--> Royale With Cheese

 Royale With Cheese

 
 



segunda-feira, Julho 28, 2014  

O GIGANTE:

Título: Giant
Realizador: George Stevens
Ano: 1956


Mesmo que quisesse, mesmo que se esforçasse para isso, O Gigante nunca passaria despercebido na história do cinema. Um filme que tem como tripla de protagonistas James Dean, Elizabeth Hudson e Rock Hudson nunca pode aspirar a menos que isso. No entanto, O Gigante ficou para sempre inscrito nos anais da sétima arte por ter sido o último trabalho de Dean, esse cometa fulminante que riscou os céus de Hollywood. Ainda antes do filme ter estreado, o jovem actor espatou-se com o seu Porsche Spider, entrou para o clube dos 27 e deixou um cadáver bonito.

O Gigante é uma saga familiar de três horas, sobre uma família do Texas ao longo de mais de duas décadas. E como todos os épicos do género, não interessa tanto o que acontece à família (crescem, casam, têm filhos, morrem...), mas sim o que se passa atrás, como contexto socio-cultural. E aqui, O Gigante é um fresco da primeira metade do século XX. O progresso no Oeste (é o primeiro western com carros em vez de cavalos), a corrida ao petróleo (olá Haverá Sangue), a Segunda Grande Guerra...

Vamos então a pormenores: Rovk Hudson é o patriarca da poderosa família Benedict, que gere o gigante rancho Reata. Quando vai comprar um cavalo ao leste, apaixona-de perdidadamente pela jovem filha do vendedor em menos de 45 minutos e casa-se com ela. Compreensível, uma jovem Elizabeth Taylor hipnotiza qualquer um. Depois vão todos para o Texas, onde pelo meio de muitos sub-enredos, se destaca a ascensão dum jovem trabalhador da quinta, o insolente James Dean, e a luta de Taylor pelos direitos dos mexicanos e das mulheres, num dos primeiros exemplos de emancipação cívica de Hollywood.

Apesar dum bocadinho de overacting quando se embebeda, James Dean tem aqui a sua melhor prestação da carreira. Também é giro ver Rock Hudson a fazer pela milésima vez o esteriótipo do macho alfa, o qual se especializou durante toda a carreira, quando na vida privada era a completa antítese. E, apesar de pouca gente falar disso, o outro rebelde sem causa também brilha à bruta em O Gigante - Dennis Hopper. Elizabeth Taylor é um caso à parte, basta aparecer fresquinha para nos agarrar com o seu carisma e electricidade que irradia.

É certo que O Gigante é, por vezes, algo datado, com um desenvolvimento dramático algo precipitado de algumas situações. Uma hora a menos não lhe fazia mal nenhum. Mas também é certo que é um filme de grande fôlego, que faz peito ao que vai e não embaça nunca, arregaçado as mangas e saindo por cima desta luta. E, por falar em luta, como não gostar da ridícula troca de socos entre Rock Hudson e o dono de um diner, a fazer lembrar a igualmente longa e desnecessária cena de porrada de Eles Vivem. Pérolas dentro de pérolas deste McBacon.

Posted by: dermot @ 4:46 da manhã
|  




sexta-feira, Julho 25, 2014  

A CAÇA:

Título: Jagten
Realizador: Thomas Vinterberg
Ano: 2012


Uma mentira dita muitas vezes torna-se verdade.
Esta é uma máxima que Thomas Vinterberg explora com grande acutilância neste A Caça, filme sobre como a paranóia colectiva é algo extrema e facilmente contagioso. Dúvidas? Ora vejam.

Lucas (Mads Mikkelsen) é um tipo solitário, que trabalha num infantário e de quem toda a gente gosta, no geral. No entanto, um certo dia, uma criança dá a entender que ele a molestou. Porque estava mal-disposta e é isto que as crianças fazem, mentem e usam a imaginação sem medir as consequências. E, de repente, cfia-se a paranóia: os adultos completam a história da criança, preenchendo os espaços em branco, e ignoram os alibis ou as incongruências, porque a pedofilia é algomde grave com que ninguém sabe (e quer) lidar.

