Royale With Cheese

 Royale With Cheese

 
 



segunda-feira, maio 30, 2011  

CRIANÇAS INVISÍVEIS:

Título: All The Invisible Children
Realizador: Mehdi Charef, Emir Kusturica, Spike Lee, Kátia Lund, Jordan e Ridley Scott, Stefano Veneruso & John Woo
Ano: 2007


Crianças Invisíveis é um conjunto de curtas- etragens encomendadas pela Unicef a um grupo de realizadores de todas as cores, razoavelmente heterogéneo como a United Colours of Benetton, com o objectivo de angariar fundos. O tema? As crianças. Só foi pena a Tina Turner ter aceite fazer a theme song, uma vez que ia estragando tudo com uma diarreia sonora.

Tal como acontece em compilações de música, independentemente dos nobres intuitos que os movem, estes conjuntos acabam por sofrer de uma falta de homogeniedade qualitativa. Mas isto também faz parte, acho eu. E ajuda-me na tarefa de escrever sobre este filme, porque assim posso dizer-vos já para evitarem o segmento de John Woo - que xaropada, meu Deus - e o de Stefano Veneruso. E já não há paciência para o complexo do coitadinho para com a comunidade afro-americana de Spike Lee.

Os momentos mais felizes de Crianças Invisíveis são, portanto, o de Emir Kusturica e o de Kátia Lund. O primeiro mantém-se igual a si próprio, com aquele circo felliniano inchado de ciganos, vodka barato do Lidl e música de fanfarra, enquanto que a segundo mergulha no realismo de favela, com um toque de humor e uns pozinhos de experimentalismo pós-modernista.

Crianças Invisíveis é uma honrada forma de ajudar as criancinhas desfavorecidas. E um McChicken destes em África dá para almentar uma família de seis durante semana e meia.

Posted by: dermot @ 1:22 da tarde
|  




sábado, maio 28, 2011  

SHIRIN:

Título: Shirin
Realizador: Abbas Kiarostami
Ano: 2010


Em O Fabuloso Destino De Amélie há uma cena em que Audrey Tatou vai ao cinema e põe-se a observar os espectadores. Naquele momento em que Jeunet filma as pessoas sentadas num cinema, a verem um filme, não conseguimos deixar de sentir algum desconforto voyeurista, como se estivesse a olhar para nós. Shirin amplifica esse efeito de espelhos até ao infinito e, exponencialmente, aumenta o nosso desconforto, mas também nos leva a uma nova experiência sensorial.

O mestre Abbas Kiarostami sentou 114 mulheres + Juliette Binoche (porquê a actriz francesa? nunca saberemos, mas manobra de marketing parece ser uma resposta inteligente) numa sala de cinema, pô-las a assistir à peça Khosrow and Shirin (clássico da literatura persa, um romance trágico à Romeu e Julieta) e filmou-as em grandes planos fixos e centrados. Vemos então Khosrow and Shirin pelos olhos de terceiros, enquanto ouvimos os diálogos do filme, numa experiência pós-modernista semelhante à de Branca De Neve, de João César Monteiro.

Há quem venha a defender que Shirin é uma instalação e não cinema, mas vemos o filme e, ao menos, ficamos com uma certeza: Shirin pertence às salas de cinema. É uma obra para se ver em ecrã grande e em sala escura, até sermos engolidos por aquela experiência. E, quando nos conseguimos abstrair do ruído da vida em redor, somos arrebatados pela torrente de emoções que aqueles rostos femininos despejam sobre nós, comovendo-nos em conjunto. E isto sem dizer que Khosrow and Shirin é um texto belíssimo, que só de ouvir nos deixa ansiosos em o ver também.

Shirin ecoa ainda, em silêncio, uma simbologia à condição da mulher. Porque mesmo que tenha sido uma intenção inconsciente de Kiarostami, todos nós sabemos as condições a que aquelas mulheres - e todas as iranianas, em geral - estão sujeitas. E vê-las naquele lugar, em conjuntom tendo como fundo uma história com tudo a ver com essa condição libertatária feminina, soa a mensagem surda.

Shirin não obedece às convenções formais que nos habituamos a colocar aos filmes, mas é, sem dúvida, um objecto fílmico de valor acrescentadi, E não deve ser retirado das salas de cinema! Por tudo isto, thumbs up, pois claro.

Posted by: dermot @ 8:51 da manhã
|  




quinta-feira, maio 26, 2011  

MY SOUL TO TAKE:

Título: My Soul To Take
Realizador: Wes Craven
Ano: 2010


Andava eu nas minhas lides pela internet fora quando - surpresa! - encontro um filme novo de Wes Craven. Então, mas desde quando é que Craven, um dos pais do horror contemporâneo, faz filmes que nem sequer têm distribuição comercial em Portugal? Toca então a ir ao clube de vídeo alternativo e perceber o que se passa.

Ok, confesso que agora percebo porque é que My Soul To Take passou despercebido. É que o filme não tem ponta por onde se pegar. Wes Craven atingiu um novo fundo (e depois de quatro Gritos pensávamos que isso já não era possível), mas mesmo assim My Soul To Take ainda é pior do que podíamos imaginar. Tento perceber porquê e a única pista que encontro é que este é o único filme de Craven escrito pelo próprio, com excepção de Pesadelo Em Elm Street 5.

Depois do franchise de Freddy Krueger e o de Gritos, Craven volta a baixar a idade do seu público-alvo em mais um sklasher teen movie. Desta vez, está direccionado para os pré-adolescentes, fazendo de My Soul To Take uma espécie de episódio da Hannah Montana para o Disney Channel. E, como qualquer programa deste canal, não há qualquer gore, chacina ou membro decepado, apenas um serial killer pouco (nada?) assustador, que esfaqueia as suas vítimas de forma banal. Mas que raio de slasher é este? É como ir a um restaurante de bifes e pedir o prato vegetariano.

My Soul To Take não tem uma pinga de cinema. Todo ele é chapa quatro, como se Wes Craven tivesse entregue a realização a um estudante de cinema. Mas mesmo esses conseguem ser mais estimulantes, porque, ao menos, tentam reproduzir ideias que os impressionaram em outros filmes. Mas o que é realmente confrangedor em My Soul To Take é a história e o argumento, de tão aborrecido, lineares e banais que são.

Já que decidiu não mostrar sangue, Craven optou por um thriller mindblowing, mas tudo é tão atabalhoado e confuso que ficamos sempre com a impressão que houve partes da história que ficaram esquecidas algures. Tudo isto aliado a uns diálogos dignos dos meninos da APPACDM e a um subenredo liceal que faz os Morangos Com Açúcar parecer o Casablanca deixa-nos desorientados. E o que dizer do prólogo do filme, que nos introduz o serial killer, em que, em 15 minutos, o estripador é baleado e apunhalado mais vezes que o Rasputine e ressuscita(!) sempre para matar gratuitamente mais uns figurantes.

My Soul To Take é tão absurdo que nos custa a crer que estamos a falar da mesma pessoa que fez The Last House On The Left ou Os Olhos Da Montanha. Parece que Wes Craven está tão chéché que já ninguém tem coragem de o contrariar. Que lamentável Pão com Manteiga...

Posted by: dermot @ 5:03 da tarde
|  




quarta-feira, maio 25, 2011  

REPULSA:

Título: Repulsion
Realizador: Roman Polanski
Ano: 1965


Depois de ter dado nas vistas com A Faca Na Água, Roman Polanski realizou o seu primeiro filme em inglês, inaugurando a sua trilogia de sucesso, a dos apartamentos. Repulsa é o primeiro de três filmes do realizador franco-polaco que têm em comum pessoas paranóicas fechadas em apartamentos (e rodeadas de vizinhos tanto ou ainda mais loucos).

Carol é uma muito jovem Catherine Deneuve, ainda sem o estatuto iconográfico, mas já com uma presença muito forte, tanto no ecrã como na indústria, uma vez que já tinha feito Os Chapéus De Chuva De Cherburgo, o filme decisivo da sua carreira. Carol vive com a sua irmã mais velha num apartamento em Paris e, tirando as investidas de um engatatão com boas intenções e do horário de expediente passado como manicure, Carol vive uma existência isolada, envergonhada e, como o (memorável) plano final deixa em equação, talvez reprimida por um trauma de infância.

Carol vive no fio da navalha, no que diz respeito ao seu equilíbrio psicológico, e quando a sua irmã se ausenta para umas férias em Itália com o namorado, vai embarcar numa semana de psicose, obsessão e alucinação. Polanski deixa sempre espaço para nos questionarmos se o que estamos a ver corresponde à realidade ou à imaginação de Carol, com uma constante ambiguidade sexual, ou não fosse esta uma das imagens de marca do realizador. Aliás, nunca saberemos se os distúrbios de Carol são o resultado de uma repressão anterior ou se são Carol a viver os traumas e os desejos de uma virgem recalcada. E depois não deixa de fazer um curioso eco com a pedofilia e o incesto, problemática que Polanski iria contactar na primeira pessoa anos mais tarde.

Repulsa é ainda filmado com grande desenvoltura para a época, com a câmara livre do tripé e o uso de zooms e enquadramentos pouco habituais, que servem para aumentar os níveis de desorientação do espectador. No entanto, enquanto que, formalmente, Repulsa vem no seguimento da escola francesa da nouvelle vague, tematicamente está mais próximo da tradição do giallo italiano.

Roman Polanski aproveita ainda Repulsa para fazer uma crítica velada ao conceito de vizinhança nos impessoais edifícios em altura. De forma menos subtil que filmes como A Comunidade, é certo (ou mesmo O Inquilino ou A Semente Do Diabo, os outros dois tomos da trilogia dos apartamentos), mas certeiro e acutilante na mesma. Repulsa foi um filme muito à frente do seu tempo e não envelheceu nada mal, apesar de alguns elementos datados. Continua a ser um saboroso McBacon, mas menos consistente que o resto da trilogia.

