Royale With Cheese

 Royale With Cheese

 
 



sábado, janeiro 31, 2009  

PONTO DE MIRA:

Título: Vantage Point
Realizador: Pete Travis
Ano: 2008


Segundo os números norte-americanos, desde o 11 de Setembro que já morreram mais de 4500 inocentes em todo o Mundo, devido ao terrorismo. É uma situação complicada, mas Hollywood esfrega as mãos de contente, aproveitando esta paranóia terrorista para pincelar todos os seus filmes de acção, desde o mais comprometido thriller político ao mais inocente filme-catástrofe de monstros. Até que o desconhecido Pete Travis decidiu fazer qualquer coisa pelo tema e arriscou em pegar no touro pelos cornos.

Eis Ponto De Mira, the ultimate movie about terrorism, que começa em plena praça central de Salamanca (que saudades da noite da cidade espanhola...), onde se preparara uma cimeira histórica anti-terrorismo, onde o presidente norte-americano (William Hurt) vai assinar uns acordos de paz com o resto do Mundo, oriente incluído. Cá fora, os habituais protestantes anti-capitalismo, lá dentro a euforia normal de quem está prestes a presenciar um momento histórico. Até que dois tiros abatem o líder norte-americano, uma bomba detona algures e uma outra rebenta em plena praça. Estão lançados os dados!

Ponto De Mira começa muito bem e, com o atentado, há suspense e tensão por todos os lados. Temos a adrenalina a mil mas, no entanto, em vez de continuar em busca dos culpados, Pete Travis faz o inesperado e regressa atrás. Não uma, mas oito vezes, repetindo os acontecimentos sob o ponto de vista dos vários intervenientes: o do próprio presidente, o do seu guarda-costas pessoal (Dennis Quaid), o da produtora de televisão que faz a cobertura do evento (Sigourney Weaver), a do turista que filma tudo (Forest Whitaker) e mais três secundários menos importantes.

O resultado é uma espécie de Memento em formato mosaico, em que cada releitura dada vai acrescentando novos dados ao caso, como um gigante mcguffin desconstruído. Não é uma coisa fácil de se fazer e dá muito trabalho, mas Pete Travis consgeue safar-se bem, sem buracos no argumento e conseguido controlar os timings, manipulando assim o suspense e a tensão ao longo do filme.

Este gadget argumentativo corria o risco de se tornar aborrecido ao fim de duas ou três vezes, por colocar o espectador sempre a ver a mesma cena (se bem que de pontos de vista distintos), mas o realizador consegue ultrapassar este obstáculo, ao ir imprimindo novos dados a um ritmo regular de policial urbano (24 a dar cartas), que faz com que cada visionamento seja fundamental para o avançar e o descortinar da intriga.

Infelizmente, Ponto De Mira tem um daqueles finais que estraga um filme. Depois de tudo isto resultar, dando um nó no final das pontas soltas, Pete Travis parece ter ficado sem ideias e remata tudo com o fim mais corny de que há memória. No final, o que interessa é o entretenimento e isso é garantido - até porque nunca ninguém se preocupa em dar os motivos paras aquela intriga internacional e, verdade seja dita, também não interessa a ninguém querer saber -, mas destruir um plano gigantesco daqueles com a simples ideia de que os terroristas também têm coração, é quase ofensivo para o espectador.

Por isso, das duas uma: se for uma pessoa que facilmente se ofende, então o final fará com que o Double Cheeseburger seja a ementa adequada; se, por contrário, precisa de muito mais do que uma simples muleta dramática para se sentir atingido na sua integridade, então não se irá arrepnder com o Le Big Mac.

Posted by: dermot @ 1:50 da tarde
|  




quinta-feira, janeiro 29, 2009  

MILK:

Título: Milk
Realizador: Gus Van Sant
Ano: 2008


Não é por acaso que Milk é um dos filmes mais aguardados deste ano que agora começa. São várias as razões: porque é a concretização de um projecto de longa data do realizador Gus Van Sant; porque é um filme sobre Harvey Milk, o primeiro homossexual assumido a ser eleito para um cargo público nos Estados Unidos; porque tem criado uma enorme onda de polémica, especialmente porque mostra muitos homens a darem beijinhos na boca de outros homens; e, finalmente, porque é um dos favoritos à corrida dos Oscares.

Milk é então um bio-pic tresmalhado de documentário, com excertos de imagens reais, seguindo uma tendência que marcou o cinema internacional no ano passado (vide filmes como A Turma ou Fome, por exemplo). Começa no exacto momento em que Harvey Milk celebra 40 anos - 40 anos e ainda não fiz nada de que me possa orgulhar - e termina com o assassinato deste, às mãos de Dan White (interpretado por Josh Brolin que, de repente, agora está em todas). Pelo meio, o relato da sua carreira enquanto mártir dos activistas gays, com principal enfoque na vertente política, descurando um pouco a parte pessoal (há lá uma parte em que James Franco cai do céu no argumento). Pessoalmente, uma dramatização assim como um Nixon, por exemplo, não tinha sido nada má.

Ao contrário de filmes como Gerry ou Elephant, Milk é um filme mais convencional. Com uma reconstituição de época irrepreensível (com a ajuda das tais imagens reais de arquivo) e um guarda-roupa a preceito, Van Sant filma como nos anos 70, de cores queimadas e grão na imagem. De início, enquanto Harvey Milk é um hippie inspirado pela contracultura, Van Sant dá uns toques arty com piada ao filme, mas há medida que este vai entrando na máquina do sistema, o filme torna-se cada vez mais normal. Opcção propositada ou não nunca saberemos.

Com um leque de secundários notável (Emile Hirsch é mesmo actor, Jess Franco também e Josh Brolin está aí para as curvas), Sean Penn é, no entanto, um senhor. O filme podia ser só uma hora a olharmos para Penn, cheio de maneirismos abichanados, o jeito de rir do verdadeiro Harvey Milk e a enrolar-se com outros homens. Se o Oscar de melhor actor lhe escapar, será única e exclusivamente por já ter um em casa.
Entretanto, chego ao fim desta prosa e não falei da polémica despoletada pelo filme. Se calhar porque não há nada para dizer. Ah, há sim. Mas não é sobre isso. McRoyal Deluxe.

Posted by: dermot @ 8:26 da tarde
|  




sábado, janeiro 24, 2009  

ASSALTO À 13ª ESQUADRA:

Título: Assault On Precinct 13
Realizador: Jean-François Richet
Ano: 2005


Em 1976, John Carpenter dava-se a conhecer ao Mundo com um filme de baixo orçamento, chamado Assalto À 13ª Esquadra, que iria redefinir todo o cinema de acção durante as duas décadas seguintes. No fundo, o filme era apenas um ovo de Colombo, uma ideia tão simpes que leva toda a gente a pensar isto também eu fazia. O que está aqui em causa é que foi Carpenter que a fez. Porque, às vezes, as coisas mais óbvias são aquelas que ficam para se fazer em último.

Assalto À 13ª Esquadra (o original) é, então uma variação da estrutura clássica de Rio Bravo: a do forte sitiado, em que os bons estão cercados pelos maus e têm que sobreviver com todas as armas disponíveis. Carpenter actualizou a história ao século XX e à paranóia urbana, abrindo caminho para mil e uns spin-offs. Quanto a Assalto À 13ª Esquadra (o novo), é um remake do original, mas que nem se esforça por lhe dar um toque de actualidade. Nem sequer uma pinga de paranóia anti-terrorista, que é possível encontrar em 90% dos filmes de acção pós-11 de Setembro. Assalto À 13ª Esquadra limita-se a ser um filme de acção de entretenimento, quanto mais descomprometido melhor. Não é propriamente mau, mas é a diferença entre os filmes que fazem a diferença e os que são apenas mais um.

Resumindo, eis a história: em véspera de ano novo, na zona industrial de Detroit (uma cidade bastante criminosa para quem se lembra de Robocop), a esquadra 13 está prestes a encerrar portas. No entanto, na sua última noite de actividade vai receber um autocarro cheio de reclusos para pernoitar, depois de ter sido apanhado desprevenido por um nevão. Nada de especial se entre os bandidos não estivesse o rei do crime local, Bishop (Laurence Fishburne), que vai ser perseguido até à morte até de madrugada. Enquanto que em Carpenter, a esquadra era atacada por bandidos cruéis em busca de vingança, Jean-François Richet dá-lhe um toque mais inteligente e opera uma espécie de intriga escondida que não adianta nada à história.

Jean-François Richet tenta recriar a violência primitiva e quase silenciosa do filme original e, praticamente, consegue, salvo algumas excepções tipicamente hollywoodescas. No entanto, adianta-se em prólogos desnecessários e o final é estupidamente cheesy. Tão cheesy que não resisto ao spoiler. É que depois de uma noite inteira sitiados na esquadra, os heróis lembram-se que, afinal, há um túnel que os leva dali para fora...

A única coisa melhor neste Assalto À 13ª Esquadra que no original são os actores. Ethan Hawke, mesmo a precisar de dinheiro para a renda, é um bom actor, Maria Bello é bonita todos os dias, Laurence Fishburne é um típico muthafucka badass e Gabriel Byrne dá o toque série-b à coisa. Todos juntos proporcionam melhores doses de suspense e tensão, típico das alianças polícias/bandidos que se celebram por necessidade de sobrevivência e que é um dos pratos fortes do filme. Não é propriamente mau, mas ninguém se vai lembrar de Assalto À Esquadra 13 muitas vezes. Mesmo assim, vale um McChicken porque estou bem disposto.

A sério, o original vale bem mais a pena. Experimentem clicar aqui.

Posted by: dermot @ 11:36 da manhã
|  




quinta-feira, janeiro 22, 2009  

JCVD:

Título: JCVD
Realizador: Mabrouk El Mechri
Ano: 2008


Jean-Claude Van Damme está a ficar velho. Já tem quase 50 anos, está a ficar careca e a sua carreira bateu no fundo há já um bom par de anos. Por isso, estava na hora de fazer, urgentemente, alguma coisa à sua vida. E essa coisa chamou-se JCVD, uma one million dollar ideia - um filme em que faz de si próprio, auto-parodiando-se. Basicamente, é o primeiro filme de Van Damme em que não lhe matam ninguém próximo e ele tem que se vingar.