Obviamente que a vida de Lucas, que estava a começar a recompor-se, vai desmoronar-se e ser espezinhada completamente. E Thomas Vinterberg filma tudo isto com grande calma, com o seu realismo de câmara ao ombro, extremamente circunstancial, tirando proveito dos seus tempos do Dogma 94. Michael Haneke teria chamado um figo a isto, mas Vinterberg é mais elegante, preferindo o lado mais social deste ensaio comunitário sobre o pior lado das pessoas.

Mads Mikkelsen é um actor do caraças, que leva o filme às costas na maior parte das vezes. E, no restante tempo, é coadjuvado na perfeição pela estreante Annika Wedderkopp, uma miúda que mostra uma maturidade ao nível do cinema de Vinterberg. O realizador ainda tenta montar uma analogia entre a perseguição de que é alvo Lucas e as caçadas que os homens do filme gostam de fazer, mas esta é uma rima que já não sai tão bem. Mais interessante é o final em aberto, que deixa o lembrete: depois dum incidente como este, mesmo que proves a tua inocência, haverá sempre quem não acredita em ti. Um McRoyal Deluxe pelo filme e pela pertinência social de Thomas Vinterberg.

Posted by: dermot @ 10:43 da manhã
|  




quarta-feira, Julho 23, 2014  

FRANKENWEENIE:

Título: Frankenweenie
Realizador: Tim Burton
Ano: 2012


Tim Burton começa a demonstrar alguns sinais de cansaço. Nos últimos filmes tem vindo a pisar as suas próprias pegadas, encerrado num cinema cheio de maneirismos que ele próprio criou. É como se a obra estivesse a tornar-se maior que o próprio criador e a começar a domina-lo. Por isso, a decisão de refazer em longa a sua curta de culto, Frankenweenie, parecia ser mais um sintoma deste esgotamento.

Pode ser que não, pode ser que Frankenweenie sirva de reboot ao próprio Tim Burton, que se divertiu aqui a homenagear muito do cinema que ajudou a forjar a sua obra: a ficção-científica, o cinema de terror, os filmes de monstros, a série b... Além disso, é o primeiro filme desde sei lá quando que não tem Johnny Depp ou Helena Bonham Carter. Já não há paciência para mais um filme de Tim Burton com Depp. É por causa disto que, às vezes, há um tipo que perde as estribeiras e limpa umas quantas pessoas antes de se suicidar.

Usando a técnica que tão bons resultados deu em A Noiva Cadáver, Tim Burton recupera os bonecos que criara em 1984 e dá-lhes um bocadinho mais de corda. Victor (voz de Martin Short) é um miúdo solitário e um geek da ciência, que só tem um amigo: o seu rafeiro Sparky. Quando este morre atropelado, Victor decide construir uma máquina para o ressuscitar, influenciado pelo novo professor de ciências, que parece o Vincent Pryce.

Nesta milésima variação do conto de Frankenstein (com várias homenagens a A Noiva De Frankenstein), Burton consegue transforma-lo num filme de monstros, de godzillas e gremelins, sem descurar a mensagem moral dos filmes de animação. Para completar o embrulho, o realizador termina esta sua homenagem ao cinema de horror ao filmar a preto e branco, num estilo entre o gótico (todas as personagens são sinstras e macabras) e as sombras do expressionismo alemão. Algo que já existia no Frankenweenie original, aliás.

Sem ser brilhante, Frankenweenie é do melhor que Tim Burton fez ultimamente e um exercício divertido para se ir enumerando as mil e uma referências. Um McBacon que nos deixa com expectativas para ver o que vai fazer Tim Burton agora.