Posted by: dermot @ 2:01 da tarde
|  




segunda-feira, maio 23, 2011  

SEM IDENTIDIADE:

Título: Unknown
Realizador: Jaume Collet-Serra
Ano: 2011


Liam Neeson deve ter descoberto as viagens low-cost para a Europa. Depois de ter ido para a França perseguir arménios (cortesia de Pierre Morel, em Busca Implacável), Neeson regressa à Alemanha (onde foi bastante feliz a salvar judeus, cortesia de Steven Spielberg), desta vez no avião do espanhol Jaume Collet-Serra, autor de um (semi)interessante Órfã.

Neeson voa então para Berlm, com a sua esposa (January Jones), onde vai participar numa convenção de bioquímica. No entanto, uma sequência de incidentes deixam-no em coma, durante quatro dias, e, quando regressa ao hotel, a sua mulher afirma não o conhecer. Toda a sua vida parece estar virada do avesso e, por isso, Neeson vai necessitar da ajuda de uma taxista bósnia (Diane Kruger) e de um ex-agente da Stasi (Bruno Ganz) paradesvendar este thriller hitchcockiano.

A amnésia não é um tema novo no cinema, de Identidade Desconhecida a Pulsações Explosivas, mas Sem Identidade lança logo de início pistas decisivas (e demasiado declaradas) a anunciar o twist final. Por isso, o filme é um gato escondido com o rabo de fora, que caminha em passo de corrida para o óbvio. E Collet-Serra não consegue ir tirando-nos o tapete de baixo dos pés de quando em vez, como era a sua intenção, porque rapidamente entra num beco sem saída.

Sem Identidade vai conseguindo manter o suspense, com uma realização segura e uma fotografia sóbria, até entrar definitivamente no thriller de acção. E aqui, por dois motivos, começa o descalabro: primeiro porque a intriga é totalmente rebuscada, com príncipes sauditas pacifistas, assassinos super-secretos com demasiado tempo livre para prepararem golpes de lon ga duração e cientistas à James Bond; e segundo porque te, claramente, meia-hora a mais, que ainda por cima parecem pertencer a outro filme.

Tal como em Órfã, Jaume Collet-Serra não consegue equilibrar Sem Identidade entre a boa ideia e a sua concretização. E, assim, deixa cair no chão o Cheeseburger que tinha para o almoço, estragando o que poderia ser uma revigorante refeição.

Posted by: dermot @ 9:31 da manhã
|  




sexta-feira, maio 20, 2011  

BLUE VALENTINE - SÓ TU E EU:

Título: Blue Valentine
Realizador: Derek Cianfrance
Ano: 2010


Em todas as sagas de super-heróis surge um momento em que, invariavelmente, a falta de imaginação irrompe. Nessas alturas há sempre alguém que não aguenta a pressão e, em desespero, activa a opção "realidade alternativa", onde o herói voa para uma dimensão onde tudo é o oposto da nossa e onde tem que enfrentar uma versão malvada dele próprio. Aconteceu ao Homem-Aranha, ao Super-Homem e a uma série deles. Apenas Jerry Seinfeld pôs o dedo na ferida: se na dimensão alternativa tudo é ao contrário, então o duplo do Super-Homem seria um tipo preto, que não voava, lingrinhas e que não sabia escrever.

Toda esta introdução apenas para explicar que Blue Valentine - Só Tu E Eu é um romance saído de uma realidade alternativa da nossa. Ou seja, é uma história de amor, sobre um casal que se apaixona loucamente, passa por algumas situações difíceis e vivem felizes para sempre... até se fartarem um do outro e se descasarem. Tal e qual como na vida real. Blue Valentine - Só Tu E Eu é um caso raro que conta o que se passa aos romances após o habitual e viveram felizes para sempre...

Blue Valentine - Só Tu E Eu é ainda o verdadeiro filme indie, que nos relembra o tempo em que ver cinema independente era ver filmes fora dos moldes convencionais, situando-nos nas margens do que habitualmente assistimos. É isso que faz de Blue Valentine - Só Tu E Eu um filme tão desconfortável, já que nos identificamos mais com ele do que desejaríamos. Todos preferimos antes acreditar nas fábulas de príncipes e princesas encantadas, mesmo quando estas terminam de forma trágica, ou não tivéssemos tido a prova cabal há pouco tempo, com as audiências brutais do casamento real de William e Kate.

Mas Blue Valentine - Só Tu E Eu não é só a parte má, tem também o início da história, quando Ryan Gosling e Michelle Williams eram jovens e tudo era um mar de rosas. É o momento Antes Do Amanhecer. A novidade é que o realizador opta por contar o passado e presente de forma entremeada, aproveitando para colocar em contraste o antes e o depois, o amor e o desprezo, o respeito e o despeito, fazendo assim de Blue Valentine - Só Tu E Eu um filme de ambivalências.

Por fim, Blue Valentine - Só Tu E Eu é também um filme de (grandes) actores. Ryan Gosling já o tinha provado em Half Nelson, por isso a surpresa é mesmo Michelle Williams que, apesar de ter estado bem em O Segredo De Brokeback Mountain, tinha tido apenas um papel curtinho. Quem a viu em Dawson's Creek e quem a vê agora... Williams precisa de uma consagração qualquer, correndo o risco de passar ao lado de uma grande carreira.

Resumindo e baralhando, Blue Valentine - Só Tu E Eu tem uma fala que sintetiza todo o filme: os homens são mais românticos que as mulheres. Eles casam-se com aquela que acreditam poder (querer?) suportar até ao fim das suas vidas, enquanto que elas nunca conseguem apagar a ideia de encontrar um príncipe perfeito num cavalo branco, acabando por casar como menos mau, na esperança de os conseguirem mudar a seu gosto. E depois não o conseguem (claro) e cansam-se. Terrivelmente esclarecedor, este Le Big Mac.

PS - Blue Valentine - Só Tu E Eu é ainda versão estendida desta maravilhosa curta francesa, que foi capaz de dizer o mesmo em muito menos tempo. Aligato é o Blue Valentine - Só Tu E Eu para pessoas com pressa.

Posted by: dermot @ 9:37 da manhã
|  




quarta-feira, maio 18, 2011  

NOWHERE BOY:

Título: Nowhere Boy
Realizador: Sam Taylor-Wood
Ano: 2009


Ainda no outro dia escrevia aqui que continua a faltar um bom filme sobre os Beatles, quando descubro Nowhere Boy, mais um filme sobre John Lennon e a fase pré-Beatles. Nowhere Boy é um bio-pic sobre o Lennon adolescente e termina exactamente naquela altura em que John, Paul, George e Stu partem para Hamburgo, fazendo deste uma prequela não-oficial de Backbeat, Geração Inquieta.

Se vai para Nowhere Boy à espera de encontrar música e algo sobre os Beatles, então pode tirar o cavalinho da chuva. Até porque os restantes membros da banda só aparecem mesmo no final. E de fugida. Nowhere Boy é antes sobre um jovem problemático e rebelde, que descobre o rock'n'roll. E é sobre um jovem quer vive com a tia, mas cuja mãe reaparece na sua vida, uma mãe com um espírito livre, que gosta demasiado da vida. E de homens.

A realizadora Sam Taylor-Wood tenta retirar do filme qualquer referência aos Beatles (exceptuando um par de piscadelas de olho), eliminando assim o John Lennon lenda, optando antes pela humanização do protagonista. Nowhere Boy é assim um drama sentimental sobre um triângulo matriacal em que, num dos vértices, está um jovem que anos depois iria cantar mother, you had me, but I never had you. E, pertinentemente, Nowhere Boy termina ao som de Mother, único tema com a assinatura de Lennon presente na banda-sonora.

Nowhere Boy tinha então pano para mangas, até porque a relação entre Lennon e a sua mãe é sempre ambígua. Basta ver a cena em que, ao som de Screamin' Jay Hawkins e o seu clássico I Put A Spell On You, a mãe se roça libidinosamente no filho, deixando-nos desconfortáveis com os ecos de incesto que ecoam por todo o lado. Contudo, Sam Taylor-Wood nunca consegue mais do que umas leves referências a este complexo de Édipo, num filme demasiado liso e sem espessura dramática, mais perto sempre do telefilme do que do cinema de mérito.

Sam Taylor-Wood tenta aqui o mesmo que Steve McQueen, ou seja, dar o salto das artes plásticas para o cinema, mas o passo fica mais curto que a perna. Inspirada num cinema mais situacionista e reflexivo, como se tivesse estado a ver Ninguém Sabe pela noite fora, Taylor-Wood tenta retratar John Lennon com sensibilidade, mas falta-lhe muito sal. Bem mais conseguido é o retrato de época, em que sentimos o rock'n'roll em ebulição, prestes a saltar para o meio da rua na esquina seguinte. Aaron Johnson é um John Lennon extremamente parecido (especialmente com os óculos de massa) e fez todas as performances vocais com distinção. Mas enfim, ficamo-nos pelo Double Cheeseburger e continuamos a aguardar por um biopic de jeito dos Fab Four.

Posted by: dermot @ 6:11 da tarde
|  




terça-feira, maio 17, 2011  

SUCKER PUNCH - MUNDO SURREAL:

Título: Sucker Punch
Realizador: Zack Snyder
Ano: 2011


Zack Snyder apareceu de fininho e, sem que ninguém desse por isso, conquistou Hollywood em pouco tempo. Começou por um insuspeito remake dos zombies de George A. Romero e passou pelas adaptações de graphic novels de Frank Miller e Alan Moore, conquistando a crítica e o público com um cinema estiloso. E a indústria, que facilmente gosta de superlativar, chamou-lhe logo o novo Kubrick. Exageros à parte, Snyder recebeu entretanto carta verde para um projecto totalmente seu.

Sucker Punch - Mundo Surreal é o primeiro filme que Snyder trabalha com material original. E a primeira conclusão que fica é que, apesar de ser um realizador magistral e com uma imaginação fértil, Snyder é um argumentista fraquinho. A história de Sucker Punch - Mundo Surreal é uma trapalhada, com um esqueleto demasiado frágil para aguentar tanto clichet e lugares-comuns. E sem um argumento sólido por trás, Snyder perde-se em exercícios de estilo que não levam a lado nenhum e em masturbação visual. Ah, e em câmaras lentas, claro. Muitas câmaras lentas!