Van Damme faz então de Van Damme, a antiga estrela do cinema de acção que anda a fazer filmes a metro, que esteve metido nas drogas, que está mal de finanças e que acaba de perder a custódia da sua filha em tribunal. A última réstia de esperança é a sua Bélgica natal, onde continua com crédito suficiente para tentar relançar a sua carreira. No entanto, uma ida ao banco vai alterar muita coisa. No habitual caso do sítio errado há hora errada, Van Damme fica refém de um assalto ao banco, acabando por ter de dar a cara pelos assaltantes.

JCVD podia ser feito de muitas formas, mas Mabrouk El Mechri opta pela mais inesperada: uma espécie de mockumentário, em que a vida real se mistura com a ficção, como se fosse um documentário do mockumentário. Nesta experiência metafísica, pulvilhada de apontamentos artísticos, JCVD tem ainda mão de mestre numa remessa de travellings e long-shots que se prendem à cara do actor belga ao longo de complicadas sequências.

O filme tem dois momentos cinematográficos brutais. O primeiro é a cena em que Van Damme fala com o próprio espectador num monólogo confindencial que rebenta qualquer convenção artística e vale o filme por si só; e o segundo é a sequência de abertura, um travelling que acompanha Van Damme nas rodagens em mais um dos seus filmes de porrada, despachando exércitos inteiros só com as mãos num único take. Tudo isto é sempre filmado com aqueles ocres embaciados, típicos do cinema holandês/belga, numa fotografia bem polidinha.

JCVD é ainda uma experiência metafísica, uma farsa redentora que serve para Van Damme exorcizar os seus fantasmas, gozando consigo próprio. E há muita coisa para gozar com Van Damme: a famosa entrevista do aware, o facto de saber falar tão bem inglês quanto o Mário Soares fala francês, a rivalidade com o outro actor(?) de acção, Steven Seagal, ou a relação com John Woo, que é vista de maneira desigual por orientais e ocidentais. Esquecida fica apenas a cena no Brasil, em que ficou com uma erecção em directo. Contudo, a cena mais fantástica disto tudo é que.. afinal, Van Damme é um actor do caraças e não só faz tudo isto parecer real, como ficamos convencidos de que a sua carreira ao lado foi culpa da má sorte e dos agentes.

JCVD poderia muito bem reabilitar Van Damme para reinventar uma segunda metade de carreira. No entanto, ao pesquisar no imdb, descobri que um dos próximos projectos do belga será uma terceira sequela do Máquinas De Guerra. Fail!
Sem ser propriamente um Le Big Mac, JCVD vale-o nem que seja por ser o primeiro filme de Van Damme sem ser de acção.

Posted by: dermot @ 10:23 da manhã
|  




terça-feira, janeiro 20, 2009  

A LOJINHA DOS HORRORES:

Título: Little Shop Of Horrors
Realizador: Frank Oz
Ano: 1986


Os anos 80 foram do caraças! Em que outra década seria possível um filme como A Lojinha Dos Horrores, um remake do clássico do cinema de terror de série B de Roger Corman e uma adaptação do musical da Broadway? Só mesmo numa década em que a noção de ridículo esteve sempre dormente. Eu sei que, nos anos 70, também fizeram uma coisa bizarra semelhante, chamada Festival Rocky De Terror, mas caramba, aqui ninguém andava a meter-se nas drogas.

Vamos por partes. Em 1960, Roger Corman assinou então A Pequena Loja Dos Horrores, filme feito em dois dias, sobre uma planta carnívora mutante, onde aparecia o Jack Nicholson novinho. Inesperadamente, tornou-se num filme de culto (no verdadeiro sentido da palavra) e, em 1982, alguém se lembrou de o transformar num musical-rock da Broadway(!). Mais uma vez, a coisa foi um sucesso (as pessoas já andavam cansadas de ver sempre Festival Rocky De Terror, supra-sumo do género) e, quatro anos depois, Frank Oz transformou-o num dos mais irreais filmes de sempre.

A Lojinha Dos Horrores é então um musical-rock de terror que, obviamente, não é para levar a sério. É uma farsa assumida acerca de uma planta extraterrestre carnívora que quer dominar o Mundo, que subverte tudo e todos num final não oficial delicioso, em que uma planta gigante destrói uma cidade. No entanto, essa versão causou críticas e o realizador alterou para o habitual final feliz e o espectador ficou a perder. Um incêndio destruiu todas as cópias e agora, quem quiser ver esse final alternativo no maravilhoso mundo do youtube, só a preto e branco.

Rick Moranis é então Seymour Krelborn, o coitadinho desajeitado que interpreta em todos os seus filmes, o trabalhador de uma florista em Skid Row que encontra uma planta carnívora de outro planeta que se parece com uma pila. Quando a começa a alimentar com sangue, esta cresce, começa a falar à preto (com a voz de Levi Stubbs, dos Four Tops (vénia)) e exigir mais e mais sangue - feed me. Seymour começa então a arranjar-lhe cadáveres, até porque na equação está a mulher da sua vida, a irritante Ellen Greene.

De entre todas as bizarrias, destaca-se Steve Martin, no papél do rebelde-dentista-sádico Orin Scrivello, novamente a estrelar num musical esquisito depois de Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band. Bill Murray, Cristopher Guest e James Belushi também têm curtas aparições, dando uma perninha de amigo. No entanto, o grande destaque é mesmo a planta gigante, Audrey II, um fantoche gigante feito pelos responsáveis dos Marretas (ou não fosse Frank Oz um dos nomes mais importantes no legado de Jim Henson).

Para terminar, menção à jukebox musical. Sem haver um tema que se cole verdadeiramente ao cérebro, A Lojinha Dos Horrores tem belos momentos (e um coro grego de stralettes à sixties), principalmente os que pertencem a Levi Stubbs. Filmado num cenário deliciosamente falso e pintado à mão, A Lojinha Dos Horrores é um noir colorido, em mais um paradoxo depois do musical de terror. Sem ser tão esquisito quanto Festival Rocky De Terror, A Lojinha Dos Horrores é um suculento McRoyal Deluxe.

Se achar que este é o filme para si, então dê uma viste de olhos ao original neste link.

Posted by: dermot @ 7:59 da tarde
|  


 

TAKE - CINEMA MAGAZINE:

Número 11, Janeiro de 2009


Página Oficial

Posted by: dermot @ 11:07 da manhã
|  


 

QUATRO NOITES COM ANNA:

Título: Cztery Noce Z Anna
Realizador: Jerzy Skolimowski
Ano: 2008


Se o caro leitor, tal como eu, pensava que Jerzy Skolimowski já não tinha nada a provar, então está muito enganado. Vinte anos depois, o conceituado realizador polaco teve de voltar a fazer um filme menor, na sua língua Natal, para uns produtores com dinheiro verem que ele ainda sabia da poda e lhe financiarem o próximo filme. O trabalho chama-se Quatro Noites Com Anna e, apesar de ser um filme menor (menor como em pequena produção), não tem nada de ligeiro.

Na província do norte da Polónia somos introduzidos a Leon (Artur Steranko), um homem solitário, com uma infância complicada e que divide a sua vida entre o trabalho no crematório do hospital local e os cuidados à sua avó acamada. Seguindo os concelhos desta última, Leon decide dar um rumo à sua vida e começa a dar-se com a enfermeira sua vizinha, Anna (Kinga Preis). O problema é que ela não sabe. Durante quatro noite, Leon vai entrar na sua casa durante a noite e fica a observa-la com olhos de tarado, enquanto lhe concerta o relógio de cuco, lhe pinta as unhas dos pés ou lava a loiça. O outro problema é que Leon e Anna têm já antecedentes, digamos, duvidosos...

Basicamente, é mais ou menos o mesmo que Amélie Poulain fazia ao seu vizinho. No entanto, Quatro Noites Com Anna é uma versão dark de O Fabuloso Destino De Amélie. Em vez do universo colorido e luminoso de Jeunet, temos um mundo de sombras, noite, chuva, lama e música carregada. Aliás, esse é o grande trunfo visual do filme. Em Quatro Noites Com Anna tudo é feio e bruto. As pessoas são rudes, as casas despidas, o tempo está sempre mau e até Anna, a personagem feminina principal, não é nenhuma top-model, é uma mulher perfeitamente normal, roliça e que podia muito bem ser a nossa vizinha do rés do chão.

Jerzy Skolimowski dá ainda o seu toque pessoal ao filme, com uma linha narrativa pouco convencional, uma vez que se diverte a fragmentá-la e a contaminar a linha narrativa com pequenos flashbacks, bem pertinentes, que nos vão dando umas luzes sobre o comportamento do protagonista. Tudo isto é marinado num suspense que nos lembra, constantemente, Alfred Hitchcock. Muito mais que o voyeur perturbador de A Vítima Do Medo, Quatro Noites Com Anna tem a ver com o voyeur obsessivo de Psico.

É um filme denso e pesado, mas o jeito desengonçado com que Leon dá atenção a Anna enquanto esta dorme dá-lhe uma candura inesperada. No fundo, Quatro Noites Com Anna não é mais do que uma bonita história de amor, estragada por um encontro furtuito em que, claramente, os intervenientes estavam no local errado na hora errada. Isso e porque as mulheres são cruéis.
Penso que com este McRoyal Deluxe, Jerzy Skolimowski conseguiu convecer os produtores a darem-lhe o dinheiro para o próximo filme.

Posted by: dermot @ 10:43 da manhã
|  




quinta-feira, janeiro 15, 2009  

AMOR OU CONSEQUÊNCIA:

Título: Jeux D'Enfants
Realizador: Yann Samuell
Ano: 2003


Ao aconselhar Em Paris a uma companheira de armas, recebi de volta a recomendação de Amor Ou Consequência, um filme que na altura me passou despercebido. Tal como Em Paris, Amor Ou Consequência é um filme que marca a ferro e fogo a nova vaga do cinema francês (uma nouvelle vague renovada), lançada pelos dados de O Fabuloso Destino De Amélie. E tal como Em Paris (ou mesmo Amélie), Amor Ou Consequência é um daqueles filmes deliciosos, que apesar da sua profundidade, parecem tratar dos assuntos à superfície

A diferença entre a maioria dos feelgood movies e um filme como este, é que não é necessário ver com o cérebro desligado para gostar. Amor Ou Consequência é extremamente simbólico e quase uma metáfora, uma história de amor com tanto de trágico de Romeu E Julieta (a sua estrutura é a de uma tragédia pós-moderna, em três actos mais prólogo), como de The Fountain - O Último Capítulo. Mas não tão esquisito.