Posted by: dermot @ 10:39 da manhã
|  




segunda-feira, Julho 14, 2014  

ESPECIAL RAMBO:

A FÚRIA DO HERÓI:


Título: First Blood
Realizador: Ted Kotcheff
Ano: 1982


Existem dois tipos de pessoas no mundo: as que gostam do Rambo e as que gostam do Rocky. É possível gostar de ambas as personagens que imortalizaram Sylvester Stallone nos anos 80, mas toda a gente preferirá sempre um ao outro. É como os Stones e os Beatles. Ou se prefere o pugilista que acabou com a Guerra Fria sozinho ao derrotar Ivan Drago ou se prefere o Boina Verde que derrotou os soviéticos no Afeganistão ao lado dos talibans, porque é impossível gostar dos dois por igual.

No entanto, a primeira vez que ouvimos falar de John Rambo ele era ainda muito diferente do herói de direita, que fez as delícias de Ronald Reagan. Rambo era um soldado de elite, especialista em guerrilha e o último sobrevivente do seu esquadrão, que conhecemos a deambular pelos Estados Unidos, sem trabalho e com problemas de readaptação. Por azar, vai parar a um vilarejo pertinentemente chamado Hope, que de tolerante tem muito pouco. E depois de ser pressionado pelo xerife local e os seus homens, Rambo perde as estribeiras e foge da prisão, mobilizando homens e meios num jogo do rato e do gato de grandes proporções.

Fugindo para o meio do mato, onde é o seu habitat natural, armado só com um facalhão de mato - e que se tornou conhecido como "faca à Rambo", tamanha é a dimensão iconoclasta do filme -, Rambo faz um poncho de serrapilheira e mete uma fita na cabeça, numa afirmação de estilo que se tornaria na sua imagem de marca nos próximos filmes. E, depois, A Fúria Do Herói é um dos melhores survivors movies de sempre. Primeiro porque o Rambo de Stallone dá o corpo ao manifesto, como um animal acorraçado mas extremamente perigoso; e porque A Fúria Do Herói é extremamemte realista, sem fogo-de-artíficio exagerado coml qualquer blockbuster do génenro. Lembram-se de Fim-de-semana Alucinante? É ainda pior.

Depois, Rambo vira o bico ao prego e passa do mato para a cidade, transformando a presa em predador e vice-versa. Nessa altura, já entrou em cena o seu antigo Coronel (Richard Crenna), que vem tentar pôr algum bom-senso na cabeça do xerife e trazer Ramb de volta à razão. É ele também que faz a contextualização da personagem de John Rambo, transformando A Fúria Do Herói num dos melhores filmes sobre a desumanização da guerra e derramando alguma luz sobre os incompreendidos retornados do Vietname numa América pouco tolerante.

O sucesso de A Fúria Do Herói levou o filme a ter várias sequelas e a ser um fenómeno da cultura popular ocidental, mas é curioso ver que, o primeiro contacto com John Rambo é uma verdadeira antítese do que a personagem viria a tornar-se mais tarde. Belo McRoyal Deluxe, num filme muitas vezes subvalorizado na carreira de Sylvester Stallone.


RAMBO 2 - A VINGANÇA DO HERÓI:

Título: Rambo: First Blood Part II
Realizador: George P. Cosmatos
Ano: 1985


Depois do sucesso de A Fúria Do Herói, era inevitável uma sequela para rentabilizar o novo herói de Sylvester Stallone, depois do boxeur underdog Rocky Balboa. E, como seria de esperar, Hollywood apostou tudo na vertente destruidora de Rambo, até porque, admita-se, não pareceria muito bem fazer outro filme sobre um tipo a tentar matar polícias.

No arranque desta sequela, encontramos então John Rambo preso, entregue aos trabalhos forçados da cárcere. O seu único amigo, o Coronel Trautman (Richard Crenna), vai visita-lo com uma proposta indecente: aceitar uma última missão e receber um perdão presidencial. Rambo diz que sim sem ter que pensar muito no assunto e, assim, vemo-lo de volta ao local do crime, leia-se Vietname, desta vez para procurar prisioneiros de guerra, que toda a gente sabe que existem mas ninguém tem provas.