Sucker Punch - Mundo Surreal inicia-se como Watchmen - Os Guardiões: numa só sequência, ao som de Sweet Dreams, Snyder despacha todo o primeiro acto do filme: uma tragédia gótica de uma menina, Baby Doll (Emily Browning), que é internada num hospício de fazer inveja a Voando Sobre Um Ninho De Cucos, pelo seu padrasto maligno. Dentro de uma semana, Baby Doll vai receber o tratamento especial de Egas Moniz, vulgo lobotomia, e por isso tem cinco dias para magicar uma fuga. Mas se estavam à espera de um filme-evasão então esqueçam! Numa espécie de A Origem para pobres, Baby Doll cria dois níveis no seu subconscientes onde vai planear a fuga: no primeiro, o hospício é um cabaret burlesco de luxo, onde só falta a Cher e alguma cantoria; e, no segundo, Baby Doll e as suas amigas malucas internadas são guerreiras altamente treinadas, que têm que ultrapassar missões com samurais(!), nazis(!!) ou dragões(!!!). Por favor, não perguntem...

Não é por acaso que Sucker Punch - Mundo Surreal foi descrito como a Alice No País Das Maravilhas com metralhadoras. Zack Snyder é uma espécie de Baz Lurhmann da fantasia, operando sequências de acção barrocas, mas escrevendo fraquinhos pedaços de argumentos, fazendo de Sucker Punch - Mundo Surreal um sonho húmido para geeks: miúdas em lingerie com metralhadoras, actuando em cenários de Dungeons & Dragons. No fundo, é o mesmo Zack Snyder fetichista de 300, mas desta vez com mulheres em vez de homens.

Em Sucker Punch - Mundo Surreal chateia ainda tanto girl power, especialmente na banda-sonora, com versões de boas músicas rock por más artistas femininas. A Björk ainda está bem, mas quem é que quer ouvir os Skunk Anasie a estragar os Pixies? A sério, Snyder é excelente a filmar, mas não o deixem escrever mais, ok? É que, para a próxima, desconfio que será bem pior que o Double Cheeseburger.

Posted by: dermot @ 12:30 da tarde
|  




sábado, maio 14, 2011  

BURLESQUE:

Título: Burlesque
Realizador: Steve Antin
Ano: 2010


Desde que Chicago reabilitou o musical que, todos os anos,a Academia tem distinguido, mais ou menos de forma envergonhada, um filme do género. Nos Oscares deste ano, Burlesque foi o escolhido para preencher o quórum.

Burlesque até poderia aproveitar uma premissa interessante. Ao ter como protagonistas duas estrelas da canção feminina, Cher e Christina Aguilera, o realizador Steve Antin poderia aproveitar a tensão entre este "confronto" de estrelas do mesmo campeonato, mas de gerações diferentes. Contudo, Burlesque limita-se a ser um rip-off desenvergonhado de Coyote Bar tresmalhado de Moulin Rouge.

Aguilera é então a típica underdog, que deixa um trabalho como empregada de mesa no interior para ir procurar o sonho americano na grande Los Angeles. Aguilera vai parar a um clube à beira mar, de burlesco e vaudeville, e, quase ao mesmo tempo, um assalto absurdo ao seu apartamento recém-arrendado vai leva-la também à casa de um colega do bar e potenciar futura parelha para o final feliz do costume.

Burlesque é o tipo de musical em que, a cada cinco minutos, toda a gente irrompe a cantar e a dançar. No entanto, as músicas aqui nada servem para adiantar a narrativa; são apenas coreografias e uma jukebox de boas canções para ir tapando buracos e aumentar o nível de entretenimento flamboyant do filme, exponencial ao guarda-roupa de Cher. Por isso, o argumento é o mais esquemático possível para caber em tão pouco espaço disponível, enquanto que as personagens estão arrumadinhas nos seus arquétipos estanques: a boa (Aguilera), a má (Kristen Bell), a matrona (Cher), o vilão (Eric Dane), o príncipe (Cam Gigandet) e o gay (genial Stanley Tucci).

Assim, Burlesque vai servindo para entreter os olhos e os ouvidos, mas a partir de metade, quando o filme se torna no Christina-Aguilera-one-woman-show e ela passa a interpretar as suas próprias composições, começar a diminuir os factores de interesse. Se Burlesque já era um filme que de novo era quase nulo, a partir de meio afunda-se ainda mais em boçalidade e melodrama teenager. Fica-se pelo Cheeseburger porque, felizmente, não é muito longo.

Posted by: dermot @ 12:05 da tarde
|  




terça-feira, maio 03, 2011  

THE TROLL HUNTER:

Título: Trolljegeren
Realizador: André Øvredal
Ano: 2010


Se alguma vez o O Projecto Blair Witch fez surpresa alguma foi no facto de ter demorado mais de uma década até terem começado a copiar-lhe o estilo. Afinal de contas, o género é tão acessível e económico que, salvo esparsas e raras excepções (as que confirmam a regra, claro), admiramo-nos como é que não apareceram mais miúdos, jovens realizadores ou consagrados cineastas a agarrarem numa câmara e em meia dúzia de amigos com boa vontade e a fazerem filmes como esse.

Para quem andou distraído ou viveu dentro de uma gruta nos anos 90, qual eremita de Sesimbra, o O Projecto Blair Witch foi uma experiência cinematográfica notável. Um grupo de amigos pegou numa câmara, foi para uma floresta algures e filmou umas coisas dispersas, fingindo estarem a fazer um documentário sobre a lenda de uma bruxa qualquer. Entretanto, foram acrescentando uns elementos paranormais e, quando a coisa começava a aquecer, o filme termina. Tudo isto alicerçado a uma manobra de marketing brutal, muitos anos antes das elaboradas campanhas virais da actualidade, fez com que O Projecto Blair Witch se tornasse num fenómeno. Havia quem acreditasse que aquilo era verdade, havia quem se indignasse com tamanha falcatrua, havia quem tivesse adorado e havia quem tivesse detestado. O que é certo é que toda a gente foi ver. E, tirando Holocausto Canibal (novamente a excepção que confirma a regra), não houve um mockumentário de found footage que tivesse feito correr tanta tinta.

Hoje em dia, a prática já está mais ou menos estabelecida, com títulos como [REC] ou Nome De Código: Cloverfield à cabeça. Contudo, enquanto esses são primos afastados, eis que chega da insuspeita Noruega um irmão de sangue. The Troll Hunter é o filme gémeo de O Projecto Blair Witch, em que um trio de amigos decidem ir procurar uma história sobre os caçadores de ursos locais - para quem não sabe, caçar ursos na Noruega é uma profissão bastante complexa, uma vez que envolve uma licença quase exclusiva e muitas notícias nos telejornais -, acabando por descobrir um caçador de trolls(!) e uma conspiração governamental para esconder que tais criaturas mitológicas existem.

O problema entre O Projecto Blair Witch e The Troll Hunter é que este norueguês tem muito pouco cinema dentro de si. E começa logo pelo facto de que, enquanto que os primeiro andavam a tentar fazer um documentário, estes andam à procura de uma reportagem. Ou pelo menos assim parece, porque se a forma deles fazerem um documentário era aquela então a coisa teria ficado uma bela merda. Depois, o outro problema de The Troll Hunter passa pela edição. No início, uma mensagem informa que o filme é o resultado de não sei quantas horas de filme que, anonimamente, chegaram às mãos dos produtores. Ora bem, quem compilou aquelas imagens sabia tanto de edição quanto eu, uma vez a maior parte do tempo são imagens avulsas de viagens de carro pela paisagem norueguesa (se bem que os fiordes são sempre coisa boa de se ver) e quanto mais rápidas melhor.

Depois, o filme tem outro problema, mas algo que pode ser apenas meu. É que, enquanto que O Projecto Blair Witch era sobre bruxas, fenómeno paranormal a que estamos acostumados e que, acreditemos ou não, engolimos facilmente (até porque que las hay, hay), The Troll Hunter é sobre...trolls(!). Quer dizer, trolls são aqueles gigantes de O Senhor Dos Anéis e outras fantasias semelhantes e, estar a tentar acreditar em monstros capazes de cheirar sague cristão e que ficam transformados em pedra com a luz do sol, é como tentarem garantirnos que a Betty Grafstein não foi operada à próstata. Claro que no contexto norueguês, em que o seu folclore inclui trolls, a coisa deve ter outro sabor (consta mesmo que sim, pelo menos aferindo pela opinião de um par de amigos de lá), até porque permite detectar certas referências próprias da cultura escandinava.

Por isso, The Troll Hunter não é bem um mockumentário sério, é mais uma mistura de O Projecto Blair Witch com sátira folclórica norueguesa. Não é bem propriamente um filme que queira vez outra vez, mas também não vai morrer se o fizer. Prove o Cheeseburger por sua conta e risco.

Posted by: dermot @ 11:04 da tarde
|  




segunda-feira, maio 02, 2011  

GREEN HORNET:

Título: The Green Hornet
Realizador: Michel Gondry
Ano: 2011


Não sei o que espanta mais nesta versão contemporânea de Green Hornet, o clássico herói dos seriados radiofónicos dos anos 60. Se o facto de ser realizador por Michel Gondry, o sensível realizador da bricolage faça-você-mesmo, ou o facto de ter Seth Rogen, uma das estrelas da nova comédia norte-americana liderada por Judd Apatow, como protagonista. O que me leva a perguntar de mim para mim: mais uma vez, onde raio está o Kevin Smith? Mas por que é que o seu nome aparece ligado a todos os filmes de heróis e depois acaba por nunca realizar nenhum? Não era fixe ter um filme de super-heróis feito por alguém que percebe da poda? E não pode ser sempre culpa dos produtores, ou pode?

