Royale With Cheese

 Royale With Cheese

 
 



quarta-feira, outubro 29, 2008  

ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA:

Título: Blindness
Realizador: Fernando Meirelles
Ano: 2008


Esqueçam os prémios e as mostras internacionais do Pedro Costa, esqueçam os 100 anos do Manoel de Oliveira... Ensaio Sobre A Cegueira é o novo happening do cinema português. E com razão: pela primeira vez, um livro português (neste caso, o homónimo romance de José Saramago) é adaptado ao cinema por Hollywood. E para ajudar à festa, o realizador fala português - é o brasileiro Fernando Meirelles -, o elenco é recheado de caras conhecidas e, claro, há um prémio Nobel envolvido.

Para quem nunca leu (e há muita gente que continua sem pega rna obra de Saramago, pelo (duplo) preconceito errado de que o senhor escreve sem pontuação e, como tal, não sabe escrever), Ensaio Sobre A Cegueira coloca o cenário hipotético de e se toda a gente no Mundo cegasse? O resultado é arrepiante e pode perturbar muito boa gente, mas como Saramago referiu pertinentemente, é assim o ser humano, capaz do melhor, mas principalmente do pior.

No meio de todo este mar de cegueira branca (ao contrário da cegueira "normal", esta é alva, o que lhe dá uma espécie de natureza ambígua, metade possibilidade de castigo divino, outra metade de possível experiência governamental), sobressai Julianne Moore, a única personagem no meio de todo este cenário que não cega e, como tal, vai ser uma espécie de astro sob o qual giram os demais planetas. Porque já diz a sabedoria popular, em terra de cegos, quem tem olho é rei. Mesmo assim, não se livra de mostrar as mamas mais uma vez, algo que parece ser requisito obrigatório da actriz em todos os filmes.

Filmado em cenário indistinto, de forma a não permitir leituras transversais além da do cenário hipotético, Fernando Meirelles optou por um elenco cosmopolita, com brancos, pretos, chineses e mexicanos, como um Babel em versão microcosmos. Infelizmente, esta opção tira-lhe um pouco de força, uma vez que não permite fixar as raízes no solo. No entanto, nada disto é grave, se tivermos em conta coisas priores, como o primeiro terço de Ensaio Sobre A Cegueira, que dá a impressão de que tudo acontece depressa de mais.

É complicado transportar livros de forma fiél para o grande ecrã e Fernando Meirelles apercebeu-se da dificuldade deste caso concreto. Assim, preferiu não inventar no argumento e, limitando-se ao essencial, construiu o seu filme. Os resultados finais são os mesmos do romance: a criação de uma espécie de distopia disfuncional e assustadora de tão rela que é, que mostra o lado mais animalesco do Homem quando colocado em situações extremas. Há mortes, há violações em grupo, há roubos, há despotismo... Aliás, Ensaio Sobre A Cegueira podia chamar-se Pessoas Cegas Versão XXX.

O realizador opta então por tapar os buracos vazios do filme com a sua arte de filmar. Optando por inundar o filme de luz, Fernando Meirelles cria a antítese do film noir, o que poderá muito bem vir a tornar-se escola em futuros filmes em cenários indistintos, com os planos queimados e de cores dessaturadas. Além disso, aproveitando o facto de etar toda a gente cega, Meirelles evita os planos subjectivos, abusando dos (des)enquadramentos, como aquele cinema do alheamento de Antonioni, ou mesmo de Wong Kar Wai. Quando nada disso resulta, a solução é recorrer à mais antiga muleta de todas: o narrador. E para isso lá está Danny Glover a fazer de Morgan Freeman.

Não é genial (para isso há o livro), mas Ensaio Sobre A Cegueira é um filme que honra completamente o legado de José Saramago, em formato McRoyal Deluxe.

Posted by: dermot @ 12:08 da tarde
|  


 

RIP:


Gerard Damiano
1928 - 2008


Pode ser um one-hit wonder e pode ter-se tornado conhecido, simplesmente, por capricho do destino. No entanto, será para sempre recordado como o realizador do filme porno mais famoso da história, o mítico Garganta Funda.

O caso da elevação do filme a ícone da cultura pop está bem mostrado no documentário Dentro De Garganta Funda. No entanto, mesmo com a ajuda dos conservadores americanos, o sucesso não teria sido possível sem a não menos mítica Linda Lovelace (e a sua "capacidade bocal"), a banda-sonora deliciosa e a realização kitsch de Damiano. Num dia foi criado o porno-chic. E Gerard Damiano está inscrito no meu panteão cinematográfico.

Posted by: dermot @ 10:54 da manhã
|  




quarta-feira, outubro 22, 2008  

O PRÓXIMO A ABATER:

Título: The Boondock Saints
Realizador: Troy Duffy
Ano: 1999


Toda a gente sabe que a comunidade irlandesa nos Estados Unidos, mais propriamente em Boston, é uma das mais fortes na América. No entanto, são sempre os italianos que têm os melhores filmes (basicamente, todos sobre a máfia). Mesmo assim, já tivemos oportunidade de ver como é que eles se estabeleceram lá (olá Gangs de Nova Iorque) e já pudemos ver, um par de vezes, eles a matarem-se uns aos outros (olá Chuva De Fogo). Em O Próximo A Abater, eles não só se matam uns aos outros, como o fazem com muito estilo.

O realizador Troy Duffy (com um currículo cingido praticamente a este título e a uma infinitamente adiada sequela) estava, claramente, viciado no Pulp Fiction quando realizou este filme. O Próximo A Abater é um thriller de acção que segue os moldes de Um Mal Nunca Vem Só (outro clone de Pulp Fiction), por exemplo, com claras influências da violência estilizada de Tarantino, a banda-sonora rock-surf (mas com mau gosto), ou as personagens com um travo religioso (and you will know my name is the Lord when I lay my vengeance upon thee, lembram-se?). Mas também há os tiroteios em câmara-lenta e com milhentas armas de John Woo, ou as personagens caricatas a cheirar a testosterona por todo o lado de Robert Rodriguez. Ou seja, tudo excelentes influências.

Basicamente, a história tem bastante a pinta. Há dois irmãos (Sean Patrick Flanery e *argh* Norman Reedus), pacatos talhantes, que em legítima defesa, despacham uns russos da máfia. Aparece um buraco no argumento e, de repente, eles são elevados a heróis populares. Nisto, têm uma epifania na prisão (alerta xunga, atenção) e decidem começar a matar todos os bandidos da cidade, indiscriminadamente. Para capturar estes vigilantes-Charles-Bronson-style existe o super-detective Paul Smecker (Willem Dafoe), uma versão ambígua do Sherlock Holmes, mas que no fundo o que tem são recalcamentos a mais.

Mas Troy Duffy tem a sofisticação e a sensibilidade de um elefante numa loja de porcelanas e, por isso, O Próximo A Abater tem situações confrangedoras, dignas da série-b má, como um mero bang bang movie do Steven Seagal. As personagens então são todas esteriotipadas, que quase roçam o kitsch, de tão esticadas que são - os russos falam todos como o Tarzan com um sotaque esquisito e os italianos comem todos pizza e dizem mamma mia -, o que nos leva a pensar se o realizador não fez de propósito, nalgum tipo de exercício estilístico pós-moderno manhoso. Só assim se compreende o Ron Jeremy a fazer de mafioso italiano ou um chefe da máfia a dizer os anos 90 andam a dar cabo de mim.

Com o passar dos minutos, O Próximo A Abater começa a ganhar embalagem e toda a gente começa a divertir-se. Os tiroteios aumentam de dimensão e de intensidade e o entretenimento é cada vez mais e melhor. Se as personagens principais são bem estilosas - tatuadas, católicas e assassinas impiedosas -, o que dizer de Billy Connolly, que parece saido do Desperado, armado até aos dentes e envolto em cabedal? E depois, claro, há Willem Dafoe (vénia), que numa personagem ambígua, faz de um maricas cheio de virilidade. Parece o Mick Jagger e, no fundo, o facto de ser gay tem tanta relevância para a hsitória quanto a cena em que aparece (perturbadoramente) vestido de mulher.

Contudo, o grande momento de O Próximo A Abater tem a ver com a estrutura do próprio filme. Este desenrola-se assim: os Santos vão matar uns bandidos; entram numa casa e a imagem corta para a polícia no local; no meio da destruição, Williem Defoe rconstitui a cena; e assim por diante. A coisa começa a ficar bem oleada e no fim tem o ponto caramelo quando o próprio Williem Defoe reconstitui mais uma cena de tiroteio ao mesmo tempo que ele acontece, com uma ária por trás, qual ópera destrutuiva. Teria ficado que nem ginjas em Shoot 'Em Up - Atirar A Matar.

O Próximo A Abater (por favor, alguém me diga que este não é a tradução oficial para português) é um filme esquisito. Não é muito conhecido, mas muito boa gente fala dele. Também não é um bom filme, mas todos querem gostar dele. E não é bem um filme de culto, mas todos se recordam dele. O Próximo A Abater é como o tofu, que não é carne nem peixe. É mais McBacon.

Posted by: dermot @ 9:06 da tarde
|  




terça-feira, outubro 21, 2008  

HUNGER:

Título: Hunger
Realizador: Steve McQueen
Ano: 2008


Steve McQueen foi um dos mais exemplares ícones da raça masculina dos actores de Hollywood. No entanto, o Steve McQueen que realiza este Hunger nada tem a ver com o Steve McQueen dos olhos azuis. Este é inglês, é preto e é artista audiovisual, que já ganhou o prémio Turner com as suas criações video minimalistas a preto e branco, com laivos de nouvelle vague e do Andy Warhol.

Hunger nada tem a ver com o universo permofartivo de Steve McQueen. É antes uma ficção minimalista com influência do documentário, uma espécie de Aquele Querido Mês De Agosto, mas ao contrário, em que é a ficção que invade os domínios do documentário. Mais do que uma biografia de Bobby Sands, o militante do IRA que, em 1981, fez uma greve de fome até à morte, Hunger é um documentário pós-realista e muito cinéma véritè.