Existe um subargumento neste Rambo 2 que também já havia em A Fúria Do Herói, mas que aqui é ligeiramente mais explícito, que é o confronto entre a guerra do Vietname e a da Coreia. Enquanto que no primeiro o xerife era um ex-combatente da Coreia, que tinha recalcado o facto de toda a gente se lembrar do Vietname e aparentemente se ter esquecido de quem serviu na frente coreana, aqui há um oficial com uma agenda escondida, porque "esta guerra não é dele, ele só está aqui para limpar a merda". Isto significa que Rambo vai ser atraiçoado pelos seus, da mesma forma que o país lhe virou as costas em A Fúria Do Herói, e vai ter que se virar sozinho contra todos os vietcongues e alguns russos.

Quer dizer, sozinho não, porque por momentos Rambo tem a ajuda duma agente vietnamita, que se torna no único interesse romântico do herói durante os quatro filmes da série. Vêem-se durante uns minutos, trocam meia-dúzia de linhas e trocam juras de amor eterno, antes de ela ser fuzilada cruelmente numa cena extremamente violenta. Aliás, esta cena marca a viragem definitiva de Rambo em action hero. Até aqui ainda vai havendo uma tentativa de manter a aura de herói atormentado pela desumanização da guerra, mas depois deste episódio tudo o resto vai às urtigas e começa a palhaçada.

Esqueçam o realismo do survivor movie de A Fúria Do Herói. Rambo 2 - A Vingança Do Herói começa a explorar todos os clichés que a série iria exagerar até ao limite em Rambo 3: as armas com munição infinita; um Rambo com pontaria certeira apesar de sacudir mais a arma do que a pila depois de mijar, enquanto que os inimigos não acertam uma, mesmo quando estão a dois palmos de distância; ou um arco cujas flechas nascem por magia do chão. Aliás, enquanto que no primeiro filme Rambo fizera da faca de mato a sua imagem de marca, aqui é o arco e flecha a reinarem, décadas antes de Daryl no Walking Dead (e com flechas explosivas, uma invenção genial).

Rambo 2 - A Vingança Do Herói é o episódio de transição perfeito entre A Fúria Do Herói e o por vir Rambo 3. Com argumento assinado a duas mãos pelo próprio Stallone e um então desconhecido James Cameron, o filme é metade herói atormentado pela guerra-metade filme de acção desmiolado, que termina com um duelo de helicópteros(!), vejam bem. Um desiquilíbrio que se vê bem, mas que sabe a Double Cheeseburger.


RAMBO 3:

Título: Rambo 3
Realizador: Peter MacDonald
Ano: 1988


E ao terceiro filme da série, John Rambo completava a metamorfose. Neste filme de Peter MacDonald, caía de vez o anti e o herói era insuflado até ao limite do possível, com Rambo a assumir-se como a personificação da América-polícia-do-mundo, agitando a bandeira da democracia e tornando-se no ícone favorito de Ronald Reagan e de toda uma ideologia política de direita. E, para todos os outros (especialmente os cinéfilos xunga), a assumir-se como o desmiolado action hero favorito.

Em Rambo 2 - A Vingança Do Herói, Sylvester Stallone ainda ensaiava meia dúzia de discursos de pacotilha, que lembravam o passado atormentado do ex-combatente do Vietname, que, em A Fúria Do Herói, tinha vindo dar voz aos retornados e a toda uma desumanização da guerra - eu só quero ser amado pelas pessoas da mesma forma que eu amo o país, choramingava. Em Rambo 3 nem sequer há nada disto. E, além disso, Rambo ainda se torna espirituoso com tanta confiança em si próprio, mandando umas larachas que se tornaram icónicas neste terceiro tomo da série. O que é isto? Uma luz azul. O que faz? Dá luz azul.

Desta vez, Rambo vai disparar a metralhadora da democracia do ido país do Afeganistão, contra a temível ameaça russa. Anos antes da 11 de Setembro e da Al-Qaeda se ter tornado na ameaça global número um, os Estados Unidos mandavam um homem aliar-se aos taliban na defesa de um povo guerreiro. O filme canta meia-dúzia de loas aquela gente que, anos mais tarde, os mesmos americanos iriam odiar. E, ao que consta, Rambo 3 continua a ser o filme favorito de todos os afegãos.