Acho que nunca vi ou li nada do Green Hornet, apesar de me lembrar da série, muito parecida com o Batman do Adam West. No entanto, tenho dúvidas que o herói original seja minimamente parecido com a versão de Gondry. É que o realizador francês faz dele o arquétipo perfeito do anti-herói - um tipo trapalhão, gorducho e sem nenhum poder especial. No fundo, é o background perfeito para Seth Rogen. A ideia de Gondry até se percebe, numa tentativa de humanizar o herói (algo que está na moda no universo dos super-heróis, como já devem ter reparado), mas Green Hornet estica-a tanto que deixamos de estar a ver Green-Hornet-filme-de-heróis e passamos a Green-Hornet-chick-flick-para-gajos-à-Judd-Apatow. Quem é que quer um super-herói que não sabe fazer nada?

Seth Rogen é então Britt Reid, uma espécie de Paris Hilton da ficção, já que é o filho de um multimilionário com um império na comunicação social, que marca presença habitual nas primeiras páginas dos tablóides pelas suas festanças de meia-noite e pela extensa lista de conquistas. Contudo, quando o pai morre subitamente e Reid herda o seu negócio, vai ter um duro choque com a realidade. Assim, decide criar com Kato, o seu mecânico expert em gadgets e artes marciais (Jay Chou no papel que Bruce Lee imortalizou nos anos 60), uma dupla secreta de heróis e começar a fazer qualquer coisa de útil pela sua cidade, acabando por se meterem com o rei do crime local, um inseguro e divertidíssimo Christoph Waltz que, infelizmente, pouco tempo de antena tem.

A intriga já é frouxa, mas pior que isso é a realização de Gondry, realizador a que estamos habituados que nos dê uns quantos orgasmos visuais, com uma sensibilidade cinematográfica incomum. Em Green Hornet, o realizador francês passa despercebido por detrás do buddy movie de acção e de tanto CGI, intervalado para as piadas de Seth Rogen e para as acrobacias de Jay Chou. E, no meio de tudo isto, um cameo metido a martelo de James Franco e um erro de casting que nos faz despertar violentamente para a realidade: ao escolher Cameron Diaz para o papel de gaja boa do flme, apercebemo-nos como ela está velha e feia (sad face).

Green Hornet não é um mau filme, apesar de uma componente existencialista ser o que menos esperamos de uma história de super-heróis (já nos basta o primeiro Hulk, não é?), mas a verdade é que não há nada que nos prenda verdadeiramente a atenção durante as suas duas horas e tal. O herói não é cativante, a intriga não é apelativa e não há nada de verdadeiramente memorável. Talvez que seja um Double Cheeseburger que envelheça bem, mas só lhe irei voltar a pôr a vista em cima daqui a muito tempo. E de forma casual, de certeza, porque se depender de mim certamente não sairá da prateleira em muitos anos. Em contrapartida, a banda-sonora está no leitor de cds recorrentemente: White Stripes, Rolling Stones, Greenhornes...

Posted by: dermot @ 10:43 da manhã
|  





COTAÇÃO:
10 - Royale With Cheese
9 - Le Big Mac
8 - McRoyal Deluxe
7 - McBacon
6 - McChicken
5 - Double Cheeseburger
4 - Cheeseburger
3 - Caixinha de 500 paus (Happy Meal)
2 - Hamburga de Choco
1 - Pão com Manteiga

TAKE:
Take - cinema magazine | take.com.pt


ARE YOU TALKING TO ME:
DUELO AO SOL
CLARENCE HAD A LITTLE LAMB
GONN1000
BITAITES
ANTESTREIA
CINEBLOG
CINEMA NOTEBOOK
CONTRA CAMPO
ZONA NEGRA
O MELHOR BLOG DO UNIVERSO
A CAUSA DAS COISAS
O MEU PIU PIU
AMARCORD
LAURO ANTÓNIO APRESENTA
SARICES ARTÍSTICAS
A RAZÃO TEM SEMPRE CLIENTE
MIL E UM FILMES
AS IMAGENS PRIMEIRO
A DUPLA PERSONALIDADE
TRASH CINEMA TRASH
SUNSET BOULEVARD
CINEMA XUNGA


ARE YOU TALKIN' TO ME?
cinephilus@mail.pt


CRÍTICAS:
- A Armadilha
- A Arte De Pensar Negativamente
- A Árvore Da Vida
- A Balada de Jack And Rose
- A Bela E O Paparazzo
- A Boda
- À Boleia Pela Galáxia
- A Cabana Do Medo
- A Cela
- A Canção De Lisboa
- A Cara Que Mereces
- A Casa Dos 1000 Cadáveres
- A Casa Maldita
- A Cidade Dos Malditos
- A Ciência Dos Sonhos
- A Comunidade
- A Cor Do Dinheiro
- A Costa Dos Murmúrios
- A Criança
- A Dália Negra
- A Dama De Honor
- A Descida
- A Duquesa
- À Dúzia É Mais Barato
- A Encruzilhada
- A Estrada
- A Estranha Em Mim
- A Frieza Da Luz
- A Fúria Do Dragão
- A História De Uma Abelha
- A Honra Da Família
- A Janela (Maryalva Mix)
- A Lagoa Azul
- A Lenda Da Floresta
- A Liga Dos Cavalheiros Extraordinários
- A Lista De Schindler
- A Lojinha Dos Horrores
- A Mais Louca Odisseia No Espaço
- A Maldição Da Flor Dourada
- A Mansão
- A Maravilhosa Aventura De Charlie
- A Marcha Dos Pinguins
- A Máscara
- A Máscara De Cristal
- A Menina Jagoda No Supermercado
- A Minha Bela Lavandaria
- A Minha Vida Sem Mim
- A Morte Do Senhor Lazarescu
- A Mosca
- A Mulher Do Astronauta
- A Mulher Que Viveu Duas Vezes
- A Múmia
- A Noiva Cadáver
- A Noiva Estava De Luto
- A Origem
- A Outra Margem
- A Paixão De Cristo
- A Pele Onde Eu Vivo
- A Pequena Loja Dos Horrores
- A Prairie Home Companion - Bastidores Da Rádio
- A Presa
- À Procura Da Terra Do Nunca
- A Promessa
- À Prova De Morte
- A Rainha
- A Rai­nha Africana
- A Raiz Do Medo
- A Rapariga Santa
- A Rede Social
- A Religiosa Portuguesa
- A Ressaca
- A Residencial Espanhola
- A Sangue Frio
- A Secretária
- A Semente Do Diabo
- A Senhora Da Água
- A Severa
- A Sombra Do Caçador
- A Sombra Do Samurai
- A Tempestade No Meu Coração
- A Tempo E Horas
- A Torre Do Inferno
- A Turma
- A Última Famel
- A Última Tentação De Cristo
- A Valsa Com Bashir
- A Verdadeira História De Jack, O Estripador
- A Viagem De Chihiro
- A Viagem De Iszka
- A Vida De Brian
- A Vida É Um Jogo
- A Vida É Um Milagre
- A Vida Em Directo
- A Vida Secreta Das Palavras
- A Vila
- A Vítima Do Medo
- A Vizinha Do Lado
- A Volta Ao Mundo Em 80 Dias
- Aberto Até De Madrugada
- Abraços Desfeitos
- Acção Total
- Aconteceu No Oeste
- Across The Universe
- Actividade Paranormal
- Acusado
- Adam Renascido
- Admitido
- Adriana
- Aelita
- Ágora
- Água Aos Elefantes
- Air Guitar Nation
- Albert, O Gordo
- Aldeia Da Roupa Branca
- Alice
- Alice In Acidland
- Alice No País Das Maravilhas
- Alien - O Oitavo Passageiro
- Aliens - O Reencontro Final
- Alien - A Desforra
- Alien - O Regresso
- Alien Vs. Predador
- Alien Autopsy
- Alma Em Paz
- Almoço De 15 De Agosto
- Alphaville
- Alta Fidelidade
- Alta Golpada
- Alta Tensão
- Alucinação
- Amália
- Amarcord
- American Movie
- American Splendor
- Amor À Queima-Roupa
- Amor De Verão
- Amor E Corridas
- Amor E Vacas
- Amor Em Las Vegas
- Amor Ou Consequência
- And Soon The Darkness
- Angel-A
- Animal
- Annie Hall
- Anónimo
- Antes Do Anoitecer
- Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste
- Anticristo
- Anvil! The True Story of Anvil
- Anytinhig Else - A Vida E Tudo Mais
- Appaloosa
- Apocalypto
- Aquele Querido Mês De Agosto
- Aracnofobia
- Aragami
- Arizona Dream
- Armin
- Arséne Lupin - O Ladrão Sedutor
- As Asas Do Desejo
- As Aventuras De Jack Burton Nas Garras Do Mandarim
- As Aventuras De Tintim - O Segredo Do Licorne
- As Aventuras Do Príncipe Achmed
- As Bandeiras Dos Nossos Pais
- As Bonecas Russas
- As Canções De Amor
- As Crónicas De Narnia - O Leão, A Feiticeira E O Guarda-Roupa
- As Diabólicas
- As Ervas Daninhas
- As Invasões Bárbaras
- As Lágrimas Do Tigre Negro
- As Leis Da Atracção
- As Noites Loucas Do Dr. Jerryll
- As Penas Do Desejo
- As Tartarugas Também Voam
- As Vidas Dos Outros
- Aberto Até De Madrugada
- Assalto À Esquadra 13 (1976)
- Assalto À Esquadra 13 (2005)
- Assalto Ao Santa Maria
- Assassinos Natos
- Ata-me
- Até Ao Inferno
- Até Ao Limite Do Terror
- Atraídos Pelo Crime
- Através Da Noite
- Attack Of The 50 Foot Woman
- Aurora
- Austrália
- Autocarro 174
- Avatar
- Aviva, Meu Amor
- Aztec Rex
- Azul Metálico