Começamos por conhecer Julien (Guillaume Canet) quando este é uma criança de oito anos, com uma paixão imensa pelo jogo. No entanto, como os casinos não permitem a entrada a menores, o petiz vai embarcar no jogo mais perigoso e excitante de todos: o de verdade ou consequência. E como para jogar a isso é preciso uma segunda pessoa, eis a bela Sophie (Marion Cotillard) metida ao barulho. A relação de ambos vai desenvolver-se por mais oito décadas e terá sempre o jogo como dínamo que faz a lenha da amizade (e do amor) queimar, numa intenção de amor/ódio (literalmente).

A primeira parte de Amor Ou Consequência é divertidíssima. Ter dois gaiatos a fazerem as piores alarvidades possíveis, só porque o são desafiados a fazer, é genial. No entanto, Yann Samuell dá uma ajudinha, com a mise en scene cuidadosamente estudada, os toques arty e as cores a saltarem para fora do ecrã. A nouvelle vague está viva e de saúde! Depois, os dois crescem e discutem por uma razão bem estúpida. A adolescência é uma trampa e nós sentimos que não vamos acabar por gostar do filme. Mas para o último terço, Amor Ou Consequência volta a encarrilhar nos eixos, Yann Samuell recupera a vitalidade por trás da câmara e o filme termina em alta!

Filme que é uma palete de sentimentos, Amor Ou Consequência é daqueles que nos faz ficar com um sorriso parvo na cara muitas horas depois de terminarmos de o ver. Dá tempo de irmos comprar um McRoyal Deluxe, saboreá-lo calmamente e fazer a digestão com um belo passeio sob as estrelas.

Posted by: dermot @ 7:14 da tarde
|  




quarta-feira, janeiro 14, 2009  

O ESTRANHO CASO DE BENJAMIN BUTTON:

Título: The Curious Case Of Benjamin Button
Realizador: David Fincher
Ano: 2008


Um dos mais irritantes mails em cadeia que nós revebemos quase todos os dias (e aproveito este espaço público para apelar aos meu amigos: párem de me enviar este tipo de mensagens!), é um que, normalmente, aparece atribuído a Charlie Chaplin e diz que a vida devia ser ao contrário: nascíamos velhos, crescíamos a trabalhar, tínhamos a adolescência para gozar a reforma e morríamos num orgasmo. Como David Fincher não é, certamente, bombardeado com esta lenga-lenga semanalmente, decidiu fazer um filme baseado num conto parecido de F. Scott Fitzgerald.

O filme chama-se O Estranho Caso De Benjamin Button e o nome no título diz respeito a Brad Pitt, um tipo que nasce em circunstâncias especiais, uma vez que vem ao Mundo como um homem de 80 anos, destinado a viver de trás para a frente e a ver morrer todos os que ama, enquantoi fica cada vez mais novo, mais novo, mais novo... até que puff!

O Estranho Caso De Benjamin Button é um épico sobre a vida às arrecuas de Benjamin, ao longo de oito décadas de História, uma espécie de O Mundo A Seus Pés (sempre o clássico de Welles a influenciar meio mundo de cinema), tresmalhado de Uma Segunda Juventude. A história é ainda contada em formato flashback, narrada por uma Cate Blanchett velha e a sua filha, num processo de redenção familiar que traz resquícios de Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez, mas sem ser tão comovente. O tom simbólico e algo onírico que utiliza - o relógio que anda para trás no início do filme ou o tornado que atinge a cidade no remate - conferem-lhe ainda um tom fabulástico. Por isso, O Estranho Caso De Benjamin Button tem algo de O Grande Peixe.

Mas se Tim Burton até era um realizador de quem esperássemos tal tipo de filme, David Fincher seria a última escolha. Quem diria que o príncipe das trevas iria realizar um filme com um tom tão claro e, mais imprevisível ainda, sobre o amor. O Estranho Caso De Benjamin Button é o Forrest Gump de Fincher, mas é umt rabalho mais complicado. Enquanto este ambientava-se num quadro histórico sobejamente conhecido, onde apenas Forrest era o elemento novo, aqui Benjamin constrói peça a peça 80 anos de vida. Por isso, o filme é tão longo e nem sempre com a mesma consistência - a parte velha de Brad Pitt é mais interessante que a parte nova -, tendo ainda um início aos atropelões.

O problema de O Estranho Caso de Benjamin Button, em comparação com O Grande Peixe ou Forrest Gump, é que ao contrário dos personagens destes, a vida de Benjamin é deveras desinteressante. Aparte de ter nascido velho, não lhe aconteceu assim mais nada de especial. Ele é mais um filme de actores e ter dois com a classe de Pitt e Blanchett é meio caminho andando. É quase uma tour de force de ambos que, com caracterizações brutais, vão envelhencendo enquanto o outro rejuvenesce. Brad Pitt então até mete raiva, porque fica igualzinho a quando era um puto no Duas Vidas E Um Rio.

Sem ser propriamente genial nem de longe o melhor trabalho de Fincher, O Estranho Caso De Benjamin Button é um filme em tons épicos, com momentos memoráveis suficientes para ser recordado amiúde pelos melhores motivos. Mas não passa muito além do McBacon, garanto-vos.

Posted by: dermot @ 11:45 da tarde
|  




segunda-feira, janeiro 12, 2009  

TOP 10:

Antes que estejamos quase em 2010, deixem-me lá despachar isto, que anda aqui pendente a arrastar-se. Falo, obviamente, do TOP 10 DOS MELHORES FILMES DE 2008. Até porque serve para animar isto, que tem andado um pouco abandonado.

10º Lugar
Haverá Sangue

É assim que se vê quando um realizador é bom. Com um argumento algo esburacado, Paul Thomas Anderson consegue fazer um filme digno de figurar nesta lista. É certo que Daniel Day-Lewis é metade do filme (mais de metade?), mas este é uma espécie de O Mundo A Seus Pés do século XXI.
..::..crítica opinatina aqui..::..

9º Lugar
Nevoeiro Misterioso

Apesar do final ser das coisas mais frustrantes que a sétima arte já pariu, esta é uma das melhores adaptações do mestre Stephen King e o filme mais sobrevalorizado do ano. Primo afastado de O Nevoeiro, mas com polvos e lagostas gigantes em vez de piratas-fantasmas.
..::..crítica opinatina aqui..::..

8º Lugar
Aquele Querido Mês De Agosto

Não sei se nas listas dos melhores do ano que costumo fazer já inclui algum filme português, mas como não me recordo e não me apetece ir conferir, vou partir do pressuposto que não e que Aquele Querido Mês De Agosto é o primeiro previlegiado do género. Música pimba, Portugal profundo e bailarico à portuguesa.
..::..crítica opinatina aqui..::..

7º Lugar
Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez?

Quem não chorou a ver este filme, das duas uma: ou não tem coração ou está morto por dentro. O Grande Peixe versão melodramática e em bom.
..::..crítica opinatina aqui..::..

6º Lugar (ex-aequo)
[REC] & Missão De Código: Cloverfield

São filhos da mesma mãe, mas de pais diferentes. Ambos são filmes de monstros à la O Projecto Blair Witch, mas nquanto que [REC] vale pela vitalidade, surpresa e baixo orçamento, Missão de Código: Cloverfield vale pela megalomania, pela inovação e por ser um filme que não se esgota à primeira.
..::..crítica opinatina aqui e aqui..::..

5º Lugar
Wall-E

Se o Mundo fosse um local justo, Wall-E estaria no topo desta lista. Mas como eu nem para mim sou bom...
..::..crítica opinatina aqui..::..

4º Lugar
O Caveleiro Das Trevas

Podia ter ficado conhecido apenas como o filme póstumo de Heath Ledger, mas é muito mais que isso. Batman goes Heat - Cidade Sob Pressão ou como fazer´a melhor adaptação de super-heróis de sempre-
..::..crítica opinatina aqui..::..

3º Lugar
O Orfanato

Veio com o selo de Guillermo Del Toro como produtor, mas não necessitava dele para vingar por si só. Era o grande favorito ao Fantasporto, mas perdeu injustamente (para outro filme que até está aqui nesta lista, curiosamente). O Orfanato, história de fantasmas psicológica e creepy, merece este pódio como poucos o merecem.
..::..crítica opinatina aqui..::..

2º Lugar
Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste

Sidney Lumet pode não ser tão velho quanto Manoel de Oliveira, mas cada mau filme dele valem uns cinco dos do português. Depois de ter sido recuperado em 2005, com o Oscar de Carreira, Lumet assina aqui um dos seus mais brilhantes trabalhos. Com um filme à la Tarantino, é uma espécie de rip-off do Memento em formato mosaico.
..::..crítica opinatina aqui..::..

1º Lugar
O Assassínio De Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford

Western metafísico arraçado de Terence Mallick. Brad Pitt e Casey Affleck. Nick Cave a fazer a banda-sonora e a dar um passo de dança num breve cameo. Razões mais do que suficientes para o melhor filme do ano.
..::..crítica opinatina aqui..::..

Posted by: dermot @ 8:28 da tarde
|  




quinta-feira, janeiro 08, 2009  

CORREIO DE RISCO 3:

Título: Transporter 3
Realizador: Olivier Megaton
Ano: 2008


Vi o primeiro Correio De Risco recomendado por um amigo. Desde esse dia, a nossa amizade nunca mais foi a mesma (estou a brincar, deixei foi de lhe pedir filmes emprestados, claro). Depois, ainda caí no risco de ver Correio De Risco 2 numa das incontáveis reposições nas tardes de fim-de-semana da TVI e fiquei fascinado como é que ainda conseguia ser pior. Não satisfeito, consegui cair no erro de ainda ir ver este terceiro tomo. E como diz a sabedoria popular, à primeira todos caem, à segunda só distraídos e à terceira apenas os parvos...

Jason Statham volta a encarnar o seu Frank Martin, uma espécie de James Bond dos carros. Ele é o melhor na sua profissão, um transportador de encomendas para os mais importantes negócios obscuros. E, por mais que diga que já se retirou, o realizador Olivier Megaton e o produtor/argumentista Luc Besson (o Jerry Bruckheimer europeu) vão arranjar uma maneira de completar a triologia. O argumento envolve uma intriga internacional com a Ucrânia, uma tipa raptada e uma espécie de twist lá para o meio. Ah, é verdade, e umas engenhocas explosivas que lhe dão um ar de Saw - Enigma Mortal, o filme da moda (Besson não brinca em serviço).