Em vez da visão romancesca dos meandros do conflito de Brisa De Mudança, temos um filme de prisão austero e cru, que nos mostra a desumanização da guerra de forma pornograficamente violenta. Sem banda-sonora e uma forma de filmar bastante descritiva, Fome mergulha na prisão inglesa e acompanha não só os horrores físicos dos prisioneiros, como os psicológicos dos guardas. Estão a ver a temporada que Papillon passa na solitária? Multipliquem essa tortura por cem.

É que Hunger é filmado de uma forma que dizemos sim senhores. Por exemplo, existe um diálogo de vinte minutos filmado com um plano fixo, que tem mil vezes mais dinâmica que noventa por cento dos exemplos do cinéma véritè. Mas o cinema verdade tem muito que se lhe diga e eu não sou, certamente, a pessoa mais indicada para o dizer...

Com uma entrega determinante de Michael Fassbender ao papel de Bobby Sands, emagrecendo até se tornar num verdadeiro esqueleto ambulante, que compete com Christian Bale em O Maquinista pelo anorético mais perturbador, Hunger tem como único problema o facto de não ter aquilo a que se convenciona chamar de argumento. É antes uma espécie de encadeamento de factos, sem grande contexto, que correm o risco de começar a soar a gratuito. Felizmente, o filme é bastante curtinho e quando o espectador pode começar a ficar com o fastio, ele acaba.

Como diria o Obélix, os ingleses são, de facto, loucos. É certo que têm uma tradição televisiva bastante apurada (vide a britcom ou as séries de época da BBC), mas fazer um telefilme como este é querer arranjar areia para se enterrar. Mas também que não arrisca não petisca. Por isso, vos digo: mais raro do que um telefilme a ganhar prémios, é um a merecer um McRoyal Deluxe.

Posted by: dermot @ 11:07 da manhã
|  




domingo, outubro 19, 2008  

TAKE - CINEMA MAGAZINE:

Número 8, Outubro de 2008


Página Oficial

Posted by: dermot @ 7:19 da tarde
|  




terça-feira, outubro 14, 2008  

ALTA TENSÃO:

Título: Haute Tension
Realizador: Alexandre Aja
Ano: 2003


Ultimamente, por um motivo ou por outro, tenho falado aqui da nouvelle vague de terror. No entanto, quase que é inadmíssivel fazê-lo quando nunca falei do filme que despoletou toda esta nova vaga de filmes de terror franceses. Estou a falar de Alta Tensão, o filme sensação de Alexandre Aja, que lha valeu o bilhete directo para Hollywood, onde actualmente está a realizar uma coisa que me deixa em pulgas: Piranha 3D(!).

Alta Tensão é um filme que já vimos mil e uma vezes, só que falado em francês: um par de amigas (Cécile De France e Maïwenn Le Besco) vão para a casa dos pais da segunda, no interior rural do sul francês para passarem o fim-de-semana, quando surge do nada um redneck sanguinário (Philippe Nahon) que desfaz em bocadinhos aquela gente toda.

Alexandre Aja começa por fazer uma coisa muito natural: situar o seu filme na França. Tal como Coisa Ruim captava a portugalidade do Portugal rústica, das mezinhas e das superstições, Alta Tensão tenta fazer o mesmo com o interior francês. Não sei se o consegue, porque não conheço o meio, mas connosco, estrangeiros, funciona. E só depois disto é que colecciona os clichês do género: a casa sitiada/assombrada, ao jeito de A Casa Maldita e o serial killer que funde num só todos os monstros de quatro décadas de terror: desloca-se numa lata velha e grande como o monstro de Jeepers Creepers, move-se a uma velocidade caricatamente lenta como os assassinos dos slashers tipo Sexta-Feira 13 e é brutalmente mau como os sanguinários vilões dos exploitation movies.

Alta Tensão revitaliza os medos do cinema de terror norte-americano dos anos 70, mas liberta-o dos temores políticos. É apenas um assumido filme de terror, sem qualquer background ou pretensão. Violência pura e dura, quase gratuita e pornográfica, onde só falta a segunda parte da equação blood, boobs and gore para ser perfeito. Não é um grande filme, mas Aja consegue casar na perfeição a quantidade certa de suspense com a de grafismo violento. Por isso, sem ser genial, Alta Tensão parecia merecer os nossos aplausos.

Infelizmente, tudo muda no final. Primeiro, é inserido na história um carro desportivo amarelo (olá Kill Bill) e nós pensamos que vamos ter girl power à la À Prova De Morte: he messes with a dyke chick - big mistake. Afinal não, mantém-se tudo na mesma. Na mesma não, porque no final há um twist super-desonesto, daqueles capaz de arrasar qualquer filme. E Alta Tensão é tão frágil que não se aguenta e, qual castelo de cartas, desaba ali por baixo de forma vertiginosa, que ficamos tão deprimidos que já nem somos capazes de apreciar um autêntico banho de sangue que acontece na penúltima cena.

Pior do que ser pretensioso, é fingir que é honesto para, no fim, se armar em espertalhão. Double Cheeseburger com ele!

Posted by: dermot @ 10:29 da tarde
|  




segunda-feira, outubro 13, 2008  

ANTES QUE O DIABO SAIBA QUE MORRESTE:

Título: Before The Devil Knows You're Dead
Realizador: Sidney Lumet
Ano: 2007


Sidney Lumet andava a morrer aos bocadinhos, quando em 2005 a Academia se lembrou dele para o Óscar honorário. As pessoas aperceberam-se então que o veterano realizador não só estava vivo, como ainda filmava, apesar de já não fazer nada de propriamente relevante há uns bons vinte anos. Contudo, não deixa de ser um dos últimos mestres americanos vivos, proveniente de uma geração que se fez na televisão.

O primeiro filme que Lumet fez após esta reailitação foi Mafioso Quanto Baste, um filme sério com o Vin Diesel, uma opção que só podia mostrar que o homem já estava chéché. Afinal não, Sidney Lumet tem é uns enormes tomates. Ora basta ver a forma como iniciou este Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste: com uma cena com o Philip Seymour Hoffman todo nu, que nos faz querer furar os olhos com um pau. É certo que também está lá a Marisa TOmei (suspiro) toda nua para contrabalançar, mas não é suficiente.

Com um elenco de luxo, Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste é uma espécie de filme-mosaico contado em regime flashback, sobre dois irmãos (o mais velho (Philip Seymour Hoffman), frio e calculista, e o mais novo (Ethan Hawke), impulsivo e emotivo) que vão assaltar as mais improváveis pessoas, as quais me abstenho de dizer quem são para não estragar a surpresa. Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste é então uma espécie de rip-off do Memento realizado pelo fantasma póstumo do Robert Altman.

No fundo, é só a estrutura que parece isso, porque formalmente é a Quentin Tarantino que faz lembrar por todos os lados, por ser um neo-noir com personagens fortes, situações não muito normais e pela não-linearidade. Aliás, este era um filme ideal para Tarantino. Se Sidney Lumet tivesse posto uma banda-sonora surf, enchesse o argumento de palavrões e inundasse o filme com referências à mais obscura da cultura pop, toda a gente o iria dizer. Mas como Lumet é um realizador respeitável, fê-lo como um senhor. E, portanto, Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste é, oficialmente, o melhor filme de sempre de Quentin Tarantino que não foi feito por ele.

O filme divide-se em duas partes: a primeira, em regime analepse, é um filme de assalto palpitante com direito a uma música digna do mais nostálgico heist movie; e a segunda, em formato prolepse, é um drama familiar, que se transforma numa autêntica tragédia grega, daquelas que o João Canijo tanto gosta de recriar. Tudo isto filmado com a mão de mestre de Lumet, com a prestação brutal de Hoffman e com uns efeitos de edição que não eram vistos desde o Easy Rider, fazem de Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste um dos melhores Royale With Cheeses do ano. Espanta-me ter sido tão sobrevalorizado, quando ainda tem todos os condimentos de um bom thriller de acção.


Posted by: dermot @ 11:16 da tarde
|  




quarta-feira, outubro 08, 2008  

O SEGREDO DE UM CUSCUZ:

Título: La Graine Et Le Mulet
Realizador: Abdel Kechiche
Ano: 2008


É quando vejo filmes como O Segredo De Um Cuscuz que me convenço de que não percebo mesmo nada de cinema. É que depois de ler tantas críticas a louvarem o filme, fui vê-lo e achei precisamente o oposto de tudo aquilo que elas diziam.

Um dos principais louvores que lhe têm sido apontados tem a ver com a forma de como a câmara se demora nas situações, prolongando-as por minutos a fio. Os críticos aplaudem esse cinéma véritè, segundo o qual reflecte a realidade e as situações como elas realmente acontecem. No nosso quotidiano, quando temos uma discussão, esta não é cortada a meio para outra cena totalmente diferente quando termina o interesse de uma das partes na conversa. Contudo, eu vejo O Segredo De Um Cuscuz e fico claramente com a sensação de que Abdel Kechiche é um realizador com um sério problema de timming. É como o Di Maria: vê-se que é um bom jogador de futebol, mas nunca liberta a bola no tempo certo, tem que dar sempre um toquezinho a mais...

O Segredo De Um Cuscuz é o típico cinema europeu: filmado com a câmara ao ombro, tremendo mais do que a minha avó com parkinson, e, exclusivamente, com planos fechados, que faz com que os actores pareçam que estão sentados ao nosso lado na sala de cinema. Tudo isto dá-lhe um ar de cinema-verdade, mas também de Dogma 95 (não só a câmara à mão, mas também a luz e os decors naturais) e, especialmente, do neo-realismo. Quer dizer, não tanto o neo-realismo italiano, mas aquele pós-realistmo do Antonioni, com clara predominância pelos pormenores aparentemente insignificantes da vida como ela é.

O Segredo De um Cuscuz é uma história sobre amor verdadeiro, compromisso e a família. Aqui não há distinção entre personagens principais e secundárias, ou pelo menos de forma física, visto que, teoricamente, o patriarca Slimane (Habib Boufares) é quem faz todos os outros se moverem. No entanto, o núcleo de familiares e amigos que gravitam à sua volta formam um herói colectivo. E formam também uam família funcional à sua maneira, uma família francesa com raízes muçulmanas (cá temos o choque de culturas, tema recorrente do cinema humanista europeu), com um pé à beira do abismo sem o saberem. E o cuscuz que a mãe daquela gente toda faz como ninguém é a argamassa que os mantém unidos.