- Babel
- Backbeat, Geração Inquieta
- Balas E Bolinhos - O Regresso
- Balbúrdia No Oeste
- Bando À Parte
- Baraka
- Barbarella
- Barreira Invisí­vel
- Batman
- Batman Regressa
- Batman - O Início
- Be Cool
- Beijing Bastards
- Belleville Rendez-Vouz
- Bem-vindo À Zombieland
- Bem-vindo Ao Norte
- Berlin 36
- Birth - O Mistério
- Biutiful
- Black Sheep
- Black Snake Moan - A Redenção
- Blade Runner - Perigo Iminente
- Blueberry
- Boa Noite E Boa Sorte
- Bobby Darin - O Amor É Eterno
- Body Rice
- Bombom
- Bom Dia Noite
- Bom Dia Vietnam
- Bonnie E Clyde
- Boogie Nights
- Borat
- Brasil - O Outro Lado Do Sonho
- Breakfast On Pluto
- Brincadeiras Perigosas (2007)
- Brisa De Mudança
- Bronson
- Bruce, O Todo-poderoso
- Bruiser - O Rosto Da Vingança
- Bruno
- Buffalo 66
- Bubba Ho-Tep
- Bullit
- Bunker Palace Hotel
- Buried
- Busca Implacável
- Bz, Viagem Alucinante

- Cadillac Records
- Cães Danados
- Cães De Palha
- Café E Cigarros
- Call Girl
- Camino
- Capitão Alatriste
- Capitão América - O Primeiro Vingador
- Capote
- Carrie
- Cartas Ao Padre Jacob
- Cartas De Iwo Jima
- Casa De Loucos
- Casablanca
- Casino Royale
- Catwoman
- Cavalo De Guerra
- Cemitério Vivo
- Censurado
- Centurion
- Charlie E A Fábrica De Chocolate
- Che - Guerrilha
- Che - O Argentino
- Chemical Wedding
- Chéri
- Chinatown
- Chocolate
- Choke - Asfixia
- Chovem Almôndegas
- Christine - O Carro Assassino
- Cidade Fria
- Cinco Dias, Cinco Noites
- Cinema Paraíso
- Cinerama
- Cisne Negro
- Clube De Combate
- Coco Avant Chanel
- Coisa Ruim
- Cold Mountain
- Cold Weather
- Colete De Forças
- Colisão
- Com Outra? Nem Morta!
- Comboios Rigorosamente Vigiados
- Comer Orar Amar
- Complexo - Universo Paralelo
- Conan, O Bárbaro
- Contrato
- Control
- Controle
- Coração De Cavaleiro
- Coração De Gelo
- Coração Selvagem
- Corações De Aço
- Coragem De Mãe: Confrontando O Autismo
- Corre Lola Corre
- Correio De Risco
- Correio De Risco 3
- Corrida Contra O Futuro
- Corrupção
- Cozinhando A História
- Crank - Veneno No Sangue
- Crank - Alta Voltagem
- Cremaster
- Crime Ferpeito
- Crippled Masters
- Cristóvão Colombo - O Enigma
- Crónica Dos Bons Malandros
- Crueldade Intolerável
- Cubo
- Culture Boy
- Cypher
- Cyrano de Bergerac (1950)

- Daisy Town
- Dallas
- Danny The Dog - Força Destruidora
- Daqui P'ra Frente
- Dark City - Cidade Misteriosa
- De Cabeça Para Baixo
- De Homem Para Homem
- De Olhos Abertos
- De Olhos Bem Fechados
- De Sepultura Em Sepultura
- De Tanto Bater O Meu Coração Parou
- De-Lovely
- Delhi Belly
- Dead Snow
- Death Race 2000
- Deixa-me Entrar
- Delicatessen
- Demolidor - O Homem Sem Medo
- Dentro Da Garganta Funda
- Depois Do Casamento
- Destruir Depois De Ler
- Diamante De Sangue
- Diário Dos Mortos
- Diários De Che Guevara
- Dias De Futebol
- Dick E Jane - Ladrões Sem Jeito
- Dictado
- Die Hard 4.0 - Viver Ou Morrer
- Die You Zombie Bastards!
- Dogma
- Domino
- Don Juan DeMarco
- Donnie Brasco
- Doom - Sobrevivência
- Doomsday - Juízo Final
- Dorian Gray
- Dot.Com
- Dr. Estranhoamor
- Drácula 2001
- Drácula De Bram Stoker
- Drive - Risco Duplo
- Dreamgirls
- Duas Mulheres

- É Na Terra Não É Na Lua
- Easy A
- Easy Rider
- Eduardo Mãos De Tesoura
- Efeito Borboleta
- El Mariachi
- El Topo
- Ela Odeia-me
- Eles
- Eles Vivem
- Elvis
- Em Bruges
- Em Busca Da Felicidade
- Em Carne Viva
- Em Liberdade
- Em Nome De Caim
- Em Nome De Deus
- Em Paris
- Em Privado
- Embargo
- Encarnação Do Demónio
- Encontros Em Nova Iorque
- Encrenca Dupla
- Encurralada
- Ensaio Sobre A Cegueira
- Enterrado Na Areia
- Entre Os Dedos
- Entrevista
- Equilibrium
- Era Uma Vez No México
- Eraserhead - No Céu Tudo É Perfeito
- Escola De Criminosos
- Escolha Mortal
- Esporas De Aço
- Estado De Guerra
- Estamos Vivos
- Este É O Meu Lugar
- Este País Não É Para Velhos
- Estômago
- Estrada Perdida
- Estranhos
- Estrellita
- Eu Amo-te Phillip Morris
- Eu, Peter Sellers
- Eu Sou A Lenda
- Eu Sou Evadido
- Eu, Tu E Todos Os Que Conhecemos
- Everything Must Go
- Evil Dead - A Noite Dos Mortos-Vivos
- Evil Dead 2 - A Morte Chega De Madrugada
- Evil Dead 3 - O Exército Das Trevas
- Ex-Drummer
- Exterminador Implacável 1
- Exterminador Implacável 2 - O Dia Do Julgamento Final
- Exterminador Implacável 3 - Ascensão Das Máquinas
- Exterminador Implacável 4 - A Salvação

- Factory Girl - Quando Edie Conheceu Warhol
- Factotum
- Fados
- Fahrenheit 9/11
- Falso Alarme
- Fando E Lis
- Fantasmas De Marte
- Fargo
- Faster, Pussycat! Kill! Kill!
- Fausto 5.0
- Favores Em Cadeia
- Felicidade
- Feliz Natal
- Férias No Harém
- Festival Rocky De Terror
- Ficheiros Secretos: Quero Acreditar
- Fim De Ano Em Split
- Fim-De-Semana Alucinante
- Final Cut - A Última Memória
- Fish Tank
- Florbela
- Flores Partidas
- Fome
- Footloose - A Música Está Do Teu Lado
- Força Delta
- Forrest Gump
- Freddy Vs. Jason
- Frenético
- Frida
- Frost/Nixon
- Fruto Proibido
- Fuga De Los Angeles
- Fuga Para A Vitória
- Fur - Um Retrato Imaginário De Diane Arbus
- Fúria Cega
- Fúria De Viver
- Fúria Silenciosa

- Gabrielle
- Gainsbourg - Vida Heróica
- Gang Dos Tubarões
- Gangs de Nova Iorque
- Garden State
- Génova
- GI Joe - O Ataque Dos Cobra
- Godzilla
- Goodbye Lenine!
- Gosford Park
- Gothika
- Gran Torino
- Grande Mundo Do Som
- Gremlins
- Grizzly Man
- Gru - O Maldisposto
- Guerra Dos Mundos (2005)
- Guerra Dos Mundos (1953)

- Há Lodo No Cais
- Hairspray
- Half Nelson - Encurralados
- Hard Candy
- Harley Davidson E O Cowboy Do Asfalto
- Harold E Maude
- Harry Brown
- Haverá Sangue
- Hawai Azul
- He-Man - Mestres Do Universo
- Head On - A Esposa Turca
- Heartbreak Hotel
- Hell Ride
- Hellboy
- Hellboy 2: O Exército Dourado
- Helter Skelter - O Caso De Sharon Tate
- Henry E June
- Hereafter - Outra Vida
- Hiena
- História De Duas Irmãs
- História De Um Fotógrafo
- Hobo With A Shotgunbr> - Hollywood Ending
- Homem Aranha
- Homem Aranha 2
- Homem Aranha 3
- Homem De Ferro
- Homem Demolidor
- Homem Em Fúria
- Homens De Negro
- Homens De Negro 2
- Homens Que Matam Cabras Só Com O Olhar
- Hostel
- Hostel 2
- Hot Fuzz - Esquadrão De Província
- Howl - Grito
- Hugo

- I Am Sam - A Força Do Amor
- I Spit On Your Grave
- I'll See You In My Dreams
- Iluminados Pelo Fogo
- I'm Still Here
- I Wanna Hold Your Hand
- Imitação Da Vida
- Imortal
- In Search Of A Midnight Kiss
- Indiana Jones E O Reino Da Caveira De Cristal
- Indomável
- Infiltrado
- Inimigos Públicos
- INLAND EMPIRE
- Inquietos
- Insidioso
- Insónia
- Intervenção Divina
- Intriga Internacional
- Invictus
- Irmão, Onde Estás?
- It
- It Might Get Loud
- Italian Spiderman

- Jack Ketchum's The Girl Next Door
- Jackass 2
- Jackass 3D
- Jackie Brown
- Jacuzzi - O Desastre Do Tempo
- James Bond - Agente Secreto
- James Bond - Casino Royale
- James Bond - Quantum Of Solace
- Janela Indiscreta (1954)
- Janela Indiscreta (1998)
- Janela Secreta
- JCVD
- Joga Como Beckham
- John Rambo
- Jonestown - The Life And Death Of Peoples Temple
- Jovens Rebeldes - A Verdadeira História
- Julgamento
- Julie E Julia
- Juno
- Juventude Em Marcha
- Juventude Tardia