Filmes como este são para se ver com o cérebro desligado e afundado em pipocas. No entanto, mesmo assim, Correio De Risco 3 consegue passar ao lado. E para começar, pela brutal diferença de ritmo que tem para com os seus antecessores. E nem estou a falar da edição das cenas de acção, seguindo a recente tradição de retalhar as sequências em mil e um frames de milésimos de segundo, que nos deixa sem perceber nada e com uma enorme dor de cabeça. Estou a falar da forma com que o filme se arrasta pesadamente nas partes (supostamente) dramáticas, fazendo-nos aborrecer de morte.

Um dos upgrades neste filme da série foi inserir um elemento feminino à intriga. Afinal de contas, até o mais duro dos duros precisa de amor. E a escolhida foi a desconhecida Natalya Rudakova, uma bela russa descoberta na rua e que, apesar de pouco jeito para a representação, é das melhores coisas do filme (suspiro). No entanto, a sua personagem é ainda mais instável que o próprio filme. Primeiro, começa por ser uma miúda com a rabuja, que não fala com ninguém. E como é que Jason Statham quebra o gelo? Com a frase não gostas de salsicha?. A partir daí ficam amigos. Até que esta encontra uma pastilha que sobrou de uma festa em Ibiza e, em dois minutos, transforma-se numa ninfomaníaca irritante que não se cala mais. Infelizmente, ninguém consegue dar-lhe um tiro até terminar o filme...

Se Correio De Risco 2 era um filme extremamente machista (a culpa é de Amber Valletta, que passa o filme todo em trajes menores fetichistas), Correio De Risco 3 é o completo oposto, com Statham a passar mais tempo em tronco nu do que vestido. O que se mantém é a confusão entre estilo e paletes de filtros e cores saturadas e o irrealismo idiota, mas divertido das situações, se bem que aqui há uma perseguição entre um BMW e uma... BMX(!). No entanto, mais do que parecer mau, Correio De Risco 3 parece que goza connosco, com os clichés mais básicos de todos: uns barris cheios de um conteúdo tóxico, cujos vapores provovam, instantaneamente, uma varicela mortal; carros que explodem quando caem de ribanceiras; e os vilões sempre armados com uma faca na bota.

Continuo sem perceber quem é que, no seu perfeito juízo, continua a dar dinheiro para fazer um Correio De Risco 3 depois dos desastres que foram os dois anteriores. O meu Happy Meal explica-se da seguinte forma: um pontinho para o filme, um pontinho para a Natalya Rudakova (suspiro) e um pontinho para o facto de, lá pelo meio, haver inesperadamente no meio de tanta música eletrónica europeia manhosa, um tema dos Stooges e outro da Holly Golightly.



Se tiver coragem, pode ler algo sobre o primeiro filme da série aqui.

Posted by: dermot @ 11:38 da manhã
|  




sábado, janeiro 03, 2009  

TOP 5:

Afinal, a tradição ainda é o que era. Pode é demorar um pouco mais do que o habitual...
Mas se este ano eu até me esqueci do meu próprio aniversário, o que é que vos levava a crer que este (já habitual) TOP 5 DOS PIORES FILMES DE 2008 chegasse antes de terminar o ano? Como diz a sabedoria popular, mais vale tarde do que nunca. E podem parar com os emails a perguntar por isto, ok?

5º Lugar
O Segredo De Um Cuscuz

É quando vejo filmes como este que me convenço de que não percebo mesmo nada de cinema. É que depois de ler tantas críticas a louvarem o filme, fui vê-lo e achei precisamente o oposto de tudo aquilo que elas diziam. O cinema verdade tem muito que se lhe diga, mas em 90% dos casos continuo a achar que aquela coisa de demorar os planos é apenas uma má questão de timing...
..::..crítica opinativa aqui..::..

4º Lugar
Uma Segunda Juventude

Obviamente que este não é um mau filme. Aliás, realizadores como Francis Ford Coppola só fazem um mau filme por carreira e este já o fez em 1996 - chama-se Jack. No entanto, uma desilusão deste tamanho não pode deixar de figurar nesta lista de piores do ano. Coppola armou-se aos cucos e, com uma premissa bastante interessante, fingiu ser o David Lynch, com um trip-movie surreal em moldes de um cinema de antigamente e um argumento fraquinho. Felizmente, parece que o próximo filme do David Fincher vai mostrar o que é que esta premissa permite fazer.
..::..crítica opinativa aqui..::..

3º Lugar
Daqui P'ra Frente

Infelizmente, os títulos nacionais continuam a figurar, ano após ano, nestas minhas listas dos piores do ano. Eu tento perceber, a sério, mas consigo. Este é um autêntico catálogo dos maus clichets do cinema português (só faltam os diálogos teatrais), em que até o genérico final é maus, com uma animação manhosa no after effects em que se esqueceram de colocar som.
..::..crítica opinativa aqui..::..

2º Lugar
O Dia Em Que A Terra Parou

Este filme podia até nem estar nesta lista (ou pelo menos neste lugar) se não fosse um remake da obra-prima com o mesmo nome datada de 1951 e assinada por Robert Wise. Scott Derrickson actualizou este clássico da ficção-científica aos dias de hoje, trocando a tensão da Guerra Fria pelas tretas new age do ambientalismo, trocando o robot Gort por um gigante em CGI, trocando Klaatu pelo rei da inexpressão, Keanu Reeves e rematando tudo com uma praga de bicinhos comilões que desfazem o Mundo.
..::..crítica opinativa aqui..::..

1º Lugar
Entre Os Dedos

Tal como o ano passado, o grande vencedor do balde de lata de 2008 é... um filme português. E, tal como no ano passado, vence sem espinhas, a milhas da concorrência. É que, para além de ser um mau filme, Entre Os Dedos é uma desilusão gigantesca, porque eu tinha uma esperança enorme no Tiago Guedes e no Frederico Serra. Quem diria que, depois do Coisa Ruim, iriam fazer um compêndio de mau cinema nacional, com toda a pretensão possível, um preto e branco preguiçoso e maus actores?
..::..crítica opinativa aqui..::..

Posted by: dermot @ 11:24 da tarde
|  





COTAÇÃO:
10 - Royale With Cheese
9 - Le Big Mac
8 - McRoyal Deluxe
7 - McBacon
6 - McChicken
5 - Double Cheeseburger
4 - Cheeseburger
3 - Caixinha de 500 paus (Happy Meal)
2 - Hamburga de Choco
1 - Pão com Manteiga

TAKE:
Take - cinema magazine | take.com.pt


ARE YOU TALKING TO ME:
DUELO AO SOL
CLARENCE HAD A LITTLE LAMB
GONN1000
BITAITES
ANTESTREIA
CINEBLOG
CINEMA NOTEBOOK
CONTRA CAMPO
ZONA NEGRA
O MELHOR BLOG DO UNIVERSO
A CAUSA DAS COISAS
O MEU PIU PIU
AMARCORD
LAURO ANTÓNIO APRESENTA
SARICES ARTÍSTICAS
A RAZÃO TEM SEMPRE CLIENTE
MIL E UM FILMES
AS IMAGENS PRIMEIRO
A DUPLA PERSONALIDADE
TRASH CINEMA TRASH
SUNSET BOULEVARD
CINEMA XUNGA


ARE YOU TALKIN' TO ME?
cinephilus@mail.pt


CRÍTICAS:
- A Armadilha
- A Arte De Pensar Negativamente
- A Árvore Da Vida
- A Balada de Jack And Rose
- A Bela E O Paparazzo
- A Boda
- À Boleia Pela Galáxia
- A Cabana Do Medo
- A Cela
- A Canção De Lisboa
- A Cara Que Mereces
- A Casa Dos 1000 Cadáveres
- A Casa Maldita
- A Cidade Dos Malditos
- A Ciência Dos Sonhos
- A Comunidade
- A Cor Do Dinheiro
- A Costa Dos Murmúrios
- A Criança
- A Dália Negra
- A Dama De Honor
- A Descida
- A Duquesa
- À Dúzia É Mais Barato
- A Encruzilhada
- A Estrada
- A Estranha Em Mim
- A Frieza Da Luz
- A Fúria Do Dragão
- A História De Uma Abelha
- A Honra Da Família
- A Janela (Maryalva Mix)
- A Lagoa Azul
- A Lenda Da Floresta
- A Liga Dos Cavalheiros Extraordinários
- A Lista De Schindler
- A Lojinha Dos Horrores
- A Mais Louca Odisseia No Espaço
- A Maldição Da Flor Dourada
- A Mansão
- A Maravilhosa Aventura De Charlie
- A Marcha Dos Pinguins
- A Máscara
- A Máscara De Cristal
- A Menina Jagoda No Supermercado
- A Minha Bela Lavandaria
- A Minha Vida Sem Mim
- A Morte Do Senhor Lazarescu
- A Mosca
- A Mulher Do Astronauta
- A Mulher Que Viveu Duas Vezes
- A Múmia
- A Noiva Cadáver
- A Noiva Estava De Luto
- A Origem
- A Outra Margem
- A Paixão De Cristo
- A Pele Onde Eu Vivo
- A Pequena Loja Dos Horrores
- A Prairie Home Companion - Bastidores Da Rádio
- A Presa
- À Procura Da Terra Do Nunca
- A Promessa
- À Prova De Morte
- A Rainha
- A Rai­nha Africana
- A Raiz Do Medo
- A Rapariga Santa
- A Rede Social
- A Religiosa Portuguesa
- A Ressaca
- A Residencial Espanhola
- A Sangue Frio
- A Secretária
- A Semente Do Diabo
- A Senhora Da Água
- A Severa
- A Sombra Do Caçador
- A Sombra Do Samurai
- A Tempestade No Meu Coração
- A Tempo E Horas
- A Torre Do Inferno
- A Turma
- A Última Famel
- A Última Tentação De Cristo
- A Valsa Com Bashir
- A Verdadeira História De Jack, O Estripador
- A Viagem De Chihiro
- A Viagem De Iszka
- A Vida De Brian
- A Vida É Um Jogo
- A Vida É Um Milagre
- A Vida Em Directo
- A Vida Secreta Das Palavras
- A Vila
- A Vítima Do Medo
- A Vizinha Do Lado
- A Volta Ao Mundo Em 80 Dias
- Aberto Até De Madrugada
- Abraços Desfeitos
- Acção Total
- Aconteceu No Oeste
- Across The Universe
- Actividade Paranormal
- Acusado
- Adam Renascido
- Admitido
- Adriana
- Aelita
- Ágora
- Água Aos Elefantes
- Air Guitar Nation
- Albert, O Gordo
- Aldeia Da Roupa Branca
- Alice
- Alice In Acidland
- Alice No País Das Maravilhas
- Alien - O Oitavo Passageiro
- Aliens - O Reencontro Final
- Alien - A Desforra
- Alien - O Regresso
- Alien Vs. Predador
- Alien Autopsy
- Alma Em Paz
- Almoço De 15 De Agosto
- Alphaville
- Alta Fidelidade
- Alta Golpada
- Alta Tensão
- Alucinação
- Amália
- Amarcord
- American Movie
- American Splendor
- Amor À Queima-Roupa
- Amor De Verão
- Amor E Corridas
- Amor E Vacas
- Amor Em Las Vegas
- Amor Ou Consequência
- And Soon The Darkness
- Angel-A
- Animal
- Annie Hall
- Anónimo
- Antes Do Anoitecer
- Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste
- Anticristo
- Anvil! The True Story of Anvil
- Anytinhig Else - A Vida E Tudo Mais
- Appaloosa
- Apocalypto
- Aquele Querido Mês De Agosto
- Aracnofobia
- Aragami
- Arizona Dream
- Armin
- Arséne Lupin - O Ladrão Sedutor
- As Asas Do Desejo
- As Aventuras De Jack Burton Nas Garras Do Mandarim
- As Aventuras De Tintim - O Segredo Do Licorne
- As Aventuras Do Príncipe Achmed
- As Bandeiras Dos Nossos Pais
- As Bonecas Russas
- As Canções De Amor
- As Crónicas De Narnia - O Leão, A Feiticeira E O Guarda-Roupa
- As Diabólicas
- As Ervas Daninhas
- As Invasões Bárbaras
- As Lágrimas Do Tigre Negro
- As Leis Da Atracção
- As Noites Loucas Do Dr. Jerryll
- As Penas Do Desejo
- As Tartarugas Também Voam
- As Vidas Dos Outros
- Aberto Até De Madrugada
- Assalto À Esquadra 13 (1976)
- Assalto À Esquadra 13 (2005)
- Assalto Ao Santa Maria
- Assassinos Natos
- Ata-me
- Até Ao Inferno
- Até Ao Limite Do Terror
- Atraídos Pelo Crime
- Através Da Noite
- Attack Of The 50 Foot Woman
- Aurora
- Austrália
- Autocarro 174
- Avatar
- Aviva, Meu Amor
- Aztec Rex
- Azul Metálico