O argumento não é nada de novo, mas no final dá a impressão que o realizador ficou sem saber o que fazer para terminar. E deu-lhe um toque de surrealismo barra final aberto que, para quem já não estava a gostar muito do que estava a ver, fica claramente com a ideia de pretensão a mais. E é difícil não ficarmos cansados com três horas de filme, em que as partes mais importantes do argumento parece que são sempre as que não são filmadas e que as actrizes são todas tão chatas e histéricas a falar, que só apetece mandar-lhes uma caralhada para se calarem.

Já provei cuscuz uma vez, mas não me lembro se gostei ou não. Espero que saibam melhor que um Double Cheeseburger. Mas isto também sou eu, que não percebo nada de culinária. E de cinema.

Posted by: dermot @ 11:50 da tarde
|  




terça-feira, outubro 07, 2008  

10.000 AC:

Título: 10,000 BC
Realizador: Roland Emmerich
Ano: 2008


Confesso que não percebo as pessoas que têm arrasado 10.000 AC com as justificações de a) ter homens primitivos a falar inglês-americano correcto, b) ser historicamente incorrecto, uma vez que na pré-história não haviam tigres dentes-de-sabre e/ou c) ter demasiados monstros. Mas será que toda a gente se esqueceu do conceito de entretenimento? Quando eramos pequenos ficávamos acordados até às tantas às escondidas, só para ver na última sessão os monstros de A Ilha Do Dr. Moreau ou do King Kong. Até parece que temos vergonha de revelar que gostamos de ver monstros de plástico com parkinson a lutar. Toda a gente sabe que quem quer ver filmes históricos, vê A Guerra Do Fogo. Que por acaso até era aquela injecção que apanhávamos sempre nas aulas de História e que só tolerávamos para ver os homens-macaco a mocarem uns com os outros.

O que torna ainda mais ridículo nestas críticas a 10.000 AC é que o filme tem tanto para dizer mal, que nem se percebe porque é que se agarram ao óbvio. Aliás, o difícil mesmo é achar algo de bom no filme: os actores são maus, a protagonista usa vestidos de ir a coquetailes e os bons escapam sempre ilesos das peripécias. Contudo, também tenho que confessar: eu gostei. Mas eu sou suspeito, uma vez que acho piada ao entretenimento desmiolado do Roland Emmerich, o Ed Wood dos grandes orçamentos, como lhe chama a minha amiga Sara. Eu até gostei do Godzilla, vejam lá bem.

O argumento minúsculo de 10.000 AC resume-se ao clichet clássico dos épicos do género: homem pré-histórico ama mulher pré-histórica (que crescida está Camilla Belle); tribo bárbara rapta mulher pré-histórica; homem pré-histórico vai resgatar mulher pré-histórica; final feliz. Obviamente que depois há pelo meio (ou tenta haver) um sub-enredo que envolve profecias milenares - obviamente que o homem pré-histórico é um the choosen one, nada que espante, visto que até Jesus Cristo o era -, extraterrestres a construírem pirâmides, esquimós misturados com etíopes e a sugestão de que os reis egípcios descendem directamente dos Atlantes...

10.000 AC é uma mistura de Apocalipto com 300, versão tresloucada, mas sem a diversão destes. Infelizmente, falta-lhe ali qualquer coisa que não sei bem o quê. E não são as perseguições desenfreadas, os combates loucos e os monstros gigantes inesperados, porque isso tem às toneladas. Emmerich tem como principal intuito o entretenimento e, por isso, não esperem deenvolvimentos dramáticos das personagens, que se limitam à unidimensionalidade. 10.000 AC é como Armageddon: não se pode fazer fogo no espaço, mas se é necessário um astronauta fazer uma faísca para se conseguir uma explosão que acaricie o nosso cérebro, então vamos a ela.

Com cenários abismais e monstros gigantescos, todos feitos em CGI, 10.000 AC utiliza a masturbação digital para o empolgamento visual e sonoro dos espectadores, que podem desligar os cérebros à vontade para hora e meia de diversão pura e dura. Esqueçam o cinema intelectual e abram os vossos horizontes para a xungaria série-b, que é para isso que existe a silly season e os McChickens.

Posted by: dermot @ 10:55 da tarde
|  


 

GANGS DE NOVA IORQUE:

Título: Gangs Of New York
Realizador: Martin Scorsese
Ano: 2002


Para além de ter sido fundada nas ruas, como indica a tagline deste filme, Nova Iorque foi erguida por bandidos, ladrões, aldrabões e demais criminosos, apoiada em pilares como a corrupção ou o tráfico. Toda a gente sabe isso e, se for dita mais quatro ou cinco vezes até ao final do ano, irá transformar-se num lugar comum. No entanto, para entender verdadeiramente o alcance destas palavras há que ver filmes como Gangs De Nova Iorque. Ou então, ler livros como Filha da Fortuna, de Isabel Allende, que apesar de não ser tão bem vista nos meios literários, é muito mais do que os escritores de supermercado.

Gangs De Nova Iorque é um projecto de Martin Scorsese que se arrastou desde os anos 70 e que, inicialmente, era para contar com os Clash. E tal como a maioria da sua filmografia, ambienta-se no universo subterrâneo da sua tão amada Nova Iorque. A diferença é que, em vez da comunidade italiana e da máfia, aqui temos a comunidade irlandesa, num recuo ao século XIX, quando Nova Iorque era (ainda mais) uma miscelanea de culturas e povos.

Baseado livremente em factos reais, Gangs De Nova Iorque é um melodrama épico de época e uma espécie de tragédia shakespeariana, que aborda a origem dum conflito mal resolvido entre a comunidade irlandesa nova-iorquina e os nativos americanos. De um lado há Amsterdam (Leonardo DiCaprio), o filho do antigo líder dos irlandeses (Liam Neeson), que tem como único objectivo de vida vingar-se do assassino do seu pai: o carismático, carniceiro e sádico líder dos nativos americanos, Bill Cutting (Daniel Day-Lewis). A sua vendeta pessoal vai transformar-se numa jornada que vai reabilitar esse confronto antigo, num país claramente paradoxal: numa terra fundada por estrangeiros, a xenofobia é o sentimento mais comum.

É uma espécie de O Padrinho, mas com americanos do século XIX em vez de italianos (e um argumento com mais falhas): Gangs De Nova Iorque conta a ascensão e a queda de várias personagens, mas no fundo tudo é varrido por um tributo às mãos que construiram a América, terminando numa epifania de que todos somos iguais e há que lutar em conjunto por ideais semelhantes. Faltou apenas uma bandeira americana defraldada ao vento para Michael Bay ficar orgulhoso de Martin Scorsese. Não houve bandeira, mas houve um plano do então já destruído World Trade Center...

Contudo, não se pense que Gangs De Nova Iorque é uma banhada patriota ou um simples melodrama construído de baba e ranho. Antes de mais é um excelente pedaço de entretenimento: Martin Scorsese sabe criar atsmoferas vibrantes e pujantes, como a reconstituição que faz daquela Nova Iorque comandada por várias gangues, sempre ao som marcial de tambores e flautas de guerra, que nos mantêm em guarda. Infelizmente, a história acaba por ser um pouco retalhada por imperativos de tempo. Não é admirar que a versão inicial do filme tivesse uma hora a mais. É que conseguimos praticamente visualizar o que ficou perdido no chão do estúdio de edição...

E por falar em retalhar, nada melhor do que terminar esta prosa com um parágrafo dedicado ao magnífico Daniel Day-Lewis, na pele de um cruél e desvairado talhante. Psicopata com olhos de louco e um bigode arrebitado nas pontas que lhe dá um ar de artista de circo dos infernos, Daniel Day-Lewis é demasiado cruél para o próprio argumento. Vê-se claramente que ele pede ansiosamente por banhos de sangue em todas as cenas em que aparece, mas Martin Scorsese nunca tem coragem de as dar. É pena.

Gosto de Gangs De Nova Iorque, apesar do McRoyal Deluxe estar, algumas das vezes, preso por arames.

Posted by: dermot @ 11:32 da manhã
|  




domingo, outubro 05, 2008  

TEETH:

Título: Teeth
Realizador: Mitchell Lichtenstein
Ano: 2007


Existem premissas que valem um filme e a de Teeth é uma dessas: uma miúda que tem uma xirita com dentes. A mítica Troma já faz filmes destes aos anos. Eles são preservativos com dentes, nazis surfistas com dentes e muita coisa bizarra com dentes.

Dawn (Jess Weixler) é o exemplo vivo do mito da vagina dentata, uma lenda que fala de uma mulher com dentes na senaita que só pode ser libertada por um herói. Tudo isto ao mesmo tempo que vai descobrindo a sua sexualidade emergente e à medida que a tenta igualmente reprimir, ou não fosse Dawn a mais exemplar cara do clube de castidade da sua comunidade.

Apesar de cheirar a série-b por todos os lados, Mitchell Lichtenstein (o filho de Roy Lichenstein, um dos maiores génios da pop art) tenta fazer passar o filme por um trabalho sério. Assim, cria um paralelismo com a repressão feminina, uma alegoria à repressão sexual nas escolas norte-americanas e até uma crítica subversiva à teoria evolutiva vs teoria criativa que tanta tinta faz correr na comunidade pedagógica em terras do tio Sam. Claro que tudo isto não passa de tentativas frustradas, porque no fundo o que nós queremos mesmo ver é a birosca dentada.

Mas mesmo que nós, espectadores, quiséssemos prestar atenção ao argumento, não o iríamos conseguir. Teeth é demasiado monótono para o tipo de filme que é. As coisas demoram a acontecer e existem demasiados momentos mortos para um argumento tão minimalista. A coisa exigia mais acção, energia, acontecimentos e, especialmente, imaginação. No fundo, pedia mais série-b. Apesar de haverem meia dúzia de bons momentos gore, com sangue e pilas cortadas, Teeth é pouco gráfico. Se Teeth fosse feito pela Troma, em vez das três pilas cortadas, haveriam umas três dezenas...