- Kalifórnia
- Kandahar
- Karate Kid
- Katyn
- Kenny
- Kick Ass - O Novo Super-herói
- Kids - Miúdos
- Kill Bill vol.2
- King Kong (2005)
- Kiss Kiss Bang Bang
- Kiss Me
- Klimt
- Kopps
- Kung-Fu-Zão
- Kung Pow - Punhos Loucos

- La Jetée
- La Vie En Rose
- Ladrões
- Lady Snowblood
- Laranja Mecânica
- Last Days - Os Últimos Dias
- Lavado Em Lágrimas
- Lemmy
- Léon, O Profissional
- Lichter
- Lindas Encrencas As Garotas
- Lobos
- Longe Da Terra Queimada
- Lost In Translation - O Amor É Um Lugar Estranho
- Lua De Mel, Lua De Fel
- Lucifer Rising
- Lucky Luke
- Lucky Number Slevin - Há Dias De Azar

- M - Matou!
- Má Educação
- Machete
- Madrigal
- Maldito United
- Mamma Mia
- Manhattan
- Manô
- Mamonas Pra Sempre
- Mar Adentro
- Maria E As Outras
- Marie Antoinette
- Marjoe
- Marte Ataca!
- Matança De Natal
- Match Point
- Matou A Família E Foi Ao Cinem
- McQuade, O Lobo Solitário
- Meia-Noite Em Paris
- Meio Metro De Pedra
- Melancolia
- Melinda E Melinda
- Menina
- Mephisto
- Metrópolis
- Meu Nome É Bruce
- Miami Vice
- Milhões
- Milk
- Millenium 1. Os Homens Que Odeiam As Mulheres
- Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
- Minha Mãe
- Minha Terra
- Misery - Capí­tulo Final
- Missão A Marte
- Missão Impossí­vel 3
- Missão Impossível - Missão Fantasma
- Missão Solar
- Mistérios De Lisboa
- Momentos Agradáveis
- Moneyball - Jogada De Risco
- Monsters - Zona Interdita
- Monstro
- Monty Phyton E O Cálice Sagradi
- Morte Cerebral
- Morte De Um Presidente
- Movimentos Perpétuos
- Mr. E Mrs. Smith
- Mrs. Henderson Presents
- Muito Bem, Obrigado
- Mulholland Drive
- Mundo Fantasma
- Mundos Separados
- Munique
- Murderball - Espírito De Combate
- Murish
- Mutilados
- Mysterious Skin

- Na Cama
- Nacho Libre
- Não Estou Aí
- Napoleon Dynamite
- Nas Costas Do Diabo
- Nas Nuvens
- Needle
- Nico: À Margem Da Lei
- Ninguém Sabe
- Nixon
- No Limite Do Amor
- No Vale De Elah
- Noite De Agosto
- Noite Escura
- Noivos Sangrentos
- Nome De Código: Cloverfield
- Northfork
- Nosferatu, O Vampiro
- Nothing
- Nova Iorque 1997
- Nove Raínhas
- Nunca Digas Sim

- O Acontecimento
- O Agente Da Broadway
- O Lugar Do Morto
- O Americano
- O Amor Acontece
- O Anjo Exterminador
- O Anti-Pai Natal
- O Artista
- O Assassínio De Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford
- O Assassí­nio De Richard Nixon
- O Batedor
- O Bom Alemão
- O Bom, O Mau E O Vilão
- O Cabo Do Medo
- O Caminho De São Diego
- O Cão, O General E Os Pássaros
- O Capacete Dourado
- O Castelo Andante
- O Castor
- O Cavaleiro Das Trevas
- O China
- O Cobrador
- O Código Da Vinci
- O Comboio Dos Mortos
- O Comboio Mistério
- O Condenado
- O Couraçado Potemkin
- O Cowboy Da Meia-Noite
- O Crepúsculo Dos Deuses
- O Dedo De Deus
- O Delator!
- O Demónio
- O Despertar Da Besta
- O Despertar Da Mente
- O Deus Da Carnificina
- O Deus Elefante
- O Dia Em Que A Terra Parou (1951)
- O Dia Em Que A Terra Parou (2008)
- O Dia Da Besta
- O Discurso Do Rei
- O Enigma Do Espaço
- O Estranho Caso De Benjamin Button
- O Estranho Mundo De Jack
- O Evangelho Segundo São Mateus
- O Exorcista
- O Fatalista
- O Feiticeiro De Oz
- O Feitiço Do Tempo
- O Fiél Jardineiro
- O Gabinete Das Figuras De Cera
- O Gabinete Do Dr. Caligari
- O Gato Das Botas
- O Génio Do Mal (1976)
- O Grande Peixe
- O Grande Ditador
- O Guerreiro
- O Homem Duplo
- O Homem Que Copiava
- O Homem Que Sabia Demasiado
- O Homem Que Veio Do Futuro
- O Idealista
- O Jogo
- O Júri
- O Imperador Da Califórnia
- O Inquilino
- O Justiceiro Da Noite
- O Labirinto Do Fauno
- O Laço Branco
- O Lado Selvagem
- O Lago Perfeito
- O Leopardo
- O Livro Negro
- O Lobo Do Mar
- O Macaco De Ferro
- O Maquinista
- O Marinheiro De Água Doce
- O Menino De Ouro
- O Meu Tio
- O Milagre De Berna
- O Milagre Segundo Salomé
- O Mistério Galindez
- O Monstro Da Lagoa Negra
- O Mundo A Seus Pés
- O Nevoeiro (1980)
- O Ofício De Matar
- O Olho
- O Orfanato
- O Paciente Inglês
- O Padrinho - Parte I
- O Padrinho - Parte II
- O Padrinho - Parte III
- O Panda Do Kung Fu
- O Panda Do Kung Fu 2
- O Pesadelo De Darwin
- O Pistoleiro Do Diabo
- O Planeta Selvagem
- O Pó Dos Tempos
- O Portador Da Espada
- O Presidiário
- O Prisioneiro Do Rock
- O Protegido
- O Próximo A Abater
- O Quinto Elemento
- O Quinto Império
- O Regresso
- O Rei Dos Gazeteiros
- O Reino Proibido
- O Ritual
- O Ritual Dos Sádicos
- O Sabor Do Amor
- O Sargento Da Força Um
- O Segredo A Brokeback Mountain
- O Segredo De Um Cuscuz
- O Segredo Dos Punhais Voadores
- O Selvagem
- O Sentido Da Vida
- O Sétimo Selo
- O Sítio Das Coisas Selvagens
- O Sonho Comanda A Vida
- O Sonho De Cassandra
- O Sorriso De Mona Lisa
- O Tempo Do Lobo
- O Tesouro Da Sierra Madre
- O Tigre E A Neve
- O Tio Boonmee Que Se Lembra Das Suas Vidas Anteriores
- O Triunfo Da Vontade
- O Turista
- O Último Airbender
- O Último Grande Herói
- O Último Rei Da Escócia
- O Último Tango Em Paris
- O Último Voo Do Flamingo
- O Vingador Tóxico
- O Wrestler
- Ocean's Eleven - Façam As Vossas Apostas
- Odete
- Oldboy - Velho Amigo
- Olho Mágico
- Oliver Twist
- Ônibus 174
- Orca
- Órfã
- Os Amantes Regulares
- Os Amigos De Alex
- Os Bons E Os Maus
- Os Caça-Fantasmas
- Os Cavaleiros Do Asfalto
- Os Chapéus De Chuva De Cherburgo
- Os Cinco Venenos
- Os Clãs Da Intriga
- Os Condenados De Shawshank
- Os Descendentes
- Os Edukadores
- Os Famosos E Os Duendes Da Morte
- Os Filhos Do Homem
- Os Friedmans
- Os Guardiões Da Noite
- Os Homens Preferem As Loiras
- Os Imortais
- Os Inadaptados
- Os Índios Apache
- Os Invisíveis
- Os Irmãos Grimm
- Os Limites Do Controlo
- Os Marginais
- Os Mercenários
- Os Miúdos Estão Bem
- Os Novos Dez Mandamentos
- Os Olhos Da Serpente
- Os Olhos Sem Rosto
- Os Onze De Oceano
- Os Optimistas
- Os Pássaros
- Os Produtores (2005)
- Os Psico-Detectives
- Os Rapazes Da Noite
- Os Rapazes Não Choram
- Os Renegados Do Diabo
- Os Rutles - All You Need Is Cash
- Os Selvagens Da Noite
- Os Simpsons - O Filme
- Os Sonhadores
- Os Sorrisos Do Destino
- Os Super-Heróis
- Os Supeitos Do Costume
- Os Três Enterros De Um Homem
-Os Visistantes Da Idade Média
- Os 300 Espartanos

- Pagafantas
- Palpitações
- Papillon
- Para Onde O Vento Sopra
- Parada De Monstros
- Paraíso, Inferno... Terra
- Paranoid Park
- Paris Je T'Aime
- Party Monster
- Pecados Íntimos
- Pele
- Pequenas Mentiras Entre Amigos
- Performance
- Perigo Na Noite
- Perto Demais
- Pesadelo Em Elm Street
- Pink Floyd The Wall
- Piranha 3D
- Piratas Das Caraíbas - O Mistério do Pérola Negra
- Piratas Das Caraí­bas - O Cofre Do Homem Morto
- Piratas Das Caraíbas - Nos Confins Do Mundo
- Planeta Dos Macacos
- Planeta Dos Macacos: A Origem
- Planeta Terror
- Plano 9 Dos Vampiros Zombies
- Polaróides Urbanas
- Polí­cia Sem Lei (1992)
- Polícia Sem Lei (2009)
- Poltergeist, O Fenómeno
- Ponto De Mira
- Por Favor Rebobine
- Por Favor Não Me Morda O Pescoço
- Porcos & Selvagens
- Posto Fronteiriço
- Precious
- Predadores
- Presente De Morte
- Preto E Branco
- Primer
- Príncipe Da Pérsia - As Areias Do Tempo
- Procurado
- Profissão: Repórter
- Promessas Proibidas
- Proposta Indecente
- Proteger
- Psico
- Psicopata Americano
- Pulp Fiction
- Pulsação Zero
- Punch-Drunk Love - Embriagado De Amor
- Purana Mandir
- Purple Rain

- Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez
- Quarentena
- Quarteto Fantástico (1994)
- Quarteto Fantástico (2005)
- Quase Famosos
- Quatro Noites Com Anna
- Que Lugar Maravilhoso
- Que Se Mueran Los Feos
- Queijo E Marmelada
- Quem Quer Ser Bilionário
- Querida Famí­lia
- Querida Wendy

- R
- Rapariga Com Brinco De Pérola
- Rare Exports
- Ratatui
- Ratos Assassinos
- Ray
- [Rec]
- [REC]2
- Red Eye
- Relatório Kinsey
- Relatório Minoritário
- Religulous - Que O Céu Nos Ajude
- Relíquia Macabra
- Renascimento
- Resident Evil: Apocalypse
- Rio
- Rio Bravo
- Rock De Fogo
- Rock, Rock, Rock
- Rocknrolla - A Quadrilha
- Rocky Balboa
- Roger E Eu
- Roma
- Romance E Cigarros
- Roxanne
- RRRrrrr!!!
- Rubber - Pneu
- Ruídos Do Além
- Ruivas, Loiras E Morenas
- Rumo À Liberdade
- Ruptura Explosiva

- Sacanas Sem Lei
- Sala De Pânico
- Salazar - A Vida Privada
- Salto Mortal
- Samsara
- Sangue Do Meu Sangue
- Sangue Por Sangue
- Santa Sangre
- Sapatos Pretos
- Save The Green Planet!
- Saw - Enigma Mortal
- Saw II - A Experiência Do Medo
- Saw 3D - O Capítulo Final
- Scoop
- Scott Pilgrim Contra O Mundo
- Seconds Apart
- Seis Indomáveis Patifes
- Sem Ela
- Sem Limites
- Sem Rumo
- Sem Tempo
- Semi-Pro
- Ser E Ter
- Sereia
- Serpentes A Bordo
- Sete Anos No Tibete
- Sete Vidas
- Sexo E A Cidade
- Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band
- Shaolin Daredevils
- Shaolin Soccer - O Ás Da Bola
- Shaolin Vs. Evil Dead
- Shattered Glass - Verdade Ou Mentira
- Sherlock Holmes
- Sherlock Holmes - Jogo De Sombras
- Shining
- Shoot 'Em Up - Atirar A Matar
- Shortbus
- Shrek 2
- Shrek O Terceiro
- Shrek Para Sempre
- Sicko
- Sid And Nancy
- Sideways
- Simpatyhy For Mr. Vengeance
- Sin City - Cidade Do Pecado
- Sinais
- Sinais De Fogo
- Sinais Do Futuro
- Sinais Vermelhos
- Singularidades De Uma Rapariga Loira
- Sky Captain E O Mundo De Amanhã
- Slither - Os Invasores
- Soldados Da Fortuna
- Soldados Do Universo
- Sombras Da Escuridão
- Somewhere - Algures
- Sonho De Uma Noite De Inverno
- Sonny
- Sophie Scholl - Os Últimos Dias
- Soro Maléfico
- Sorte Nula
- Soul Kitchen
- Spartacus
- Spartan - O Rapto
- Splice
- Stacy - Attack Of The Schoolgirl Zombies
- Star Wars - A Ameaça Fantasma
- Star Wars - A Vingança Dos Sith
- Star Wars - O Ataque Dos Clones
- Stardust - O Mistério Da Estrela Cadente
- Stone - Ninguém É Inocente
- Stoned, Anos Loucos
- Submarino
- Super
- Super Baldas
- Super-Homem
- Super-Homem: O Regresso
- Super 8
- Superstar
- Suspeita
- Suspiria
- Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro De Fleet Street
- Swimming Pool
- Sword Of Vengeance
- Sympathy For The Devil

- Taking Woodstock
- Tarnation
- Tarzan, O Homem Macaco (1981)
- Taxidermia
- Team America - Polí­cia Mundial
- Tebas
- Tecumseh
- Teeth
- Tempestade Tropical
- Tennessee
- Terra De Cegos
- Terminal De Aeroporto
- Terra Dos Mortos
- Terror Em Setembro
- Terror Na Auto-estrada
- Terror Nas Montanhas
- Tetro
- The Bloodstained Butterfly
- The Brown Bunny
- The Darjeeling Limited
- The Departed: Entre Inimigos
- The Devil And Daniel Johnston - Loucuras De Um Génio
- The Devil's Double
- The First Great Train Robbery
- The Fountain - O Último Capítulo
- The Grudge - A Maldição
- The Host - A Criatura
- The Impossible Kid
- The King Of Kong
- The Langoliers - Meia-Noite E Um
- The Last House On The Left
- The Machine Girl
- The Man From Earth
- The Marine
- The Million Dollar Hotel - O Hotel
- The Mindscape Of Alan Moore
- The Mist - Nevoeiro Misterioso
- The Others - Os Outros
- The Prestige - O Terceiro Passo
- The 50 Worst Movies Ever Made
- The Way
- The Woman
- Thirst - Este É O Meu Sangue
- This Is It
- This Is Spinal Tap
- Thor
- Thriller - A Cruel Picture
- THX 1138
- Tirar Vidas
- Titanic 2
- Tony
- Tournée - Em Digressão
- Toy Story 3
- Tragam-me A Cabeça De Alfredo Garcia
- Transamerica
- Tron
- Tron: O Legado
- Tropa De Elite
- Tropa De Elite 2 - O Inimigo Agora É Outro
- Tsotsi
- Tubarão
- Tubarão 2
- Tubarão 3
- Tubarão IV - A Vingança
- Tucker E Dale Contra O Mal
- Tudo Ficará Bem
- Tudo Pode Dar Certo
- Twisted - Homicídios Ocultos

- Ultra Secreto
- Um Amor De Perdição
- Um Azar Do Caraças
- Um Bater De Corações
- Um Belo Par... De Patins
- Um Cão Andaluz
- Um Dia A Casa Vai Abaixo
- Um Dia De Raiva
- Um Homem Singular
- Um Longo Domingo De Noivado
- Um Lugar Para Viver
- Um Padrasto Para Esquecer
- Um Profeta
- Um Tiro No Escuro
- Um Trabalho Em Itália
- Uma Aventura Na Casa Assombrada
- Uma Boa Mulher
- Uma Canção De Amor
- Uma Espécie De Cavalheiro
- Uma Famí­lia À Beira De Um Ataque De Nervos
- Uma História De Violência
- Uma Pequena Vingança
- Uma Rapariga Com Sorte
- Uma Segunda Juventude
- Uma Segunda Vida
- Undefeatable
- Unseen Evil 2 - Alien 3000
- Up - Altamente

- V De Vingança
- Vai E Vive
- Vais Conhecer O Homem Dos Teus Sonhos
- Valhalla Rising - Destino De Sangue
- Valquíria
- Vampiros de John Carpenter
- Van Helsing
- Vanilla Sky
- Vanitas
- Vasilhame
- Veio Do Outro Mundo
- Veludo Azul
- Velvet Goldmine
- Vencidos Pela Lei
- Vendendo A Pele
- Veneno Cura
- Vera Drake
- Versus - A Ressurreição
- Vestida Para Matar
- Vice
- Vício - Quando Nada É Suficiente
- Vicky Cristina Barcelona
- Vidas Sombrias
- Vigilância
- Vingança Redentora
- Virgem Aos 40 Anos
- Vitus
- Viúva Rica Solteira Não Fica
- Viver A Sua Vida
- Voando Sobre Um Ninho De Cucos
- Voltando Para Casa
- Voltar
- Vontade Indómita
- Voo 93

- Walk Hard - A História De Dewey Cox
- Walk The Line
- WALL-E
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Wassup Rockers - Desafios De Rua
- Watchmen - Os Guardiões
- Welcome To The Rileys
- White Irish Drunkers
- Wild Zero
- Win Win
- Wolf Creek
- Wristcutters: A Love Story

- X-Men
- X-Men 2
- X-Men 3 - O Confronto Final
- X-Men: O Início
- X-Men Origens: Wolverine

- Zack E Miri Fazem Um Porno
- Zardoz
- Zatoichi
- Zombies Party - Uma Noite... De Morte
- Zombies Strippers
- Zozo

- 007 - Agente Secreto
- 007 - Casino Royale
- 007 - Quantum Of Solace
- 10 Coisas Que Odeio Em Ti
- 100 Volta
- 10.000 AC
- 12 Homens Em Fúria
- 12 Macacos
- 12:08 A Este De Bucareste
- 1984
- 2LDK
- 24 Hour Party People
- 28 Dias Depois
- 20,13 - Purgatório
- 2012
- 300
- 4 Copas
- 48
- 50/50
- 6=0 Homeostética
- 8 1/2
- 9 Canções
- 98 Octanas


ENTREVISTAS:
- Fernando Fragata
- Festróia - Mário Ventura
- Filipe Melo
- Good N Evil
- IMAGO - Sérgio Felizardo
- José Barahona
- Nuno Markl
- Paulo Furtado
- Rodrigo Areias
- Sara David Lopes
- Solveig Nordlund
- Fernando Alle


