafios De Rua
- Watchmen - Os Guardiões
- Welcome To The Rileys
- White Irish Drunkers
- Wild Zero
- Win Win
- Wolf Creek
- Wristcutters: A Love Story

- X-Men
- X-Men 2
- X-Men 3 - O Confronto Final
- X-Men: O Início
- X-Men Origens: Wolverine

- Zack E Miri Fazem Um Porno
- Zardoz
- Zatoichi
- Zombies Party - Uma Noite... De Morte
- Zombies Strippers
- Zozo

- 007 - Agente Secreto
- 007 - Casino Royale
- 007 - Quantum Of Solace
- 10 Coisas Que Odeio Em Ti
- 100 Volta
- 10.000 AC
- 12 Homens Em Fúria
- 12 Macacos
- 12:08 A Este De Bucareste
- 1984
- 2LDK
- 24 Hour Party People
- 28 Dias Depois
- 20,13 - Purgatório
- 2012
- 300
- 4 Copas
- 48
- 50/50
- 6=0 Homeostética
- 8 1/2
- 9 Canções
- 98 Octanas


ENTREVISTAS:
- Fernando Fragata
- Festróia - Mário Ventura
- Filipe Melo
- Good N Evil
- IMAGO - Sérgio Felizardo
- José Barahona
- Nuno Markl
- Paulo Furtado
- Rodrigo Areias
- Sara David Lopes
- Solveig Nordlund
- Fernando Alle


TOPES:
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2011
- Top 5 dos Piores Filmes de 2011
- Top 10 dos Melhores Filmes de 2010
- Top 5 dos Piores Filmes de 2010
- Top 5 dos filmes de Leslie Nielsen
- Top 10 Dos Filmes Low Cost
- Top 5 das Melhores Cenas de Dança
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2009
- Top 5 dos Piores Filmes de 2009
- Top 5 dos Filmes Que Tenho Vergonha De Dizer Que Gosto
- Top 5 das Melhores Músicas de Ennio Morricone
- Top 5 dos filmes com Patrick Swayze
- Top 5 dos Telediscos do Michael Jackson
- Top 5 dos Filmes com David Carradine
- Top 5 dos Filmes com Lutadores de Luta-Livre
- Top 10 Os Melhores Filmes de 2008
- Top 5 Os Piores Filmes de 2008
- Top 5 dos Piores Filmes de Natal
- Top 5 das Coisas que não Esperávamos Ver no Cinema
- Top 5 dos Melhores Filmes de Paul Newman
- Top 5 Personagens Com Palas Nos Olhos
- Top 10 Melhores Cartazes De Cinema
- Top 5 dos Filmes de Chuck Norris
- Top 5 dos Filmes de Patrick Swayze
- Top 10 Os Melhores/Piores Vestidos dos Oscares
- Top 5 As Mortes de Crianças Mais Gratuitas
- Top 10 Os Melhores de 2007
- Top 5 Os Piores de 2007
- Top 7 Adaptações ao Cinema de Livros de Stephen King
- Top 5 Filmes Pela Paz
- Top 5 Os Melhores Beijos
- Top 5 Grandes Arquitectos
- Top 10 Filmes Que Mudaram A Minha Vida
- Top 5 Mulheres de Cabeça Rapada
- Top 5 As Cenas Mais Excitantes
- Top 10 Os Melhores de 2006
- Top 5 Os Piores de 2006
- Top 3 Filmes de Robert Altman
- Top 5 Os Vilões do Cinema
- Top 5 Filmes Com Mick Jagger
- Top 5 Filmes Com Steve Buscemi
- Top 5 Dos Cães no Cinema
- Top 5 Dos Filmes do Indie06
- Top 5 Dos Filmes do Fantas06
- Top 5 dos Presidentes
- Top 10 Os Melhores de 2005
- Top 5 Os Piores de 2005
- Top 5 Filmes com Pat Morita
- Top 10 Os Melhores Filmes Independentes
- Top 5 Os Piores Filmes da Saga Bond
- Top 5 Filmes com Dolph Lundgren
- Top 5 Adaptações de BD Para Cinema
- Top 10 Cenas Mais Assustadoras de Sempre
- Top 5 Vencedores do Óscar
- Top 5 Bond Girls
- Top 5 Filmes Sobre Doenças
- Top 5 Filmes de Natal
- Top 5 Melhores Batalhas Corpo-A-Corpo
- Top 10 Melhores Canções do Cinema
- Top 10 Melhores Filmes de Sempre
- Top 5 Melhores Momentos Musicais
- Top 5 Grandes Duelos do Cinema
- Top 10 Maiores Personagens do Cinema
- Top 5 Piores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 10 Melhores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 5 Filmes Religiosos