Teeth começa a ter piada quando Dawn, finalmente, percebe o corpo que tem e o coloca à sua própria disposição: if you fuck me, you're fucked. Infelizmente, a coisa acontece no último quarto de hora do filme e já pouco há a fazer. E a única cena verdadeiramente interessante do filme, com direito a one-liner espirituosa e tudo, mostra o quanto poderia ter sido feito com uma pérola como esta. Assim, Teeth é apenas um Double Cheeseburger, já contando com o facto de haver uma sacaninha com dentes (e um poster dos Deadly Snakes lá pelo meio, pronto).

Posted by: dermot @ 10:50 da tarde
|  




quarta-feira, outubro 01, 2008  

O ANTI-PAI NATAL:

Título: Bad Santa
Realizador: Terry Zwigoff
Ano: 2003


Diz-se que o Natal é quando um homem quiser. Pois bem, já tenho uma razão com legitimidade suficiente para recuperar O Anti-Pai Natal.

Em O Anti-Pai Natal, Billy Bob Thornton é o mais improvável Pai Natal de todos: bêbado, mulherengo (com uma estranha fixação por mulheres gordas), brejeiro e completamente desprovido de qualquer emoção. Aliás, Billy Bob Thornton só mantém este trabalho de Pai Natal durante os Dezembros porque tem um esquema com o anão Marcus (Tony Cox) para roubarem as superfícies comerciais onde trabalham. Billy Bob Thornton é uma espécie de Dr. House, mas em versão malvada.

Por tudo isto, é natural que O Anti-Pai Natal seja encarado como uma subversão do filme de Natal. No entanto, ter um recorde de f-words num filme natalício não significa ser subversivo coisa nenhuma. Matança De Natal sim, é um filme suberviso! Agora, O Anti-Pai Natal não. Um buddy-movie ainda sou capaz de aceitar. Mas a sua estrutura é tão óbvia - o protagonista desesperançado que tem uma epifania e um final feliz bem polidinho -, que por vezes chegamos a duvidar se o filme que estamos a ver é mesmo o aquele com o pai natal calão.

O Anti-Pai Natal poderia então ser apenas mais um filme de Natal disfarçado. Mas felizmente não é e podemos dar o nosso tempo por bem empregue. Com um tipo de humor não muito imediato, próximo do que nos habituou Bernie Mac na sua sitcom, por exemplo, O Anti-Pai Natal é um filme nada pretensioso que não se esforça por ter piada. A câmara fixa-se em Billy Bob Thornton e espera que ele acta simplesmente, disparando em todas as situações. Billy Bob Thornton é o melhor pai natal de sempre: embebeda-se, pragueja e mija-se pernas abaixo, sempre com crianças ao colo.

Claro que ajuda ter um miúdo gordo e irritante como sideckick: Brett Kelly tem uma personagem brutal. Ao viver sozinho com a sua avó que já tem um parafuso a menos, o miúdo transformou-se em algo que redifine todos os conceitos de ingenuidade. Como uma espécie de Nell, versão taralhoca.

Infelizmente, o argumento de O Anti-Pai Natal parece uma manta de retalhos, em que às vezes parece que nem estamos a ver o mesmo filme. As cenas avançam e recuam às vezes sem sentido, as personagens têm desenvolvimentos que ninguém percebe deonde vêm e existem mesmo cenas que caem do céu, completamente desfazadas do restante. Utilizando uma metáfora, O Anti-Pai Natal parece um condutor que quando vai a esticar a quarta, reduz para primeira. A comédia é tão mal tratada em Hollywood, mesmo a que nos faz verdadeiramente rir.

O Anti-Pai Natal é, no entanto, um dos melhores filmes de Natal de que há memória. Tudo, porque o pai natal também pode ter dias maus... Antes de ir, deixo aqui a dica: quem é que faz um estudo acerca da relação entre a qualidade de um filme de Natal com a qualidade dos temas da banda-sonora? Por exemplo, este tem o Let it snow cantado pelo Dean Martin e vale um McBacon, pode servir de unidade de referência, estão a perceber?

Posted by: dermot @ 1:07 da tarde
|  





COTAÇÃO:
10 - Royale With Cheese
9 - Le Big Mac
8 - McRoyal Deluxe
7 - McBacon
6 - McChicken
5 - Double Cheeseburger
4 - Cheeseburger
3 - Caixinha de 500 paus (Happy Meal)
2 - Hamburga de Choco
1 - Pão com Manteiga

TAKE:
Take - cinema magazine | take.com.pt


ARE YOU TALKING TO ME:
DUELO AO SOL
CLARENCE HAD A LITTLE LAMB
GONN1000
BITAITES
ANTESTREIA
CINEBLOG
CINEMA NOTEBOOK
CONTRA CAMPO
ZONA NEGRA
O MELHOR BLOG DO UNIVERSO
A CAUSA DAS COISAS
O MEU PIU PIU
AMARCORD
LAURO ANTÓNIO APRESENTA
SARICES ARTÍSTICAS
A RAZÃO TEM SEMPRE CLIENTE
MIL E UM FILMES
AS IMAGENS PRIMEIRO
A DUPLA PERSONALIDADE
TRASH CINEMA TRASH
SUNSET BOULEVARD
CINEMA XUNGA


ARE YOU TALKIN' TO ME?
cinephilus@mail.pt


CRÍTICAS:
- A Armadilha
- A Arte De Pensar Negativamente
- A Árvore Da Vida
- A Balada de Jack And Rose
- A Bela E O Paparazzo
- A Boda
- À Boleia Pela Galáxia
- A Cabana Do Medo
- A Cela
- A Canção De Lisboa
- A Cara Que Mereces
- A Casa Dos 1000 Cadáveres
- A Casa Maldita
- A Cidade Dos Malditos
- A Ciência Dos Sonhos
- A Comunidade
- A Cor Do Dinheiro
- A Costa Dos Murmúrios
- A Criança
- A Dália Negra
- A Dama De Honor
- A Descida
- A Duquesa
- À Dúzia É Mais Barato
- A Encruzilhada
- A Estrada
- A Estranha Em Mim
- A Frieza Da Luz
- A Fúria Do Dragão
- A História De Uma Abelha
- A Honra Da Família
- A Janela (Maryalva Mix)
- A Lagoa Azul
- A Lenda Da Floresta
- A Liga Dos Cavalheiros Extraordinários
- A Lista De Schindler
- A Lojinha Dos Horrores
- A Mais Louca Odisseia No Espaço
- A Maldição Da Flor Dourada
- A Mansão
- A Maravilhosa Aventura De Charlie
- A Marcha Dos Pinguins
- A Máscara
- A Máscara De Cristal
- A Menina Jagoda No Supermercado
- A Minha Bela Lavandaria
- A Minha Vida Sem Mim
- A Morte Do Senhor Lazarescu
- A Mosca
- A Mulher Do Astronauta
- A Mulher Que Viveu Duas Vezes
- A Múmia
- A Noiva Cadáver
- A Noiva Estava De Luto
- A Origem
- A Outra Margem
- A Paixão De Cristo
- A Pele Onde Eu Vivo
- A Pequena Loja Dos Horrores
- A Prairie Home Companion - Bastidores Da Rádio
- A Presa
- À Procura Da Terra Do Nunca
- A Promessa
- À Prova De Morte
- A Rainha
- A Rai­nha Africana
- A Raiz Do Medo
- A Rapariga Santa
- A Rede Social
- A Religiosa Portuguesa
- A Ressaca
- A Residencial Espanhola
- A Sangue Frio
- A Secretária
- A Semente Do Diabo
- A Senhora Da Água
- A Severa
- A Sombra Do Caçador
- A Sombra Do Samurai
- A Tempestade No Meu Coração
- A Tempo E Horas
- A Torre Do Inferno
- A Turma
- A Última Famel
- A Última Tentação De Cristo
- A Valsa Com Bashir
- A Verdadeira História De Jack, O Estripador
- A Viagem De Chihiro
- A Viagem De Iszka
- A Vida De Brian
- A Vida É Um Jogo
- A Vida É Um Milagre
- A Vida Em Directo
- A Vida Secreta Das Palavras
- A Vila
- A Vítima Do Medo
- A Vizinha Do Lado
- A Volta Ao Mundo Em 80 Dias
- Aberto Até De Madrugada
- Abraços Desfeitos
- Acção Total
- Aconteceu No Oeste
- Across The Universe
- Actividade Paranormal
- Acusado
- Adam Renascido
- Admitido
- Adriana
- Aelita
- Ágora
- Água Aos Elefantes
- Air Guitar Nation
- Albert, O Gordo
- Aldeia Da Roupa Branca
- Alice
- Alice In Acidland
- Alice No País Das Maravilhas
- Alien - O Oitavo Passageiro
- Aliens - O Reencontro Final
- Alien - A Desforra
- Alien - O Regresso
- Alien Vs. Predador
- Alien Autopsy
- Alma Em Paz
- Almoço De 15 De Agosto
- Alphaville
- Alta Fidelidade
- Alta Golpada
- Alta Tensão
- Alucinação
- Amália
- Amarcord
- American Movie
- American Splendor
- Amor À Queima-Roupa
- Amor De Verão
- Amor E Corridas
- Amor E Vacas
- Amor Em Las Vegas
- Amor Ou Consequência
- And Soon The Darkness
- Angel-A
- Animal
- Annie Hall
- Anónimo
- Antes Do Anoitecer
- Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste
- Anticristo
- Anvil! The True Story of Anvil
- Anytinhig Else - A Vida E Tudo Mais
- Appaloosa
- Apocalypto
- Aquele Querido Mês De Agosto
- Aracnofobia
- Aragami
- Arizona Dream
- Armin
- Arséne Lupin - O Ladrão Sedutor
- As Asas Do Desejo
- As Aventuras De Jack Burton Nas Garras Do Mandarim
- As Aventuras De Tintim - O Segredo Do Licorne
- As Aventuras Do Príncipe Achmed
- As Bandeiras Dos Nossos Pais
- As Bonecas Russas
- As Canções De Amor
- As Crónicas De Narnia - O Leão, A Feiticeira E O Guarda-Roupa
- As Diabólicas
- As Ervas Daninhas
- As Invasões Bárbaras
- As Lágrimas Do Tigre Negro
- As Leis Da Atracção
- As Noites Loucas Do Dr. Jerryll
- As Penas Do Desejo
- As Tartarugas Também Voam
- As Vidas Dos Outros
- Aberto Até De Madrugada
- Assalto À Esquadra 13 (1976)
- Assalto À Esquadra 13 (2005)
- Assalto Ao Santa Maria
- Assassinos Natos
- Ata-me
- Até Ao Inferno
- Até Ao Limite Do Terror
- Atraídos Pelo Crime
- Através Da Noite
- Attack Of The 50 Foot Woman
- Aurora
- Austrália
- Autocarro 174
- Avatar
- Aviva, Meu Amor
- Aztec Rex
- Azul Metálico