TOPES:
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2011
- Top 5 dos Piores Filmes de 2011
- Top 10 dos Melhores Filmes de 2010
- Top 5 dos Piores Filmes de 2010
- Top 5 dos filmes de Leslie Nielsen
- Top 10 Dos Filmes Low Cost
- Top 5 das Melhores Cenas de Dança
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2009
- Top 5 dos Piores Filmes de 2009
- Top 5 dos Filmes Que Tenho Vergonha De Dizer Que Gosto
- Top 5 das Melhores Músicas de Ennio Morricone
- Top 5 dos filmes com Patrick Swayze
- Top 5 dos Telediscos do Michael Jackson
- Top 5 dos Filmes com David Carradine
- Top 5 dos Filmes com Lutadores de Luta-Livre
- Top 10 Os Melhores Filmes de 2008
- Top 5 Os Piores Filmes de 2008
- Top 5 dos Piores Filmes de Natal
- Top 5 das Coisas que não Esperávamos Ver no Cinema
- Top 5 dos Melhores Filmes de Paul Newman
- Top 5 Personagens Com Palas Nos Olhos
- Top 10 Melhores Cartazes De Cinema
- Top 5 dos Filmes de Chuck Norris
- Top 5 dos Filmes de Patrick Swayze
- Top 10 Os Melhores/Piores Vestidos dos Oscares
- Top 5 As Mortes de Crianças Mais Gratuitas
- Top 10 Os Melhores de 2007
- Top 5 Os Piores de 2007
- Top 7 Adaptações ao Cinema de Livros de Stephen King
- Top 5 Filmes Pela Paz
- Top 5 Os Melhores Beijos
- Top 5 Grandes Arquitectos
- Top 10 Filmes Que Mudaram A Minha Vida
- Top 5 Mulheres de Cabeça Rapada
- Top 5 As Cenas Mais Excitantes
- Top 10 Os Melhores de 2006
- Top 5 Os Piores de 2006
- Top 3 Filmes de Robert Altman
- Top 5 Os Vilões do Cinema
- Top 5 Filmes Com Mick Jagger
- Top 5 Filmes Com Steve Buscemi
- Top 5 Dos Cães no Cinema
- Top 5 Dos Filmes do Indie06
- Top 5 Dos Filmes do Fantas06
- Top 5 dos Presidentes
- Top 10 Os Melhores de 2005
- Top 5 Os Piores de 2005
- Top 5 Filmes com Pat Morita
- Top 10 Os Melhores Filmes Independentes
- Top 5 Os Piores Filmes da Saga Bond
- Top 5 Filmes com Dolph Lundgren
- Top 5 Adaptações de BD Para Cinema
- Top 10 Cenas Mais Assustadoras de Sempre
- Top 5 Vencedores do Óscar
- Top 5 Bond Girls
- Top 5 Filmes Sobre Doenças
- Top 5 Filmes de Natal
- Top 5 Melhores Batalhas Corpo-A-Corpo
- Top 10 Melhores Canções do Cinema
- Top 10 Melhores Filmes de Sempre
- Top 5 Melhores Momentos Musicais
- Top 5 Grandes Duelos do Cinema
- Top 10 Maiores Personagens do Cinema
- Top 5 Piores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 10 Melhores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 5 Filmes Religiosos


BAÚ DO TRASH:
- Needle
- Que Se Mueran Los Feos
- Easy A
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Saw 3D - O Capítulo Final
- And Soon The Darkness
- Os Imortais
- Purana Mandir
- Pagafantas
- The Bloodstained Butterfly
- Cisne Negro


ROYALE WITH CHEESE APRESENTA:
- A Tasca Da Cultura
- A Causa Das Coisas - parte I
- A Causa Das Coisas - parte II
- A Momentary Lapse Of Reason


FILMES A VER ANTES DE MORRER:
- #1 As Lágrimas Do Tigre Negro
- #2 Alucarda
- #3 Time Enough At Last
- #4 Armageddon
- #5 The Favour, The Watch And The Very Big Fish
- #6 Italian Spiderman
- #7 The Soldier And Death


UMA CURTA POR DIA NÃO SABE O BEM QUE LHE FAZIA:
- 1# Rabbit, de Run Wrake
- 2# Aligato, de Maka Sidibé
- 3# The Cat Concerto, de Joseph Barbera & William Hanna
- 4# A Curva, de David Rebordão
- 5# Batman: Dead End, de Sandy Callora
- 6# O Código Tarantino, de Selton Mello
- 7# Malus, de António Aleixo & Crosswalk, de Telmo Martins
- 8# Three Blind Mice, de George Dunning
- 9# Bedhead, de Robert Rodriguez
- 10# Key To Reserva, de Martin Scorcese
- 11# Bambi Meets Godzilla, de Marv Newland
- 12# The Horribly Slow Murderer with the Extremely Inefficient Weapon, de Richard Gale
- 13# Stolz Der Nation, de Eli Roth
- 14# Papá Wrestling, de Fernando Alle
- 15# Glas, de Bert Haanstra
- 16# Fotoromanza, de Michelangelo Antonioni
- 17# Quem É Ricardo?, de José Barahona
- 17# Terra Incognita, de Peter Volkart


AS MELHORES PIORES CENAS DE SEMPRE:
- A Pior Luta
- A Cena Mais Metida A Martelo
- O Ataque Animal Mais Brutal
- A Perseguição Mais Alucinante
- O Duelo Mais Improvável


CLUBE DE CINEMA DE SETÚBAL:
- Janeiro
- Fevereiro
- Março
- Abril
- Maio
- Setembro
- Novembro


FESTIVAIS:
- 20º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9
- 21º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 22º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 23º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 24º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 26º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 12º Caminhos Do Cinema Português
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- Imago 2006
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

;

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



BLOCKBUSTERS:

04/01/2004 - 05/01/2004

05/01/2004 - 06/01/2004

06/01/2004 - 07/01/2004

07/01/2004 - 08/01/2004

08/01/2004 - 09/01/2004

09/01/2004 - 10/01/2004

10/01/2004 - 11/01/2004

11/01/2004 - 12/01/2004

12/01/2004 - 01/01/2005

01/01/2005 - 02/01/2005

02/01/2005 - 03/01/2005

03/01/2005 - 04/01/2005

04/01/2005 - 05/01/2005

05/01/2005 - 06/01/2005

06/01/2005 - 07/01/2005

07/01/2005 - 08/01/2005

08/01/2005 - 09/01/2005

09/01/2005 - 10/01/2005

10/01/2005 - 11/01/2005

11/01/2005 - 12/01/2005

12/01/2005 - 01/01/2006

01/01/2006 - 02/01/2006

02/01/2006 - 03/01/2006

03/01/2006 - 04/01/2006

04/01/2006 - 05/01/2006

05/01/2006 - 06/01/2006

06/01/2006 - 07/01/2006

07/01/2006 - 08/01/2006

08/01/2006 - 09/01/2006

09/01/2006 - 10/01/2006

10/01/2006 - 11/01/2006

11/01/2006 - 12/01/2006

12/01/2006 - 01/01/2007

01/01/2007 - 02/01/2007

02/01/2007 - 03/01/2007

03/01/2007 - 04/01/2007

04/01/2007 - 05/01/2007

05/01/2007 - 06/01/2007

06/01/2007 - 07/01/2007

07/01/2007 - 08/01/2007

08/01/2007 - 09/01/2007

09/01/2007 - 10/01/2007

10/01/2007 - 11/01/2007

11/01/2007 - 12/01/2007

12/01/2007 - 01/01/2008

01/01/2008 - 02/01/2008

02/01/2008 - 03/01/2008

03/01/2008 - 04/01/2008

04/01/2008 - 05/01/2008

05/01/2008 - 06/01/2008

06/01/2008 - 07/01/2008

07/01/2008 - 08/01/2008

08/01/2008 - 09/01/2008

09/01/2008 - 10/01/2008

10/01/2008 - 11/01/2008

11/01/2008 - 12/01/2008

12/01/2008 - 01/01/2009

01/01/2009 - 02/01/2009

02/01/2009 - 03/01/2009

03/01/2009 - 04/01/2009

04/01/2009 - 05/01/2009

05/01/2009 - 06/01/2009

06/01/2009 - 07/01/2009

07/01/2009 - 08/01/2009

08/01/2009 - 09/01/2009

09/01/2009 - 10/01/2009

10/01/2009 - 11/01/2009

11/01/2009 - 12/01/2009

12/01/2009 - 01/01/2010

01/01/2010 - 02/01/2010

02/01/2010 - 03/01/2010

03/01/2010 - 04/01/2010

04/01/2010 - 05/01/2010

05/01/2010 - 06/01/2010

06/01/2010 - 07/01/2010

07/01/2010 - 08/01/2010

08/01/2010 - 09/01/2010

09/01/2010 - 10/01/2010

10/01/2010 - 11/01/2010

11/01/2010 - 12/01/2010

12/01/2010 - 01/01/2011

01/01/2011 - 02/01/2011

02/01/2011 - 03/01/2011

03/01/2011 - 04/01/2011

04/01/2011 - 05/01/2011

05/01/2011 - 06/01/2011

06/01/2011 - 07/01/2011

07/01/2011 - 08/01/2011

08/01/2011 - 09/01/2011

09/01/2011 - 10/01/2011

10/01/2011 - 11/01/2011

11/01/2011 - 12/01/2011

12/01/2011 - 01/01/2012

01/01/2012 - 02/01/2012

02/01/2012 - 03/01/2012

03/01/2012 - 04/01/2012

04/01/2012 - 05/01/2012

05/01/2012 - 06/01/2012

06/01/2012 - 07/01/2012

07/01/2012 - 08/01/2012

08/01/2012 - 09/01/2012

09/01/2012 - 10/01/2012

10/01/2012 - 11/01/2012

11/01/2012 - 12/01/2012

12/01/2012 - 01/01/2013

01/01/2013 - 02/01/2013

02/01/2013 - 03/01/2013

03/01/2013 - 04/01/2013

04/01/2013 - 05/01/2013

05/01/2013 - 06/01/2013

06/01/2013 - 07/01/2013

07/01/2013 - 08/01/2013

08/01/2013 - 09/01/2013

09/01/2013 - 10/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

11/01/2013 - 12/01/2013

12/01/2013 - 01/01/2014

01/01/2014 - 02/01/2014

02/01/2014 - 03/01/2014

03/01/2014 - 04/01/2014

04/01/2014 - 05/01/2014

05/01/2014 - 06/01/2014

06/01/2014 - 07/01/2014

07/01/2014 - 08/01/2014

08/01/2014 - 09/01/2014