BAÚ DO TRASH:
- Needle
- Que Se Mueran Los Feos
- Easy A
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Saw 3D - O Capítulo Final
- And Soon The Darkness
- Os Imortais
- Purana Mandir
- Pagafantas
- The Bloodstained Butterfly
- Cisne Negro


ROYALE WITH CHEESE APRESENTA:
- A Tasca Da Cultura
- A Causa Das Coisas - parte I
- A Causa Das Coisas - parte II
- A Momentary Lapse Of Reason


FILMES A VER ANTES DE MORRER:
- #1 As Lágrimas Do Tigre Negro
- #2 Alucarda
- #3 Time Enough At Last
- #4 Armageddon
- #5 The Favour, The Watch And The Very Big Fish
- #6 Italian Spiderman
- #7 The Soldier And Death


UMA CURTA POR DIA NÃO SABE O BEM QUE LHE FAZIA:
- 1# Rabbit, de Run Wrake
- 2# Aligato, de Maka Sidibé
- 3# The Cat Concerto, de Joseph Barbera & William Hanna
- 4# A Curva, de David Rebordão
- 5# Batman: Dead End, de Sandy Callora
- 6# O Código Tarantino, de Selton Mello
- 7# Malus, de António Aleixo & Crosswalk, de Telmo Martins
- 8# Three Blind Mice, de George Dunning
- 9# Bedhead, de Robert Rodriguez
- 10# Key To Reserva, de Martin Scorcese
- 11# Bambi Meets Godzilla, de Marv Newland
- 12# The Horribly Slow Murderer with the Extremely Inefficient Weapon, de Richard Gale
- 13# Stolz Der Nation, de Eli Roth
- 14# Papá Wrestling, de Fernando Alle
- 15# Glas, de Bert Haanstra
- 16# Fotoromanza, de Michelangelo Antonioni
- 17# Quem É Ricardo?, de José Barahona
- 17# Terra Incognita, de Peter Volkart


AS MELHORES PIORES CENAS DE SEMPRE:
- A Pior Luta
- A Cena Mais Metida A Martelo
- O Ataque Animal Mais Brutal
- A Perseguição Mais Alucinante
- O Duelo Mais Improvável


CLUBE DE CINEMA DE SETÚBAL:
- Janeiro
- Fevereiro
- Março
- Abril
- Maio
- Setembro
- Novembro


FESTIVAIS:
- 20º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9
- 21º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 22º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 23º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 24º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 26º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 12º Caminhos Do Cinema Português
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- Imago 2006
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

;

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



BLOCKBUSTERS:

04/01/2004 - 05/01/2004

05/01/2004 - 06/01/2004

06/01/2004 - 07/01/2004

07/01/2004 - 08/01/2004

08/01/2004 - 09/01/2004

09/01/2004 - 10/01/2004

10/01/2004 - 11/01/2004

11/01/2004 - 12/01/2004

12/01/2004 - 01/01/2005

01/01/2005 - 02/01/2005

02/01/2005 - 03/01/2005

03/01/2005 - 04/01/2005

04/01/2005 - 05/01/2005

05/01/2005 - 06/01/2005

06/01/2005 - 07/01/2005

07/01/2005 - 08/01/2005

08/01/2005 - 09/01/2005

09/01/2005 - 10/01/2005

10/01/2005 - 11/01/2005

11/01/2005 - 12/01/2005

12/01/2005 - 01/01/2006

01/01/2006 - 02/01/2006

02/01/2006 - 03/01/2006

03/01/2006 - 04/01/2006

04/01/2006 - 05/01/2006

05/01/2006 - 06/01/2006

06/01/2006 - 07/01/2006

07/01/2006 - 08/01/2006

08/01/2006 - 09/01/2006

09/01/2006 - 10/01/2006

10/01/2006 - 11/01/2006

11/01/2006 - 12/01/2006

12/01/2006 - 01/01/2007

01/01/2007 - 02/01/2007

02/01/2007 - 03/01/2007

03/01/2007 - 04/01/2007

04/01/2007 - 05/01/2007

05/01/2007 - 06/01/2007

06/01/2007 - 07/01/2007

07/01/2007 - 08/01/2007

08/01/2007 - 09/01/2007

09/01/2007 - 10/01/2007

10/01/2007 - 11/01/2007

11/01/2007 - 12/01/2007

12/01/2007 - 01/01/2008

01/01/2008 - 02/01/2008

02/01/2008 - 03/01/2008

03/01/2008 - 04/01/2008

04/01/2008 - 05/01/2008

05/01/2008 - 06/01/2008

06/01/2008 - 07/01/2008

07/01/2008 - 08/01/2008

08/01/2008 - 09/01/2008

09/01/2008 - 10/01/2008

10/01/2008 - 11/01/2008

11/01/2008 - 12/01/2008

12/01/2008 - 01/01/2009

01/01/2009 - 02/01/2009

02/01/2009 - 03/01/2009

03/01/2009 - 04/01/2009

04/01/2009 - 05/01/2009

05/01/2009 - 06/01/2009

06/01/2009 - 07/01/2009

07/01/2009 - 08/01/2009

08/01/2009 - 09/01/2009

09/01/2009 - 10/01/2009

10/01/2009 - 11/01/2009

11/01/2009 - 12/01/2009

12/01/2009 - 01/01/2010

01/01/2010 - 02/01/2010

02/01/2010 - 03/01/2010

03/01/2010 - 04/01/2010

04/01/2010 - 05/01/2010

05/01/2010 - 06/01/2010

06/01/2010 - 07/01/2010

07/01/2010 - 08/01/2010

08/01/2010 - 09/01/2010

09/01/2010 - 10/01/2010

10/01/2010 - 11/01/2010

11/01/2010 - 12/01/2010

12/01/2010 - 01/01/2011

01/01/2011 - 02/01/2011

02/01/2011 - 03/01/2011

03/01/2011 - 04/01/2011

04/01/2011 - 05/01/2011

05/01/2011 - 06/01/2011

06/01/2011 - 07/01/2011

07/01/2011 - 08/01/2011

08/01/2011 - 09/01/2011

09/01/2011 - 10/01/2011

10/01/2011 - 11/01/2011

11/01/2011 - 12/01/2011

12/01/2011 - 01/01/2012

01/01/2012 - 02/01/2012

02/01/2012 - 03/01/2012

03/01/2012 - 04/01/2012

04/01/2012 - 05/01/2012

05/01/2012 - 06/01/2012

06/01/2012 - 07/01/2012

07/01/2012 - 08/01/2012

08/01/2012 - 09/01/2012

09/01/2012 - 10/01/2012

10/01/2012 - 11/01/2012

11/01/2012 - 12/01/2012

12/01/2012 - 01/01/2013

01/01/2013 - 02/01/2013

02/01/2013 - 03/01/2013

03/01/2013 - 04/01/2013

04/01/2013 - 05/01/2013

05/01/2013 - 06/01/2013

06/01/2013 - 07/01/2013

07/01/2013 - 08/01/2013

08/01/2013 - 09/01/2013

09/01/2013 - 10/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

11/01/2013 - 12/01/2013

12/01/2013 - 01/01/2014

01/01/2014 - 02/01/2014

02/01/2014 - 03/01/2014

03/01/2014 - 04/01/2014

04/01/2014 - 05/01/2014

05/01/2014 - 06/01/2014

06/01/2014 - 07/01/2014

07/01/2014 - 08/01/2014

08/01/2014 - 09/01/2014