- Babel
- Backbeat, Geração Inquieta
- Balas E Bolinhos - O Regresso
- Balbúrdia No Oeste
- Bando À Parte
- Baraka
- Barbarella
- Barreira Invisí­vel
- Batman
- Batman Regressa
- Batman - O Início
- Be Cool
- Beijing Bastards
- Belleville Rendez-Vouz
- Bem-vindo À Zombieland
- Bem-vindo Ao Norte
- Berlin 36
- Birth - O Mistério
- Biutiful
- Black Sheep
- Black Snake Moan - A Redenção
- Blade Runner - Perigo Iminente
- Blueberry
- Boa Noite E Boa Sorte
- Bobby Darin - O Amor É Eterno
- Body Rice
- Bombom
- Bom Dia Noite
- Bom Dia Vietnam
- Bonnie E Clyde
- Boogie Nights
- Borat
- Brasil - O Outro Lado Do Sonho
- Breakfast On Pluto
- Brincadeiras Perigosas (2007)
- Brisa De Mudança
- Bronson
- Bruce, O Todo-poderoso
- Bruiser - O Rosto Da Vingança
- Bruno
- Buffalo 66
- Bubba Ho-Tep
- Bullit
- Bunker Palace Hotel
- Buried
- Busca Implacável
- Bz, Viagem Alucinante

- Cadillac Records
- Cães Danados
- Cães De Palha
- Café E Cigarros
- Call Girl
- Camino
- Capitão Alatriste
- Capitão América - O Primeiro Vingador
- Capote
- Carrie
- Cartas Ao Padre Jacob
- Cartas De Iwo Jima
- Casa De Loucos
- Casablanca
- Casino Royale
- Catwoman
- Cavalo De Guerra
- Cemitério Vivo
- Censurado
- Centurion
- Charlie E A Fábrica De Chocolate
- Che - Guerrilha
- Che - O Argentino
- Chemical Wedding
- Chéri
- Chinatown
- Chocolate
- Choke - Asfixia
- Chovem Almôndegas
- Christine - O Carro Assassino
- Cidade Fria
- Cinco Dias, Cinco Noites
- Cinema Paraíso
- Cinerama
- Cisne Negro
- Clube De Combate
- Coco Avant Chanel
- Coisa Ruim
- Cold Mountain
- Cold Weather
- Colete De Forças
- Colisão
- Com Outra? Nem Morta!
- Comboios Rigorosamente Vigiados
- Comer Orar Amar
- Complexo - Universo Paralelo
- Conan, O Bárbaro
- Contrato
- Control
- Controle
- Coração De Cavaleiro
- Coração De Gelo
- Coração Selvagem
- Corações De Aço
- Coragem De Mãe: Confrontando O Autismo
- Corre Lola Corre
- Correio De Risco
- Correio De Risco 3
- Corrida Contra O Futuro
- Corrupção
- Cozinhando A História
- Crank - Veneno No Sangue
- Crank - Alta Voltagem
- Cremaster
- Crime Ferpeito
- Crippled Masters
- Cristóvão Colombo - O Enigma
- Crónica Dos Bons Malandros
- Crueldade Intolerável
- Cubo
- Culture Boy
- Cypher
- Cyrano de Bergerac (1950)

- Daisy Town
- Dallas
- Danny The Dog - Força Destruidora
- Daqui P'ra Frente
- Dark City - Cidade Misteriosa
- De Cabeça Para Baixo
- De Homem Para Homem
- De Olhos Abertos
- De Olhos Bem Fechados
- De Sepultura Em Sepultura
- De Tanto Bater O Meu Coração Parou
- De-Lovely
- Delhi Belly
- Dead Snow
- Death Race 2000
- Deixa-me Entrar
- Delicatessen
- Demolidor - O Homem Sem Medo
- Dentro Da Garganta Funda
- Depois Do Casamento
- Destruir Depois De Ler
- Diamante De Sangue
- Diário Dos Mortos
- Diários De Che Guevara
- Dias De Futebol
- Dick E Jane - Ladrões Sem Jeito
- Dictado
- Die Hard 4.0 - Viver Ou Morrer
- Die You Zombie Bastards!
- Dogma
- Domino
- Don Juan DeMarco
- Donnie Brasco
- Doom - Sobrevivência
- Doomsday - Juízo Final
- Dorian Gray
- Dot.Com
- Dr. Estranhoamor
- Drácula 2001
- Drácula De Bram Stoker
- Drive - Risco Duplo
- Dreamgirls
- Duas Mulheres

- É Na Terra Não É Na Lua
- Easy A
- Easy Rider
- Eduardo Mãos De Tesoura
- Efeito Borboleta
- El Mariachi
- El Topo
- Ela Odeia-me
- Eles
- Eles Vivem
- Elvis
- Em Bruges
- Em Busca Da Felicidade
- Em Carne Viva
- Em Liberdade
- Em Nome De Caim
- Em Nome De Deus
- Em Paris
- Em Privado
- Embargo
- Encarnação Do Demónio
- Encontros Em Nova Iorque
- Encrenca Dupla
- Encurralada
- Ensaio Sobre A Cegueira
- Enterrado Na Areia
- Entre Os Dedos
- Entrevista
- Equilibrium
- Era Uma Vez No México
- Eraserhead - No Céu Tudo É Perfeito
- Escola De Criminosos
- Escolha Mortal
- Esporas De Aço
- Estado De Guerra
- Estamos Vivos
- Este É O Meu Lugar
- Este País Não É Para Velhos
- Estômago
- Estrada Perdida
- Estranhos
- Estrellita
- Eu Amo-te Phillip Morris
- Eu, Peter Sellers
- Eu Sou A Lenda
- Eu Sou Evadido
- Eu, Tu E Todos Os Que Conhecemos
- Everything Must Go
- Evil Dead - A Noite Dos Mortos-Vivos
- Evil Dead 2 - A Morte Chega De Madrugada
- Evil Dead 3 - O Exército Das Trevas
- Ex-Drummer
- Exterminador Implacável 1
- Exterminador Implacável 2 - O Dia Do Julgamento Final
- Exterminador Implacável 3 - Ascensão Das Máquinas
- Exterminador Implacável 4 - A Salvação

- Factory Girl - Quando Edie Conheceu Warhol
- Factotum
- Fados
- Fahrenheit 9/11
- Falso Alarme
- Fando E Lis
- Fantasmas De Marte
- Fargo
- Faster, Pussycat! Kill! Kill!
- Fausto 5.0
- Favores Em Cadeia
- Felicidade
- Feliz Natal
- Férias No Harém
- Festival Rocky De Terror
- Ficheiros Secretos: Quero Acreditar
- Fim De Ano Em Split
- Fim-De-Semana Alucinante
- Final Cut - A Última Memória
- Fish Tank
- Florbela
- Flores Partidas
- Fome
- Footloose - A Música Está Do Teu Lado
- Força Delta
- Forrest Gump
- Freddy Vs. Jason
- Frenético
- Frida
- Frost/Nixon
- Fruto Proibido
- Fuga De Los Angeles
- Fuga Para A Vitória
- Fur - Um Retrato Imaginário De Diane Arbus
- Fúria Cega
- Fúria De Viver
- Fúria Silenciosa

- Gabrielle
- Gainsbourg - Vida Heróica
- Gang Dos Tubarões
- Gangs de Nova Iorque
- Garden State
- Génova
- GI Joe - O Ataque Dos Cobra
- Godzilla
- Goodbye Lenine!
- Gosford Park
- Gothika
- Gran Torino
- Grande Mundo Do Som
- Gremlins
- Grizzly Man
- Gru - O Maldisposto
- Guerra Dos Mundos (2005)
- Guerra Dos Mundos (1953)

- Há Lodo No Cais
- Hairspray
- Half Nelson - Encurralados
- Hard Candy
- Harley Davidson E O Cowboy Do Asfalto
- Harold E Maude
- Harry Brown
- Haverá Sangue
- Hawai Azul
- He-Man - Mestres Do Universo
- Head On - A Esposa Turca
- Heartbreak Hotel
- Hell Ride
- Hellboy
- Hellboy 2: O Exército Dourado
- Helter Skelter - O Caso De Sharon Tate
- Henry E June
- Hereafter - Outra Vida
- Hiena
- História De Duas Irmãs
- História De Um Fotógrafo
- Hobo With A Shotgunbr> - Hollywood Ending
- Homem Aranha
- Homem Aranha 2
- Homem Aranha 3
- Homem De Ferro
- Homem Demolidor
- Homem Em Fúria
- Homens De Negro
- Homens De Negro 2
- Homens Que Matam Cabras Só Com O Olhar
- Hostel
- Hostel 2
- Hot Fuzz - Esquadrão De Província
- Howl - Grito
- Hugo