- Babel
- Backbeat, Geração Inquieta
- Balas E Bolinhos - O Regresso
- Balbúrdia No Oeste
- Bando À Parte
- Baraka
- Barbarella
- Barreira Invisí­vel
- Batman
- Batman Regressa
- Batman - O Início
- Be Cool
- Beijing Bastards
- Belleville Rendez-Vouz
- Bem-vindo À Zombieland
- Bem-vindo Ao Norte
- Berlin 36
- Birth - O Mistério
- Biutiful
- Black Sheep
- Black Snake Moan - A Redenção
- Blade Runner - Perigo Iminente
- Blueberry
- Boa Noite E Boa Sorte
- Bobby Darin - O Amor É Eterno
- Body Rice
- Bombom
- Bom Dia Noite
- Bom Dia Vietnam
- Bonnie E Clyde
- Boogie Nights
- Borat
- Brasil - O Outro Lado Do Sonho
- Breakfast On Pluto
- Brincadeiras Perigosas (2007)
- Brisa De Mudança
- Bronson
- Bruce, O Todo-poderoso
- Bruiser - O Rosto Da Vingança
- Bruno
- Buffalo 66
- Bubba Ho-Tep
- Bullit
- Bunker Palace Hotel
- Buried
- Busca Implacável
- Bz, Viagem Alucinante

- Cadillac Records
- Cães Danados
- Cães De Palha
- Café E Cigarros
- Call Girl
- Camino
- Capitão Alatriste
- Capitão América - O Primeiro Vingador
- Capote
- Carrie
- Cartas Ao Padre Jacob
- Cartas De Iwo Jima
- Casa De Loucos
- Casablanca
- Casino Royale
- Catwoman
- Cavalo De Guerra
- Cemitério Vivo
- Censurado
- Centurion
- Charlie E A Fábrica De Chocolate
- Che - Guerrilha
- Che - O Argentino
- Chemical Wedding
- Chéri
- Chinatown
- Chocolate
- Choke - Asfixia
- Chovem Almôndegas
- Christine - O Carro Assassino
- Cidade Fria
- Cinco Dias, Cinco Noites
- Cinema Paraíso
- Cinerama
- Cisne Negro
- Clube De Combate
- Coco Avant Chanel
- Coisa Ruim
- Cold Mountain
- Cold Weather
- Colete De Forças
- Colisão
- Com Outra? Nem Morta!
- Comboios Rigorosamente Vigiados
- Comer Orar Amar
- Complexo - Universo Paralelo
- Conan, O Bárbaro
- Contrato
- Control
- Controle
- Coração De Cavaleiro
- Coração De Gelo
- Coração Selvagem
- Corações De Aço
- Coragem De Mãe: Confrontando O Autismo
- Corre Lola Corre
- Correio De Risco
- Correio De Risco 3
- Corrida Contra O Futuro
- Corrupção
- Cozinhando A História
- Crank - Veneno No Sangue
- Crank - Alta Voltagem
- Cremaster
- Crime Ferpeito
- Crippled Masters
- Cristóvão Colombo - O Enigma
- Crónica Dos Bons Malandros
- Crueldade Intolerável
- Cubo
- Culture Boy
- Cypher
- Cyrano de Bergerac (1950)

- Daisy Town
- Dallas
- Danny The Dog - Força Destruidora
- Daqui P'ra Frente
- Dark City - Cidade Misteriosa
- De Cabeça Para Baixo
- De Homem Para Homem
- De Olhos Abertos
- De Olhos Bem Fechados
- De Sepultura Em Sepultura
- De Tanto Bater O Meu Coração Parou
- De-Lovely
- Delhi Belly
- Dead Snow
- Death Race 2000
- Deixa-me Entrar
- Delicatessen
- Demolidor - O Homem Sem Medo
- Dentro Da Garganta Funda
- Depois Do Casamento
- Destruir Depois De Ler
- Diamante De Sangue
- Diário Dos Mortos
- Diários De Che Guevara
- Dias De Futebol
- Dick E Jane - Ladrões Sem Jeito
- Dictado
- Die Hard 4.0 - Viver Ou Morrer
- Die You Zombie Bastards!
- Dogma
- Domino
- Don Juan DeMarco
- Donnie Brasco
- Doom - Sobrevivência
- Doomsday - Juízo Final
- Dorian Gray
- Dot.Com
- Dr. Estranhoamor
- Drácula 2001
- Drácula De Bram Stoker
- Drive - Risco Duplo
- Dreamgirls
- Duas Mulheres

- É Na Terra Não É Na Lua
- Easy A
- Easy Rider
- Eduardo Mãos De Tesoura
- Efeito Borboleta
- El Mariachi
- El Topo
- Ela Odeia-me
- Eles
- Eles Vivem
- Elvis
- Em Bruges
- Em Busca Da Felicidade
- Em Carne Viva
- Em Liberdade
- Em Nome De Caim
- Em Nome De Deus
- Em Paris
- Em Privado
- Embargo
- Encarnação Do Demónio
- Encontros Em Nova Iorque
- Encrenca Dupla
- Encurralada
- Ensaio Sobre A Cegueira
- Enterrado Na Areia
- Entre Os Dedos
- Entrevista
- Equilibrium
- Era Uma Vez No México
- Eraserhead - No Céu Tudo É Perfeito
- Escola De Criminosos
- Escolha Mortal
- Esporas De Aço
- Estado De Guerra
- Estamos Vivos
- Este É O Meu Lugar
- Este País Não É Para Velhos
- Estômago
- Estrada Perdida
- Estranhos
- Estrellita
- Eu Amo-te Phillip Morris
- Eu, Peter Sellers
- Eu Sou A Lenda
- Eu Sou Evadido
- Eu, Tu E Todos Os Que Conhecemos
- Everything Must Go
- Evil Dead - A Noite Dos Mortos-Vivos
- Evil Dead 2 - A Morte Chega De Madrugada
- Evil Dead 3 - O Exército Das Trevas
- Ex-Drummer
- Exterminador Implacável 1
- Exterminador Implacável 2 - O Dia Do Julgamento Final
- Exterminador Implacável 3 - Ascensão Das Máquinas
- Exterminador Implacável 4 - A Salvação

- Factory Girl - Quando Edie Conheceu Warhol
- Factotum
- Fados
- Fahrenheit 9/11
- Falso Alarme
- Fando E Lis
- Fantasmas De Marte
- Fargo
- Faster, Pussycat! Kill! Kill!
- Fausto 5.0
- Favores Em Cadeia
- Felicidade
- Feliz Natal
- Férias No Harém
- Festival Rocky De Terror
- Ficheiros Secretos: Quero Acreditar
- Fim De Ano Em Split
- Fim-De-Semana Alucinante
- Final Cut - A Última Memória
- Fish Tank
- Florbela
- Flores Partidas
- Fome
- Footloose - A Música Está Do Teu Lado
- Força Delta
- Forrest Gump
- Freddy Vs. Jason
- Frenético
- Frida
- Frost/Nixon
- Fruto Proibido
- Fuga De Los Angeles
- Fuga Para A Vitória
- Fur - Um Retrato Imaginário De Diane Arbus
- Fúria Cega
- Fúria De Viver
- Fúria Silenciosa

- Gabrielle
- Gainsbourg - Vida Heróica
- Gang Dos Tubarões
- Gangs de Nova Iorque
- Garden State
- Génova
- GI Joe - O Ataque Dos Cobra
- Godzilla
- Goodbye Lenine!
- Gosford Park
- Gothika
- Gran Torino
- Grande Mundo Do Som
- Gremlins
- Grizzly Man
- Gru - O Maldisposto
- Guerra Dos Mundos (2005)
- Guerra Dos Mundos (1953)

- Há Lodo No Cais
- Hairspray
- Half Nelson - Encurralados
- Hard Candy
- Harley Davidson E O Cowboy Do Asfalto
- Harold E Maude
- Harry Brown
- Haverá Sangue
- Hawai Azul
- He-Man - Mestres Do Universo
- Head On - A Esposa Turca
- Heartbreak Hotel
- Hell Ride
- Hellboy
- Hellboy 2: O Exército Dourado
- Helter Skelter - O Caso De Sharon Tate
- Henry E June
- Hereafter - Outra Vida
- Hiena
- História De Duas Irmãs
- História De Um Fotógrafo
- Hobo With A Shotgunbr> - Hollywood Ending
- Homem Aranha
- Homem Aranha 2
- Homem Aranha 3
- Homem De Ferro
- Homem Demolidor
- Homem Em Fúria
- Homens De Negro
- Homens De Negro 2
- Homens Que Matam Cabras Só Com O Olhar
- Hostel
- Hostel 2
- Hot Fuzz - Esquadrão De Província
- Howl - Grito
- Hugo

- I Am Sam - A Força Do Amor
- I Spit On Your Grave
- I'll See You In My Dreams
- Iluminados Pelo Fogo
- I'm Still Here
- I Wanna Hold Your Hand
- Imitação Da Vida
- Imortal
- In Search Of A Midnight Kiss
- Indiana Jones E O Reino Da Caveira De Cristal
- Indomável
- Infiltrado
- Inimigos Públicos
- INLAND EMPIRE
- Inquietos
- Insidioso
- Insónia
- Intervenção Divina
- Intriga Internacional
- Invictus
- Irmão, Onde Estás?
- It
- It Might Get Loud
- Italian Spiderman