- I Am Sam - A Força Do Amor
- I Spit On Your Grave
- I'll See You In My Dreams
- Iluminados Pelo Fogo
- I'm Still Here
- I Wanna Hold Your Hand
- Imitação Da Vida
- Imortal
- In Search Of A Midnight Kiss
- Indiana Jones E O Reino Da Caveira De Cristal
- Indomável
- Infiltrado
- Inimigos Públicos
- INLAND EMPIRE
- Inquietos
- Insidioso
- Insónia
- Intervenção Divina
- Intriga Internacional
- Invictus
- Irmão, Onde Estás?
- It
- It Might Get Loud
- Italian Spiderman

- Jack Ketchum's The Girl Next Door
- Jackass 2
- Jackass 3D
- Jackie Brown
- Jacuzzi - O Desastre Do Tempo
- James Bond - Agente Secreto
- James Bond - Casino Royale
- James Bond - Quantum Of Solace
- Janela Indiscreta (1954)
- Janela Indiscreta (1998)
- Janela Secreta
- JCVD
- Joga Como Beckham
- John Rambo
- Jonestown - The Life And Death Of Peoples Temple
- Jovens Rebeldes - A Verdadeira História
- Julgamento
- Julie E Julia
- Juno
- Juventude Em Marcha
- Juventude Tardia

- Kalifórnia
- Kandahar
- Karate Kid
- Katyn
- Kenny
- Kick Ass - O Novo Super-herói
- Kids - Miúdos
- Kill Bill vol.2
- King Kong (2005)
- Kiss Kiss Bang Bang
- Kiss Me
- Klimt
- Kopps
- Kung-Fu-Zão
- Kung Pow - Punhos Loucos

- La Jetée
- La Vie En Rose
- Ladrões
- Lady Snowblood
- Laranja Mecânica
- Last Days - Os Últimos Dias
- Lavado Em Lágrimas
- Lemmy
- Léon, O Profissional
- Lichter
- Lindas Encrencas As Garotas
- Lobos
- Longe Da Terra Queimada
- Lost In Translation - O Amor É Um Lugar Estranho
- Lua De Mel, Lua De Fel
- Lucifer Rising
- Lucky Luke
- Lucky Number Slevin - Há Dias De Azar

- M - Matou!
- Má Educação
- Machete
- Madrigal
- Maldito United
- Mamma Mia
- Manhattan
- Manô
- Mamonas Pra Sempre
- Mar Adentro
- Maria E As Outras
- Marie Antoinette
- Marjoe
- Marte Ataca!
- Matança De Natal
- Match Point
- Matou A Família E Foi Ao Cinem
- McQuade, O Lobo Solitário
- Meia-Noite Em Paris
- Meio Metro De Pedra
- Melancolia
- Melinda E Melinda
- Menina
- Mephisto
- Metrópolis
- Meu Nome É Bruce
- Miami Vice
- Milhões
- Milk
- Millenium 1. Os Homens Que Odeiam As Mulheres
- Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
- Minha Mãe
- Minha Terra
- Misery - Capí­tulo Final
- Missão A Marte
- Missão Impossí­vel 3
- Missão Impossível - Missão Fantasma
- Missão Solar
- Mistérios De Lisboa
- Momentos Agradáveis
- Moneyball - Jogada De Risco
- Monsters - Zona Interdita
- Monstro
- Monty Phyton E O Cálice Sagradi
- Morte Cerebral
- Morte De Um Presidente
- Movimentos Perpétuos
- Mr. E Mrs. Smith
- Mrs. Henderson Presents
- Muito Bem, Obrigado
- Mulholland Drive
- Mundo Fantasma
- Mundos Separados
- Munique
- Murderball - Espírito De Combate
- Murish
- Mutilados
- Mysterious Skin

- Na Cama
- Nacho Libre
- Não Estou Aí
- Napoleon Dynamite
- Nas Costas Do Diabo
- Nas Nuvens
- Needle
- Nico: À Margem Da Lei
- Ninguém Sabe
- Nixon
- No Limite Do Amor
- No Vale De Elah
- Noite De Agosto
- Noite Escura
- Noivos Sangrentos
- Nome De Código: Cloverfield
- Northfork
- Nosferatu, O Vampiro
- Nothing
- Nova Iorque 1997
- Nove Raínhas
- Nunca Digas Sim

- O Acontecimento
- O Agente Da Broadway
- O Lugar Do Morto
- O Americano
- O Amor Acontece
- O Anjo Exterminador
- O Anti-Pai Natal
- O Artista
- O Assassínio De Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford
- O Assassí­nio De Richard Nixon
- O Batedor
- O Bom Alemão
- O Bom, O Mau E O Vilão
- O Cabo Do Medo
- O Caminho De São Diego
- O Cão, O General E Os Pássaros
- O Capacete Dourado
- O Castelo Andante
- O Castor
- O Cavaleiro Das Trevas
- O China
- O Cobrador
- O Código Da Vinci
- O Comboio Dos Mortos
- O Comboio Mistério
- O Condenado
- O Couraçado Potemkin
- O Cowboy Da Meia-Noite
- O Crepúsculo Dos Deuses
- O Dedo De Deus
- O Delator!
- O Demónio
- O Despertar Da Besta
- O Despertar Da Mente
- O Deus Da Carnificina
- O Deus Elefante
- O Dia Em Que A Terra Parou (1951)
- O Dia Em Que A Terra Parou (2008)
- O Dia Da Besta
- O Discurso Do Rei
- O Enigma Do Espaço
- O Estranho Caso De Benjamin Button
- O Estranho Mundo De Jack
- O Evangelho Segundo São Mateus
- O Exorcista
- O Fatalista
- O Feiticeiro De Oz
- O Feitiço Do Tempo
- O Fiél Jardineiro
- O Gabinete Das Figuras De Cera
- O Gabinete Do Dr. Caligari
- O Gato Das Botas
- O Génio Do Mal (1976)
- O Grande Peixe
- O Grande Ditador
- O Guerreiro
- O Homem Duplo
- O Homem Que Copiava
- O Homem Que Sabia Demasiado
- O Homem Que Veio Do Futuro
- O Idealista
- O Jogo
- O Júri
- O Imperador Da Califórnia
- O Inquilino
- O Justiceiro Da Noite
- O Labirinto Do Fauno
- O Laço Branco
- O Lado Selvagem
- O Lago Perfeito
- O Leopardo
- O Livro Negro
- O Lobo Do Mar
- O Macaco De Ferro
- O Maquinista
- O Marinheiro De Água Doce
- O Menino De Ouro
- O Meu Tio
- O Milagre De Berna
- O Milagre Segundo Salomé
- O Mistério Galindez
- O Monstro Da Lagoa Negra
- O Mundo A Seus Pés
- O Nevoeiro (1980)
- O Ofício De Matar
- O Olho
- O Orfanato
- O Paciente Inglês
- O Padrinho - Parte I
- O Padrinho - Parte II
- O Padrinho - Parte III
- O Panda Do Kung Fu
- O Panda Do Kung Fu 2
- O Pesadelo De Darwin
- O Pistoleiro Do Diabo
- O Planeta Selvagem
- O Pó Dos Tempos
- O Portador Da Espada
- O Presidiário
- O Prisioneiro Do Rock
- O Protegido
- O Próximo A Abater
- O Quinto Elemento
- O Quinto Império
- O Regresso
- O Rei Dos Gazeteiros
- O Reino Proibido
- O Ritual
- O Ritual Dos Sádicos
- O Sabor Do Amor
- O Sargento Da Força Um
- O Segredo A Brokeback Mountain
- O Segredo De Um Cuscuz
- O Segredo Dos Punhais Voadores
- O Selvagem
- O Sentido Da Vida
- O Sétimo Selo
- O Sítio Das Coisas Selvagens
- O Sonho Comanda A Vida
- O Sonho De Cassandra
- O Sorriso De Mona Lisa
- O Tempo Do Lobo
- O Tesouro Da Sierra Madre
- O Tigre E A Neve
- O Tio Boonmee Que Se Lembra Das Suas Vidas Anteriores
- O Triunfo Da Vontade
- O Turista
- O Último Airbender
- O Último Grande Herói
- O Último Rei Da Escócia
- O Último Tango Em Paris
- O Último Voo Do Flamingo
- O Vingador Tóxico
- O Wrestler
- Ocean's Eleven - Façam As Vossas Apostas
- Odete
- Oldboy - Velho Amigo
- Olho Mágico
- Oliver Twist
- Ônibus 174
- Orca
- Órfã
- Os Amantes Regulares
- Os Amigos De Alex
- Os Bons E Os Maus
- Os Caça-Fantasmas
- Os Cavaleiros Do Asfalto
- Os Chapéus De Chuva De Cherburgo
- Os Cinco Venenos
- Os Clãs Da Intriga
- Os Condenados De Shawshank
- Os Descendentes
- Os Edukadores
- Os Famosos E Os Duendes Da Morte
- Os Filhos Do Homem
- Os Friedmans
- Os Guardiões Da Noite
- Os Homens Preferem As Loiras
- Os Imortais
- Os Inadaptados
- Os Índios Apache
- Os Invisíveis
- Os Irmãos Grimm
- Os Limites Do Controlo
- Os Marginais
- Os Mercenários
- Os Miúdos Estão Bem
- Os Novos Dez Mandamentos
- Os Olhos Da Serpente
- Os Olhos Sem Rosto
- Os Onze De Oceano
- Os Optimistas
- Os Pássaros
- Os Produtores (2005)
- Os Psico-Detectives
- Os Rapazes Da Noite
- Os Rapazes Não Choram
- Os Renegados Do Diabo
- Os Rutles - All You Need Is Cash
- Os Selvagens Da Noite
- Os Simpsons - O Filme
- Os Sonhadores
- Os Sorrisos Do Destino
- Os Super-Heróis
- Os Supeitos Do Costume
- Os Três Enterros De Um Homem
-Os Visistantes Da Idade Média
- Os 300 Espartanos

- Pagafantas
- Palpitações
- Papillon
- Para Onde O Vento Sopra
- Parada De Monstros
- Paraíso, Inferno... Terra
- Paranoid Park
- Paris Je T'Aime
- Party Monster
- Pecados Íntimos
- Pele
- Pequenas Mentiras Entre Amigos
- Performance
- Perigo Na Noite
- Perto Demais
- Pesadelo Em Elm Street
- Pink Floyd The Wall
- Piranha 3D
- Piratas Das Caraíbas - O Mistério do Pérola Negra
- Piratas Das Caraí­bas - O Cofre Do Homem Morto
- Piratas Das Caraíbas - Nos Confins Do Mundo
- Planeta Dos Macacos
- Planeta Dos Macacos: A Origem
- Planeta Terror
- Plano 9 Dos Vampiros Zombies
- Polaróides Urbanas
- Polí­cia Sem Lei (1992)
- Polícia Sem Lei (2009)
- Poltergeist, O Fenómeno
- Ponto De Mira
- Por Favor Rebobine
- Por Favor Não Me Morda O Pescoço
- Porcos & Selvagens
- Posto Fronteiriço
- Precious
- Predadores
- Presente De Morte
- Preto E Branco
- Primer
- Príncipe Da Pérsia - As Areias Do Tempo
- Procurado
- Profissão: Repórter
- Promessas Proibidas
- Proposta Indecente
- Proteger
- Psico
- Psicopata Americano
- Pulp Fiction
- Pulsação Zero
- Punch-Drunk Love - Embriagado De Amor
- Purana Mandir
- Purple Rain

- Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez
- Quarentena
- Quarteto Fantástico (1994)
- Quarteto Fantástico (2005)
- Quase Famosos
- Quatro Noites Com Anna
- Que Lugar Maravilhoso
- Que Se Mueran Los Feos
- Queijo E Marmelada
- Quem Quer Ser Bilionário
- Querida Famí­lia
- Querida Wendy

- R
- Rapariga Com Brinco De Pérola
- Rare Exports
- Ratatui
- Ratos Assassinos
- Ray
- [Rec]
- [REC]2
- Red Eye
- Relatório Kinsey
- Relatório Minoritário
- Religulous - Que O Céu Nos Ajude
- Relíquia Macabra
- Renascimento
- Resident Evil: Apocalypse
- Rio
- Rio Bravo
- Rock De Fogo
- Rock, Rock, Rock
- Rocknrolla - A Quadrilha
- Rocky Balboa
- Roger E Eu
- Roma
- Romance E Cigarros
- Roxanne
- RRRrrrr!!!
- Rubber - Pneu
- Ruídos Do Além
- Ruivas, Loiras E Morenas
- Rumo À Liberdade
- Ruptura Explosiva

- Sacanas Sem Lei
- Sala De Pânico
- Salazar - A Vida Privada
- Salto Mortal
- Samsara
- Sangue Do Meu Sangue
- Sangue Por Sangue
- Santa Sangre
- Sapatos Pretos
- Save The Green Planet!
- Saw - Enigma Mortal
- Saw II - A Experiência Do Medo
- Saw 3D - O Capítulo Final
- Scoop
- Scott Pilgrim Contra O Mundo
- Seconds Apart
- Seis Indomáveis Patifes
- Sem Ela
- Sem Limites
- Sem Rumo
- Sem Tempo
- Semi-Pro
- Ser E Ter
- Sereia
- Serpentes A Bordo
- Sete Anos No Tibete
- Sete Vidas
- Sexo E A Cidade
- Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band
- Shaolin Daredevils
- Shaolin Soccer - O Ás Da Bola
- Shaolin Vs. Evil Dead
- Shattered Glass - Verdade Ou Mentira
- Sherlock Holmes
- Sherlock Holmes - Jogo De Sombras
- Shining
- Shoot 'Em Up - Atirar A Matar
- Shortbus
- Shrek 2
- Shrek O Terceiro
- Shrek Para Sempre
- Sicko
- Sid And Nancy
- Sideways
- Simpatyhy For Mr. Vengeance
- Sin City - Cidade Do Pecado
- Sinais
- Sinais De Fogo
- Sinais Do Futuro
- Sinais Vermelhos
- Singularidades De Uma Rapariga Loira
- Sky Captain E O Mundo De Amanhã
- Slither - Os Invasores
- Soldados Da Fortuna
- Soldados Do Universo
- Sombras Da Escuridão
- Somewhere - Algures
- Sonho De Uma Noite De Inverno
- Sonny
- Sophie Scholl - Os Últimos Dias
- Soro Maléfico
- Sorte Nula
- Soul Kitchen
- Spartacus
- Spartan - O Rapto
- Splice
- Stacy - Attack Of The Schoolgirl Zombies
- Star Wars - A Ameaça Fantasma
- Star Wars - A Vingança Dos Sith
- Star Wars - O Ataque Dos Clones
- Stardust - O Mistério Da Estrela Cadente
- Stone - Ninguém É Inocente
- Stoned, Anos Loucos
- Submarino
- Super
- Super Baldas
- Super-Homem
- Super-Homem: O Regresso
- Super 8
- Superstar
- Suspeita
- Suspiria
- Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro De Fleet Street
- Swimming Pool
- Sword Of Vengeance
- Sympathy For The Devil

- Taking Woodstock
- Tarnation
- Tarzan, O Homem Macaco (1981)
- Taxidermia
- Team America - Polí­cia Mundial
- Tebas
- Tecumseh
- Teeth
- Tempestade Tropical
- Tennessee
- Terra De Cegos
- Terminal De Aeroporto
- Terra Dos Mortos
- Terror Em Setembro
- Terror Na Auto-estrada
- Terror Nas Montanhas
- Tetro
- The Bloodstained Butterfly
- The Brown Bunny
- The Darjeeling Limited
- The Departed: Entre Inimigos
- The Devil And Daniel Johnston - Loucuras De Um Génio
- The Devil's Double
- The First Great Train Robbery
- The Fountain - O Último Capítulo
- The Grudge - A Maldição
- The Host - A Criatura
- The Impossible Kid
- The King Of Kong
- The Langoliers - Meia-Noite E Um
- The Last House On The Left
- The Machine Girl
- The Man From Earth
- The Marine
- The Million Dollar Hotel - O Hotel
- The Mindscape Of Alan Moore
- The Mist - Nevoeiro Misterioso
- The Others - Os Outros
- The Prestige - O Terceiro Passo
- The 50 Worst Movies Ever Made
- The Way
- The Woman
- Thirst - Este É O Meu Sangue
- This Is It
- This Is Spinal Tap
- Thor
- Thriller - A Cruel Picture
- THX 1138
- Tirar Vidas
- Titanic 2
- Tony
- Tournée - Em Digressão
- Toy Story 3
- Tragam-me A Cabeça De Alfredo Garcia
- Transamerica
- Tron
- Tron: O Legado
- Tropa De Elite
- Tropa De Elite 2 - O Inimigo Agora É Outro
- Tsotsi
- Tubarão
- Tubarão 2
- Tubarão 3
- Tubarão IV - A Vingança
- Tucker E Dale Contra O Mal
- Tudo Ficará Bem
- Tudo Pode Dar Certo
- Twisted - Homicídios Ocultos

- Ultra Secreto
- Um Amor De Perdição
- Um Azar Do Caraças
- Um Bater De Corações
- Um Belo Par... De Patins
- Um Cão Andaluz
- Um Dia A Casa Vai Abaixo
- Um Dia De Raiva
- Um Homem Singular
- Um Longo Domingo De Noivado
- Um Lugar Para Viver
- Um Padrasto Para Esquecer
- Um Profeta
- Um Tiro No Escuro
- Um Trabalho Em Itália
- Uma Aventura Na Casa Assombrada
- Uma Boa Mulher
- Uma Canção De Amor
- Uma Espécie De Cavalheiro
- Uma Famí­lia À Beira De Um Ataque De Nervos
- Uma História De Violência
- Uma Pequena Vingança
- Uma Rapariga Com Sorte
- Uma Segunda Juventude
- Uma Segunda Vida
- Undefeatable
- Unseen Evil 2 - Alien 3000
- Up - Altamente

- V De Vingança
- Vai E Vive
- Vais Conhecer O Homem Dos Teus Sonhos
- Valhalla Rising - Destino De Sangue
- Valquíria
- Vampiros de John Carpenter
- Van Helsing
- Vanilla Sky
- Vanitas
- Vasilhame
- Veio Do Outro Mundo
- Veludo Azul
- Velvet Goldmine
- Vencidos Pela Lei
- Vendendo A Pele
- Veneno Cura
- Vera Drake
- Versus - A Ressurreição
- Vestida Para Matar
- Vice
- Vício - Quando Nada É Suficiente
- Vicky Cristina Barcelona
- Vidas Sombrias
- Vigilância
- Vingança Redentora
- Virgem Aos 40 Anos
- Vitus
- Viúva Rica Solteira Não Fica
- Viver A Sua Vida
- Voando Sobre Um Ninho De Cucos
- Voltando Para Casa
- Voltar
- Vontade Indómita
- Voo 93

- Walk Hard - A História De Dewey Cox
- Walk The Line
- WALL-E
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Wassup Rockers - Desafios De Rua
- Watchmen - Os Guardiões
- Welcome To The Rileys
- White Irish Drunkers
- Wild Zero
- Win Win
- Wolf Creek
- Wristcutters: A Love Story

- X-Men
- X-Men 2
- X-Men 3 - O Confronto Final
- X-Men: O Início
- X-Men Origens: Wolverine

- Zack E Miri Fazem Um Porno
- Zardoz
- Zatoichi
- Zombies Party - Uma Noite... De Morte
- Zombies Strippers
- Zozo

- 007 - Agente Secreto
- 007 - Casino Royale
- 007 - Quantum Of Solace
- 10 Coisas Que Odeio Em Ti
- 100 Volta
- 10.000 AC
- 12 Homens Em Fúria
- 12 Macacos
- 12:08 A Este De Bucareste
- 1984
- 2LDK
- 24 Hour Party People
- 28 Dias Depois
- 20,13 - Purgatório
- 2012
- 300
- 4 Copas
- 48
- 50/50
- 6=0 Homeostética
- 8 1/2
- 9 Canções
- 98 Octanas


ENTREVISTAS:
- Fernando Fragata
- Festróia - Mário Ventura
- Filipe Melo
- Good N Evil
- IMAGO - Sérgio Felizardo
- José Barahona
- Nuno Markl
- Paulo Furtado
- Rodrigo Areias
- Sara David Lopes
- Solveig Nordlund
- Fernando Alle