- Jack Ketchum's The Girl Next Door
- Jackass 2
- Jackass 3D
- Jackie Brown
- Jacuzzi - O Desastre Do Tempo
- James Bond - Agente Secreto
- James Bond - Casino Royale
- James Bond - Quantum Of Solace
- Janela Indiscreta (1954)
- Janela Indiscreta (1998)
- Janela Secreta
- JCVD
- Joga Como Beckham
- John Rambo
- Jonestown - The Life And Death Of Peoples Temple
- Jovens Rebeldes - A Verdadeira História
- Julgamento
- Julie E Julia
- Juno
- Juventude Em Marcha
- Juventude Tardia

- Kalifórnia
- Kandahar
- Karate Kid
- Katyn
- Kenny
- Kick Ass - O Novo Super-herói
- Kids - Miúdos
- Kill Bill vol.2
- King Kong (2005)
- Kiss Kiss Bang Bang
- Kiss Me
- Klimt
- Kopps
- Kung-Fu-Zão
- Kung Pow - Punhos Loucos

- La Jetée
- La Vie En Rose
- Ladrões
- Lady Snowblood
- Laranja Mecânica
- Last Days - Os Últimos Dias
- Lavado Em Lágrimas
- Lemmy
- Léon, O Profissional
- Lichter
- Lindas Encrencas As Garotas
- Lobos
- Longe Da Terra Queimada
- Lost In Translation - O Amor É Um Lugar Estranho
- Lua De Mel, Lua De Fel
- Lucifer Rising
- Lucky Luke
- Lucky Number Slevin - Há Dias De Azar

- M - Matou!
- Má Educação
- Machete
- Madrigal
- Maldito United
- Mamma Mia
- Manhattan
- Manô
- Mamonas Pra Sempre
- Mar Adentro
- Maria E As Outras
- Marie Antoinette
- Marjoe
- Marte Ataca!
- Matança De Natal
- Match Point
- Matou A Família E Foi Ao Cinem
- McQuade, O Lobo Solitário
- Meia-Noite Em Paris
- Meio Metro De Pedra
- Melancolia
- Melinda E Melinda
- Menina
- Mephisto
- Metrópolis
- Meu Nome É Bruce
- Miami Vice
- Milhões
- Milk
- Millenium 1. Os Homens Que Odeiam As Mulheres
- Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
- Minha Mãe
- Minha Terra
- Misery - Capí­tulo Final
- Missão A Marte
- Missão Impossí­vel 3
- Missão Impossível - Missão Fantasma
- Missão Solar
- Mistérios De Lisboa
- Momentos Agradáveis
- Moneyball - Jogada De Risco
- Monsters - Zona Interdita
- Monstro
- Monty Phyton E O Cálice Sagradi
- Morte Cerebral
- Morte De Um Presidente
- Movimentos Perpétuos
- Mr. E Mrs. Smith
- Mrs. Henderson Presents
- Muito Bem, Obrigado
- Mulholland Drive
- Mundo Fantasma
- Mundos Separados
- Munique
- Murderball - Espírito De Combate
- Murish
- Mutilados
- Mysterious Skin

- Na Cama
- Nacho Libre
- Não Estou Aí
- Napoleon Dynamite
- Nas Costas Do Diabo
- Nas Nuvens
- Needle
- Nico: À Margem Da Lei
- Ninguém Sabe
- Nixon
- No Limite Do Amor
- No Vale De Elah
- Noite De Agosto
- Noite Escura
- Noivos Sangrentos
- Nome De Código: Cloverfield
- Northfork
- Nosferatu, O Vampiro
- Nothing
- Nova Iorque 1997
- Nove Raínhas
- Nunca Digas Sim

- O Acontecimento
- O Agente Da Broadway
- O Lugar Do Morto
- O Americano
- O Amor Acontece
- O Anjo Exterminador
- O Anti-Pai Natal
- O Artista
- O Assassínio De Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford
- O Assassí­nio De Richard Nixon
- O Batedor
- O Bom Alemão
- O Bom, O Mau E O Vilão
- O Cabo Do Medo
- O Caminho De São Diego
- O Cão, O General E Os Pássaros
- O Capacete Dourado
- O Castelo Andante
- O Castor
- O Cavaleiro Das Trevas
- O China
- O Cobrador
- O Código Da Vinci
- O Comboio Dos Mortos
- O Comboio Mistério
- O Condenado
- O Couraçado Potemkin
- O Cowboy Da Meia-Noite
- O Crepúsculo Dos Deuses
- O Dedo De Deus
- O Delator!
- O Demónio
- O Despertar Da Besta
- O Despertar Da Mente
- O Deus Da Carnificina
- O Deus Elefante
- O Dia Em Que A Terra Parou (1951)
- O Dia Em Que A Terra Parou (2008)
- O Dia Da Besta
- O Discurso Do Rei
- O Enigma Do Espaço
- O Estranho Caso De Benjamin Button
- O Estranho Mundo De Jack
- O Evangelho Segundo São Mateus
- O Exorcista
- O Fatalista
- O Feiticeiro De Oz
- O Feitiço Do Tempo
- O Fiél Jardineiro
- O Gabinete Das Figuras De Cera
- O Gabinete Do Dr. Caligari
- O Gato Das Botas
- O Génio Do Mal (1976)
- O Grande Peixe
- O Grande Ditador
- O Guerreiro
- O Homem Duplo
- O Homem Que Copiava
- O Homem Que Sabia Demasiado
- O Homem Que Veio Do Futuro
- O Idealista
- O Jogo
- O Júri
- O Imperador Da Califórnia
- O Inquilino
- O Justiceiro Da Noite
- O Labirinto Do Fauno
- O Laço Branco
- O Lado Selvagem
- O Lago Perfeito
- O Leopardo
- O Livro Negro
- O Lobo Do Mar
- O Macaco De Ferro
- O Maquinista
- O Marinheiro De Água Doce
- O Menino De Ouro
- O Meu Tio
- O Milagre De Berna
- O Milagre Segundo Salomé
- O Mistério Galindez
- O Monstro Da Lagoa Negra
- O Mundo A Seus Pés
- O Nevoeiro (1980)
- O Ofício De Matar
- O Olho
- O Orfanato
- O Paciente Inglês
- O Padrinho - Parte I
- O Padrinho - Parte II
- O Padrinho - Parte III
- O Panda Do Kung Fu
- O Panda Do Kung Fu 2
- O Pesadelo De Darwin
- O Pistoleiro Do Diabo
- O Planeta Selvagem
- O Pó Dos Tempos
- O Portador Da Espada
- O Presidiário
- O Prisioneiro Do Rock
- O Protegido
- O Próximo A Abater
- O Quinto Elemento
- O Quinto Império
- O Regresso
- O Rei Dos Gazeteiros
- O Reino Proibido
- O Ritual
- O Ritual Dos Sádicos
- O Sabor Do Amor
- O Sargento Da Força Um
- O Segredo A Brokeback Mountain
- O Segredo De Um Cuscuz
- O Segredo Dos Punhais Voadores
- O Selvagem
- O Sentido Da Vida
- O Sétimo Selo
- O Sítio Das Coisas Selvagens
- O Sonho Comanda A Vida
- O Sonho De Cassandra
- O Sorriso De Mona Lisa
- O Tempo Do Lobo
- O Tesouro Da Sierra Madre
- O Tigre E A Neve
- O Tio Boonmee Que Se Lembra Das Suas Vidas Anteriores
- O Triunfo Da Vontade
- O Turista
- O Último Airbender
- O Último Grande Herói
- O Último Rei Da Escócia
- O Último Tango Em Paris
- O Último Voo Do Flamingo
- O Vingador Tóxico
- O Wrestler
- Ocean's Eleven - Façam As Vossas Apostas
- Odete
- Oldboy - Velho Amigo
- Olho Mágico
- Oliver Twist
- Ônibus 174
- Orca
- Órfã
- Os Amantes Regulares
- Os Amigos De Alex
- Os Bons E Os Maus
- Os Caça-Fantasmas
- Os Cavaleiros Do Asfalto
- Os Chapéus De Chuva De Cherburgo
- Os Cinco Venenos
- Os Clãs Da Intriga
- Os Condenados De Shawshank
- Os Descendentes
- Os Edukadores
- Os Famosos E Os Duendes Da Morte
- Os Filhos Do Homem
- Os Friedmans
- Os Guardiões Da Noite
- Os Homens Preferem As Loiras
- Os Imortais
- Os Inadaptados
- Os Índios Apache
- Os Invisíveis
- Os Irmãos Grimm
- Os Limites Do Controlo
- Os Marginais
- Os Mercenários
- Os Miúdos Estão Bem
- Os Novos Dez Mandamentos
- Os Olhos Da Serpente
- Os Olhos Sem Rosto
- Os Onze De Oceano
- Os Optimistas
- Os Pássaros
- Os Produtores (2005)
- Os Psico-Detectives
- Os Rapazes Da Noite
- Os Rapazes Não Choram
- Os Renegados Do Diabo
- Os Rutles - All You Need Is Cash
- Os Selvagens Da Noite
- Os Simpsons - O Filme
- Os Sonhadores
- Os Sorrisos Do Destino
- Os Super-Heróis
- Os Supeitos Do Costume
- Os Três Enterros De Um Homem
-Os Visistantes Da Idade Média
- Os 300 Espartanos

- Pagafantas
- Palpitações
- Papillon
- Para Onde O Vento Sopra
- Parada De Monstros
- Paraíso, Inferno... Terra
- Paranoid Park
- Paris Je T'Aime
- Party Monster
- Pecados Íntimos
- Pele
- Pequenas Mentiras Entre Amigos
- Performance
- Perigo Na Noite
- Perto Demais
- Pesadelo Em Elm Street
- Pink Floyd The Wall
- Piranha 3D
- Piratas Das Caraíbas - O Mistério do Pérola Negra
- Piratas Das Caraí­bas - O Cofre Do Homem Morto
- Piratas Das Caraíbas - Nos Confins Do Mundo
- Planeta Dos Macacos
- Planeta Dos Macacos: A Origem
- Planeta Terror
- Plano 9 Dos Vampiros Zombies
- Polaróides Urbanas
- Polí­cia Sem Lei (1992)
- Polícia Sem Lei (2009)
- Poltergeist, O Fenómeno
- Ponto De Mira
- Por Favor Rebobine
- Por Favor Não Me Morda O Pescoço
- Porcos & Selvagens
- Posto Fronteiriço
- Precious
- Predadores
- Presente De Morte
- Preto E Branco
- Primer
- Príncipe Da Pérsia - As Areias Do Tempo
- Procurado
- Profissão: Repórter
- Promessas Proibidas
- Proposta Indecente
- Proteger
- Psico
- Psicopata Americano
- Pulp Fiction
- Pulsação Zero
- Punch-Drunk Love - Embriagado De Amor
- Purana Mandir
- Purple Rain

- Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez
- Quarentena
- Quarteto Fantástico (1994)
- Quarteto Fantástico (2005)
- Quase Famosos
- Quatro Noites Com Anna
- Que Lugar Maravilhoso
- Que Se Mueran Los Feos
- Queijo E Marmelada
- Quem Quer Ser Bilionário
- Querida Famí­lia
- Querida Wendy

- R
- Rapariga Com Brinco De Pérola
- Rare Exports
- Ratatui
- Ratos Assassinos
- Ray
- [Rec]
- [REC]2
- Red Eye
- Relatório Kinsey
- Relatório Minoritário
- Religulous - Que O Céu Nos Ajude
- Relíquia Macabra
- Renascimento
- Resident Evil: Apocalypse
- Rio
- Rio Bravo
- Rock De Fogo
- Rock, Rock, Rock
- Rocknrolla - A Quadrilha
- Rocky Balboa
- Roger E Eu
- Roma
- Romance E Cigarros
- Roxanne
- RRRrrrr!!!
- Rubber - Pneu
- Ruídos Do Além
- Ruivas, Loiras E Morenas
- Rumo À Liberdade
- Ruptura Explosiva

- Sacanas Sem Lei
- Sala De Pânico
- Salazar - A Vida Privada
- Salto Mortal
- Samsara
- Sangue Do Meu Sangue
- Sangue Por Sangue
- Santa Sangre
- Sapatos Pretos
- Save The Green Planet!
- Saw - Enigma Mortal
- Saw II - A Experiência Do Medo
- Saw 3D - O Capítulo Final
- Scoop
- Scott Pilgrim Contra O Mundo
- Seconds Apart
- Seis Indomáveis Patifes
- Sem Ela
- Sem Limites
- Sem Rumo
- Sem Tempo
- Semi-Pro
- Ser E Ter
- Sereia
- Serpentes A Bordo
- Sete Anos No Tibete
- Sete Vidas
- Sexo E A Cidade
- Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band
- Shaolin Daredevils
- Shaolin Soccer - O Ás Da Bola
- Shaolin Vs. Evil Dead
- Shattered Glass - Verdade Ou Mentira
- Sherlock Holmes
- Sherlock Holmes - Jogo De Sombras
- Shining
- Shoot 'Em Up - Atirar A Matar
- Shortbus
- Shrek 2
- Shrek O Terceiro
- Shrek Para Sempre
- Sicko
- Sid And Nancy
- Sideways
- Simpatyhy For Mr. Vengeance
- Sin City - Cidade Do Pecado
- Sinais
- Sinais De Fogo
- Sinais Do Futuro
- Sinais Vermelhos
- Singularidades De Uma Rapariga Loira
- Sky Captain E O Mundo De Amanhã
- Slither - Os Invasores
- Soldados Da Fortuna
- Soldados Do Universo
- Sombras Da Escuridão
- Somewhere - Algures
- Sonho De Uma Noite De Inverno
- Sonny
- Sophie Scholl - Os Últimos Dias
- Soro Maléfico
- Sorte Nula
- Soul Kitchen
- Spartacus
- Spartan - O Rapto
- Splice
- Stacy - Attack Of The Schoolgirl Zombies
- Star Wars - A Ameaça Fantasma
- Star Wars - A Vingança Dos Sith
- Star Wars - O Ataque Dos Clones
- Stardust - O Mistério Da Estrela Cadente
- Stone - Ninguém É Inocente
- Stoned, Anos Loucos
- Submarino
- Super
- Super Baldas
- Super-Homem
- Super-Homem: O Regresso
- Super 8
- Superstar
- Suspeita
- Suspiria
- Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro De Fleet Street
- Swimming Pool
- Sword Of Vengeance
- Sympathy For The Devil

- Taking Woodstock
- Tarnation
- Tarzan, O Homem Macaco (1981)
- Taxidermia
- Team America - Polí­cia Mundial
- Tebas
- Tecumseh
- Teeth
- Tempestade Tropical
- Tennessee
- Terra De Cegos
- Terminal De Aeroporto
- Terra Dos Mortos
- Terror Em Setembro
- Terror Na Auto-estrada
- Terror Nas Montanhas
- Tetro
- The Bloodstained Butterfly
- The Brown Bunny
- The Darjeeling Limited
- The Departed: Entre Inimigos
- The Devil And Daniel Johnston - Loucuras De Um Génio
- The Devil's Double
- The First Great Train Robbery
- The Fountain - O Último Capítulo
- The Grudge - A Maldição
- The Host - A Criatura
- The Impossible Kid
- The King Of Kong
- The Langoliers - Meia-Noite E Um
- The Last House On The Left
- The Machine Girl
- The Man From Earth
- The Marine
- The Million Dollar Hotel - O Hotel
- The Mindscape Of Alan Moore
- The Mist - Nevoeiro Misterioso
- The Others - Os Outros
- The Prestige - O Terceiro Passo
- The 50 Worst Movies Ever Made
- The Way
- The Woman
- Thirst - Este É O Meu Sangue
- This Is It
- This Is Spinal Tap
- Thor
- Thriller - A Cruel Picture
- THX 1138
- Tirar Vidas
- Titanic 2
- Tony
- Tournée - Em Digressão
- Toy Story 3
- Tragam-me A Cabeça De Alfredo Garcia
- Transamerica
- Tron
- Tron: O Legado
- Tropa De Elite
- Tropa De Elite 2 - O Inimigo Agora É Outro
- Tsotsi
- Tubarão
- Tubarão 2
- Tubarão 3
- Tubarão IV - A Vingança
- Tucker E Dale Contra O Mal
- Tudo Ficará Bem
- Tudo Pode Dar Certo
- Twisted - Homicídios Ocultos

- Ultra Secreto
- Um Amor De Perdição
- Um Azar Do Caraças
- Um Bater De Corações
- Um Belo Par... De Patins
- Um Cão Andaluz
- Um Dia A Casa Vai Abaixo
- Um Dia De Raiva
- Um Homem Singular
- Um Longo Domingo De Noivado
- Um Lugar Para Viver
- Um Padrasto Para Esquecer
- Um Profeta
- Um Tiro No Escuro
- Um Trabalho Em Itália
- Uma Aventura Na Casa Assombrada
- Uma Boa Mulher
- Uma Canção De Amor
- Uma Espécie De Cavalheiro
- Uma Famí­lia À Beira De Um Ataque De Nervos
- Uma História De Violência
- Uma Pequena Vingança
- Uma Rapariga Com Sorte
- Uma Segunda Juventude
- Uma Segunda Vida
- Undefeatable
- Unseen Evil 2 - Alien 3000
- Up - Altamente

- V De Vingança
- Vai E Vive
- Vais Conhecer O Homem Dos Teus Sonhos
- Valhalla Rising - Destino De Sangue
- Valquíria
- Vampiros de John Carpenter
- Van Helsing
- Vanilla Sky
- Vanitas
- Vasilhame
- Veio Do Outro Mundo
- Veludo Azul
- Velvet Goldmine
- Vencidos Pela Lei
- Vendendo A Pele
- Veneno Cura
- Vera Drake
- Versus - A Ressurreição
- Vestida Para Matar
- Vice
- Vício - Quando Nada É Suficiente
- Vicky Cristina Barcelona
- Vidas Sombrias
- Vigilância
- Vingança Redentora
- Virgem Aos 40 Anos
- Vitus
- Viúva Rica Solteira Não Fica
- Viver A Sua Vida
- Voando Sobre Um Ninho De Cucos
- Voltando Para Casa
- Voltar
- Vontade Indómita
- Voo 93

- Walk Hard - A História De Dewey Cox
- Walk The Line
- WALL-E
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Wassup Rockers - Desafios De Rua
- Watchmen - Os Guardiões
- Welcome To The Rileys
- White Irish Drunkers
- Wild Zero
- Win Win
- Wolf Creek
- Wristcutters: A Love Story

- X-Men
- X-Men 2
- X-Men 3 - O Confronto Final
- X-Men: O Início
- X-Men Origens: Wolverine

- Zack E Miri Fazem Um Porno
- Zardoz
- Zatoichi
- Zombies Party - Uma Noite... De Morte
- Zombies Strippers
- Zozo

- 007 - Agente Secreto
- 007 - Casino Royale
- 007 - Quantum Of Solace
- 10 Coisas Que Odeio Em Ti
- 100 Volta
- 10.000 AC
- 12 Homens Em Fúria
- 12 Macacos
- 12:08 A Este De Bucareste
- 1984
- 2LDK
- 24 Hour Party People
- 28 Dias Depois
- 20,13 - Purgatório
- 2012
- 300
- 4 Copas
- 48
- 50/50
- 6=0 Homeostética
- 8 1/2
- 9 Canções
- 98 Octanas


ENTREVISTAS:
- Fernando Fragata
- Festróia - Mário Ventura
- Filipe Melo
- Good N Evil
- IMAGO - Sérgio Felizardo
- José Barahona
- Nuno Markl
- Paulo Furtado
- Rodrigo Areias
- Sara David Lopes
- Solveig Nordlund
- Fernando Alle