TOPES:
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2011
- Top 5 dos Piores Filmes de 2011
- Top 10 dos Melhores Filmes de 2010
- Top 5 dos Piores Filmes de 2010
- Top 5 dos filmes de Leslie Nielsen
- Top 10 Dos Filmes Low Cost
- Top 5 das Melhores Cenas de Dança
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2009
- Top 5 dos Piores Filmes de 2009
- Top 5 dos Filmes Que Tenho Vergonha De Dizer Que Gosto
- Top 5 das Melhores Músicas de Ennio Morricone
- Top 5 dos filmes com Patrick Swayze
- Top 5 dos Telediscos do Michael Jackson
- Top 5 dos Filmes com David Carradine
- Top 5 dos Filmes com Lutadores de Luta-Livre
- Top 10 Os Melhores Filmes de 2008
- Top 5 Os Piores Filmes de 2008
- Top 5 dos Piores Filmes de Natal
- Top 5 das Coisas que não Esperávamos Ver no Cinema
- Top 5 dos Melhores Filmes de Paul Newman
- Top 5 Personagens Com Palas Nos Olhos
- Top 10 Melhores Cartazes De Cinema
- Top 5 dos Filmes de Chuck Norris
- Top 5 dos Filmes de Patrick Swayze
- Top 10 Os Melhores/Piores Vestidos dos Oscares
- Top 5 As Mortes de Crianças Mais Gratuitas
- Top 10 Os Melhores de 2007
- Top 5 Os Piores de 2007
- Top 7 Adaptações ao Cinema de Livros de Stephen King
- Top 5 Filmes Pela Paz
- Top 5 Os Melhores Beijos
- Top 5 Grandes Arquitectos
- Top 10 Filmes Que Mudaram A Minha Vida
- Top 5 Mulheres de Cabeça Rapada
- Top 5 As Cenas Mais Excitantes
- Top 10 Os Melhores de 2006
- Top 5 Os Piores de 2006
- Top 3 Filmes de Robert Altman
- Top 5 Os Vilões do Cinema
- Top 5 Filmes Com Mick Jagger
- Top 5 Filmes Com Steve Buscemi
- Top 5 Dos Cães no Cinema
- Top 5 Dos Filmes do Indie06
- Top 5 Dos Filmes do Fantas06
- Top 5 dos Presidentes
- Top 10 Os Melhores de 2005
- Top 5 Os Piores de 2005
- Top 5 Filmes com Pat Morita
- Top 10 Os Melhores Filmes Independentes
- Top 5 Os Piores Filmes da Saga Bond
- Top 5 Filmes com Dolph Lundgren
- Top 5 Adaptações de BD Para Cinema
- Top 10 Cenas Mais Assustadoras de Sempre
- Top 5 Vencedores do Óscar
- Top 5 Bond Girls
- Top 5 Filmes Sobre Doenças
- Top 5 Filmes de Natal
- Top 5 Melhores Batalhas Corpo-A-Corpo
- Top 10 Melhores Canções do Cinema
- Top 10 Melhores Filmes de Sempre
- Top 5 Melhores Momentos Musicais
- Top 5 Grandes Duelos do Cinema
- Top 10 Maiores Personagens do Cinema
- Top 5 Piores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 10 Melhores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 5 Filmes Religiosos


BAÚ DO TRASH:
- Needle
- Que Se Mueran Los Feos
- Easy A
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Saw 3D - O Capítulo Final
- And Soon The Darkness
- Os Imortais
- Purana Mandir
- Pagafantas
- The Bloodstained Butterfly
- Cisne Negro


ROYALE WITH CHEESE APRESENTA:
- A Tasca Da Cultura
- A Causa Das Coisas - parte I
- A Causa Das Coisas - parte II
- A Momentary Lapse Of Reason


FILMES A VER ANTES DE MORRER:
- #1 As Lágrimas Do Tigre Negro
- #2 Alucarda
- #3 Time Enough At Last
- #4 Armageddon
- #5 The Favour, The Watch And The Very Big Fish
- #6 Italian Spiderman
- #7 The Soldier And Death


UMA CURTA POR DIA NÃO SABE O BEM QUE LHE FAZIA:
- 1# Rabbit, de Run Wrake
- 2# Aligato, de Maka Sidibé
- 3# The Cat Concerto, de Joseph Barbera & William Hanna
- 4# A Curva, de David Rebordão
- 5# Batman: Dead End, de Sandy Callora
- 6# O Código Tarantino, de Selton Mello
- 7# Malus, de António Aleixo & Crosswalk, de Telmo Martins
- 8# Three Blind Mice, de George Dunning
- 9# Bedhead, de Robert Rodriguez
- 10# Key To Reserva, de Martin Scorcese
- 11# Bambi Meets Godzilla, de Marv Newland
- 12# The Horribly Slow Murderer with the Extremely Inefficient Weapon, de Richard Gale
- 13# Stolz Der Nation, de Eli Roth
- 14# Papá Wrestling, de Fernando Alle
- 15# Glas, de Bert Haanstra
- 16# Fotoromanza, de Michelangelo Antonioni
- 17# Quem É Ricardo?, de José Barahona
- 17# Terra Incognita, de Peter Volkart


AS MELHORES PIORES CENAS DE SEMPRE:
- A Pior Luta
- A Cena Mais Metida A Martelo
- O Ataque Animal Mais Brutal
- A Perseguição Mais Alucinante
- O Duelo Mais Improvável


CLUBE DE CINEMA DE SETÚBAL:
- Janeiro
- Fevereiro
- Março
- Abril
- Maio
- Setembro
- Novembro


FESTIVAIS:
- 20º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9
- 21º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 22º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 23º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 24º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 26º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 12º Caminhos Do Cinema Português
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- Imago 2006
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

;

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



BLOCKBUSTERS:

04/01/2004 - 05/01/2004

05/01/2004 - 06/01/2004

06/01/2004 - 07/01/2004

07/01/2004 - 08/01/2004

08/01/2004 - 09/01/2004

09/01/2004 - 10/01/2004

10/01/2004 - 11/01/2004

11/01/2004 - 12/01/2004

12/01/2004 - 01/01/2005

01/01/2005 - 02/01/2005

02/01/2005 - 03/01/2005

03/01/2005 - 04/01/2005

04/01/2005 - 05/01/2005

05/01/2005 - 06/01/2005

06/01/2005 - 07/01/2005

07/01/2005 - 08/01/2005

08/01/2005 - 09/01/2005

09/01/2005 - 10/01/2005

10/01/2005 - 11/01/2005

11/01/2005 - 12/01/2005

12/01/2005 - 01/01/2006

01/01/2006 - 02/01/2006

02/01/2006 - 03/01/2006

03/01/2006 - 04/01/2006

04/01/2006 - 05/01/2006

05/01/2006 - 06/01/2006

06/01/2006 - 07/01/2006

07/01/2006 - 08/01/2006

08/01/2006 - 09/01/2006

09/01/2006 - 10/01/2006

10/01/2006 - 11/01/2006

11/01/2006 - 12/01/2006

12/01/2006 - 01/01/2007

01/01/2007 - 02/01/2007

02/01/2007 - 03/01/2007

03/01/2007 - 04/01/2007

04/01/2007 - 05/01/2007

05/01/2007 - 06/01/2007

06/01/2007 - 07/01/2007

07/01/2007 - 08/01/2007

08/01/2007 - 09/01/2007

09/01/2007 - 10/01/2007

10/01/2007 - 11/01/2007

11/01/2007 - 12/01/2007

12/01/2007 - 01/01/2008

01/01/2008 - 02/01/2008

02/01/2008 - 03/01/2008

03/01/2008 - 04/01/2008

04/01/2008 - 05/01/2008

05/01/2008 - 06/01/2008

06/01/2008 - 07/01/2008

07/01/2008 - 08/01/2008

08/01/2008 - 09/01/2008

09/01/2008 - 10/01/2008

10/01/2008 - 11/01/2008

11/01/2008 - 12/01/2008

12/01/2008 - 01/01/2009

01/01/2009 - 02/01/2009

02/01/2009 - 03/01/2009

03/01/2009 - 04/01/2009

04/01/2009 - 05/01/2009

05/01/2009 - 06/01/2009

06/01/2009 - 07/01/2009

07/01/2009 - 08/01/2009

08/01/2009 - 09/01/2009

09/01/2009 - 10/01/2009

10/01/2009 - 11/01/2009

11/01/2009 - 12/01/2009

12/01/2009 - 01/01/2010

01/01/2010 - 02/01/2010

02/01/2010 - 03/01/2010

03/01/2010 - 04/01/2010

04/01/2010 - 05/01/2010

05/01/2010 - 06/01/2010

06/01/2010 - 07/01/2010

07/01/2010 - 08/01/2010

08/01/2010 - 09/01/2010

09/01/2010 - 10/01/2010

10/01/2010 - 11/01/2010

11/01/2010 - 12/01/2010

12/01/2010 - 01/01/2011

01/01/2011 - 02/01/2011

02/01/2011 - 03/01/2011

03/01/2011 - 04/01/2011

04/01/2011 - 05/01/2011

05/01/2011 - 06/01/2011

06/01/2011 - 07/01/2011

07/01/2011 - 08/01/2011

08/01/2011 - 09/01/2011

09/01/2011 - 10/01/2011

10/01/2011 - 11/01/2011

11/01/2011 - 12/01/2011

12/01/2011 - 01/01/2012

01/01/2012 - 02/01/2012

02/01/2012 - 03/01/2012

03/01/2012 - 04/01/2012

04/01/2012 - 05/01/2012

05/01/2012 - 06/01/2012

06/01/2012 - 07/01/2012

07/01/2012 - 08/01/2012

08/01/2012 - 09/01/2012

09/01/2012 - 10/01/2012

10/01/2012 - 11/01/2012

11/01/2012 - 12/01/2012

12/01/2012 - 01/01/2013

01/01/2013 - 02/01/2013

02/01/2013 - 03/01/2013

03/01/2013 - 04/01/2013

04/01/2013 - 05/01/2013

05/01/2013 - 06/01/2013

06/01/2013 - 07/01/2013

07/01/2013 - 08/01/2013

08/01/2013 - 09/01/2013

09/01/2013 - 10/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

11/01/2013 - 12/01/2013

12/01/2013 - 01/01/2014

01/01/2014 - 02/01/2014

02/01/2014 - 03/01/2014

03/01/2014 - 04/01/2014

04/01/2014 - 05/01/2014

05/01/2014 - 06/01/2014

06/01/2014 - 07/01/2014

07/01/2014 - 08/01/2014

08/01/2014 - 09/01/2014