TOPES:
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2011
- Top 5 dos Piores Filmes de 2011
- Top 10 dos Melhores Filmes de 2010
- Top 5 dos Piores Filmes de 2010
- Top 5 dos filmes de Leslie Nielsen
- Top 10 Dos Filmes Low Cost
- Top 5 das Melhores Cenas de Dança
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2009
- Top 5 dos Piores Filmes de 2009
- Top 5 dos Filmes Que Tenho Vergonha De Dizer Que Gosto
- Top 5 das Melhores Músicas de Ennio Morricone
- Top 5 dos filmes com Patrick Swayze
- Top 5 dos Telediscos do Michael Jackson
- Top 5 dos Filmes com David Carradine
- Top 5 dos Filmes com Lutadores de Luta-Livre
- Top 10 Os Melhores Filmes de 2008
- Top 5 Os Piores Filmes de 2008
- Top 5 dos Piores Filmes de Natal
- Top 5 das Coisas que não Esperávamos Ver no Cinema
- Top 5 dos Melhores Filmes de Paul Newman
- Top 5 Personagens Com Palas Nos Olhos
- Top 10 Melhores Cartazes De Cinema
- Top 5 dos Filmes de Chuck Norris
- Top 5 dos Filmes de Patrick Swayze
- Top 10 Os Melhores/Piores Vestidos dos Oscares
- Top 5 As Mortes de Crianças Mais Gratuitas
- Top 10 Os Melhores de 2007
- Top 5 Os Piores de 2007
- Top 7 Adaptações ao Cinema de Livros de Stephen King
- Top 5 Filmes Pela Paz
- Top 5 Os Melhores Beijos
- Top 5 Grandes Arquitectos
- Top 10 Filmes Que Mudaram A Minha Vida
- Top 5 Mulheres de Cabeça Rapada
- Top 5 As Cenas Mais Excitantes
- Top 10 Os Melhores de 2006
- Top 5 Os Piores de 2006
- Top 3 Filmes de Robert Altman
- Top 5 Os Vilões do Cinema
- Top 5 Filmes Com Mick Jagger
- Top 5 Filmes Com Steve Buscemi
- Top 5 Dos Cães no Cinema
- Top 5 Dos Filmes do Indie06
- Top 5 Dos Filmes do Fantas06
- Top 5 dos Presidentes
- Top 10 Os Melhores de 2005
- Top 5 Os Piores de 2005
- Top 5 Filmes com Pat Morita
- Top 10 Os Melhores Filmes Independentes
- Top 5 Os Piores Filmes da Saga Bond
- Top 5 Filmes com Dolph Lundgren
- Top 5 Adaptações de BD Para Cinema
- Top 10 Cenas Mais Assustadoras de Sempre
- Top 5 Vencedores do Óscar
- Top 5 Bond Girls
- Top 5 Filmes Sobre Doenças
- Top 5 Filmes de Natal
- Top 5 Melhores Batalhas Corpo-A-Corpo
- Top 10 Melhores Canções do Cinema
- Top 10 Melhores Filmes de Sempre
- Top 5 Melhores Momentos Musicais
- Top 5 Grandes Duelos do Cinema
- Top 10 Maiores Personagens do Cinema
- Top 5 Piores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 10 Melhores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 5 Filmes Religiosos


BAÚ DO TRASH:
- Needle
- Que Se Mueran Los Feos
- Easy A
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Saw 3D - O Capítulo Final
- And Soon The Darkness
- Os Imortais
- Purana Mandir
- Pagafantas
- The Bloodstained Butterfly
- Cisne Negro


ROYALE WITH CHEESE APRESENTA:
- A Tasca Da Cultura
- A Causa Das Coisas - parte I
- A Causa Das Coisas - parte II
- A Momentary Lapse Of Reason


FILMES A VER ANTES DE MORRER:
- #1 As Lágrimas Do Tigre Negro
- #2 Alucarda
- #3 Time Enough At Last
- #4 Armageddon
- #5 The Favour, The Watch And The Very Big Fish
- #6 Italian Spiderman
- #7 The Soldier And Death


UMA CURTA POR DIA NÃO SABE O BEM QUE LHE FAZIA:
- 1# Rabbit, de Run Wrake
- 2# Aligato, de Maka Sidibé
- 3# The Cat Concerto, de Joseph Barbera & William Hanna
- 4# A Curva, de David Rebordão
- 5# Batman: Dead End, de Sandy Callora
- 6# O Código Tarantino, de Selton Mello
- 7# Malus, de António Aleixo & Crosswalk, de Telmo Martins
- 8# Three Blind Mice, de George Dunning
- 9# Bedhead, de Robert Rodriguez
- 10# Key To Reserva, de Martin Scorcese
- 11# Bambi Meets Godzilla, de Marv Newland
- 12# The Horribly Slow Murderer with the Extremely Inefficient Weapon, de Richard Gale
- 13# Stolz Der Nation, de Eli Roth
- 14# Papá Wrestling, de Fernando Alle
- 15# Glas, de Bert Haanstra
- 16# Fotoromanza, de Michelangelo Antonioni
- 17# Quem É Ricardo?, de José Barahona
- 17# Terra Incognita, de Peter Volkart


AS MELHORES PIORES CENAS DE SEMPRE:
- A Pior Luta
- A Cena Mais Metida A Martelo
- O Ataque Animal Mais Brutal
- A Perseguição Mais Alucinante
- O Duelo Mais Improvável


CLUBE DE CINEMA DE SETÚBAL:
- Janeiro
- Fevereiro
- Março
- Abril
- Maio
- Setembro
- Novembro


FESTIVAIS:
- 20º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9
- 21º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 22º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 23º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 24º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 26º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 12º Caminhos Do Cinema Português
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- Imago 2006
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

;

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



BLOCKBUSTERS:

04/01/2004 - 05/01/2004

05/01/2004 - 06/01/2004

06/01/2004 - 07/01/2004

07/01/2004 - 08/01/2004

08/01/2004 - 09/01/2004

09/01/2004 - 10/01/2004

10/01/2004 - 11/01/2004

11/01/2004 - 12/01/2004

12/01/2004 - 01/01/2005

01/01/2005 - 02/01/2005

02/01/2005 - 03/01/2005

03/01/2005 - 04/01/2005

04/01/2005 - 05/01/2005

05/01/2005 - 06/01/2005

06/01/2005 - 07/01/2005

07/01/2005 - 08/01/2005

08/01/2005 - 09/01/2005

09/01/2005 - 10/01/2005

10/01/2005 - 11/01/2005

11/01/2005 - 12/01/2005

12/01/2005 - 01/01/2006

01/01/2006 - 02/01/2006

02/01/2006 - 03/01/2006

03/01/2006 - 04/01/2006

04/01/2006 - 05/01/2006

05/01/2006 - 06/01/2006

06/01/2006 - 07/01/2006

07/01/2006 - 08/01/2006

08/01/2006 - 09/01/2006

09/01/2006 - 10/01/2006

10/01/2006 - 11/01/2006

11/01/2006 - 12/01/2006

12/01/2006 - 01/01/2007

01/01/2007 - 02/01/2007

02/01/2007 - 03/01/2007

03/01/2007 - 04/01/2007

04/01/2007 - 05/01/2007

05/01/2007 - 06/01/2007

06/01/2007 - 07/01/2007

07/01/2007 - 08/01/2007

08/01/2007 - 09/01/2007

09/01/2007 - 10/01/2007

10/01/2007 - 11/01/2007

11/01/2007 - 12/01/2007

12/01/2007 - 01/01/2008

01/01/2008 - 02/01/2008

02/01/2008 - 03/01/2008

03/01/2008 - 04/01/2008

04/01/2008 - 05/01/2008

05/01/2008 - 06/01/2008

06/01/2008 - 07/01/2008

07/01/2008 - 08/01/2008

08/01/2008 - 09/01/2008

09/01/2008 - 10/01/2008

10/01/2008 - 11/01/2008

11/01/2008 - 12/01/2008

12/01/2008 - 01/01/2009

01/01/2009 - 02/01/2009

02/01/2009 - 03/01/2009

03/01/2009 - 04/01/2009

04/01/2009 - 05/01/2009

05/01/2009 - 06/01/2009

06/01/2009 - 07/01/2009

07/01/2009 - 08/01/2009

08/01/2009 - 09/01/2009

09/01/2009 - 10/01/2009

10/01/2009 - 11/01/2009

11/01/2009 - 12/01/2009

12/01/2009 - 01/01/2010

01/01/2010 - 02/01/2010

02/01/2010 - 03/01/2010

03/01/2010 - 04/01/2010

04/01/2010 - 05/01/2010

05/01/2010 - 06/01/2010

06/01/2010 - 07/01/2010

07/01/2010 - 08/01/2010

08/01/2010 - 09/01/2010

09/01/2010 - 10/01/2010

10/01/2010 - 11/01/2010

11/01/2010 - 12/01/2010

12/01/2010 - 01/01/2011

01/01/2011 - 02/01/2011

02/01/2011 - 03/01/2011

03/01/2011 - 04/01/2011

04/01/2011 - 05/01/2011

05/01/2011 - 06/01/2011

06/01/2011 - 07/01/2011

07/01/2011 - 08/01/2011

08/01/2011 - 09/01/2011

09/01/2011 - 10/01/2011

10/01/2011 - 11/01/2011

11/01/2011 - 12/01/2011

12/01/2011 - 01/01/2012

01/01/2012 - 02/01/2012

02/01/2012 - 03/01/2012

03/01/2012 - 04/01/2012

04/01/2012 - 05/01/2012

05/01/2012 - 06/01/2012

06/01/2012 - 07/01/2012

07/01/2012 - 08/01/2012

08/01/2012 - 09/01/2012

09/01/2012 - 10/01/2012

10/01/2012 - 11/01/2012

11/01/2012 - 12/01/2012

12/01/2012 - 01/01/2013

01/01/2013 - 02/01/2013

02/01/2013 - 03/01/2013

03/01/2013 - 04/01/2013

04/01/2013 - 05/01/2013

05/01/2013 - 06/01/2013

06/01/2013 - 07/01/2013

07/01/2013 - 08/01/2013

08/01/2013 - 09/01/2013

09/01/2013 - 10/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

11/01/2013 - 12/01/2013

12/01/2013 - 01/01/2014

01/01/2014 - 02/01/2014

02/01/2014 - 03/01/2014

03/01/2014 - 04/01/2014

04/01/2014 - 05/01/2014

05/01/2014 - 06/01/2014

06/01/2014 - 07/01/2014

07/01/2014 - 08/01/2014

08/01/2014 - 09/01/2014