A história não tem muito que se diga, além de um Stallone novamente em tronco nu e fita na cabeça a correr e a metralhar toda a gente, não falhando um tiro e não terminando nunca as monições. A novidade aqui é que o Coronel Trautman (Richard Crenna) vai também estar no terreno. Porque faz todo o sentido um oficial veterano voltar à linha da frente por querer defender um país esquecido no mei de nenhures. Americanos...

Rambo 3 percebe o carácter iconoclasta de Rambo e não desperdiça a oportunidade de incluir os adereços mais famosos do herói: a faca de mato, a M60 e as flechas explosivas, por exemplo. Rambo 3 é uma adrenalina de testosterona, num dos filmes mais másculos de sempre, com um dos maiores bodycounts da sétima arte, em que não tem uma única mulher em toda a história. Um McChicken para homens de barba rija.


JOHN RAMBO:

Título: Rambo
Realizador: Sylvester Stallone
Ano: 2008


Quando começou esta obsessão recente pelas sequelas e prequelas por parte dos tecnocratas do mundo do cinema, dizia-se na brincadeira que só faltava fazer uma continuação do Rambo. A coisa era tão improvável que mesmo após Sylvester Stallone ter ressuscitado o cadáver do Rocky, em Rocky Balboa, a piada continuou a ser dita. Mas o impensável aconteceu; Stallone não ficou satisfeito por ter recuperado o pugilista que derrotou Mr. T e Lundgren, como quis também repescar o super-soldado de direita norte-americano: John Rambo.

Por isso, eis a tão aguardada sequela: John Rambo, em vez do Rambo IV que seria de esperar, guilty pleasure e o sonho molhado mais antigo dos cinéfilos mais hardcore. Sylvester Stallone, apesar da sua idade para ter juízo - sim, Sly já contava na altura com 60-sessenta anos -, continua em grande forma; e após argumentos iniciais que envolviam Rambo a derrotar o Bin Laden ou Rambo a enfrentar extraterrestres que invadiam os Estados Unidos, eis uma premissa bem mais realista, passada na perigosa selva da Birmânia.

Antes de continuar, deve-se fazer uma pausa para apresentar e relembrar o herói aos mais novos. Stallone foi Rambo pela primeira vez em Rambo - A Fúria Do Herói, uma obra-prima que o introduzia como um anti-herói regressado do Vietname, uma vítima da desumanização da guerra que só queria voltar para casa. O sucesso foi tanto que, três anos depois, surgia Rambo II - A Vingança Do Herói, com o herói reabilitado em máquina de guerra, sozinho de volta no Vietname apenas com uma faca e um arco de flechas, vingando-se de tudo e de todos. Os dados estavam lançados e já nãop havia volta a dar: mais três anos volvidos e eis Rambo III, o super-filme de acção, com Rambo convertido em saco de músculos e estandarte da política de direita, ao lutar sozinho ao lado dos Talibãs enquanto debitava one-liners espirituosas, para delícia de Reagan. Nascia aqui o blockbuster como o conhecemos hoje, cheio de fogo-de-artífico e despojado de substância, onde o irrealismo exacerbado é a bandeira a agitar.

Agora, vinte anos depois, só havia duas formas de fazer uma sequela de Rambo. Era óbvio que se deveria fechar o círculo, mas haviam dois caminhos a seguir: ou continuava-se na onda de Rambo III e da xungaria ao mais alto nível, pondo Rambo a lutar contra o mundo inteiro; ou recuava-se às origens de Rambo - A Fúria Do Herói e dava-se espessura dramática suficiente para Stallone recuperar o anti-herói novamente, como fizera em Rocky Balboa. Mas Sly foi ainda mais longe e conjugou essas duas opções. Assim, John Rambo faz um back to basics à personagem, tudo isto envolvida numa matança do porco descomunal, como nunca se viu no cinema.

Temos então um Rambo exilado na Tailândia, onde caça serpentes venenosas, navega numas palhotas e faz uns trabalhos de ferreiro. É um Rambo mais próximo das tretas espirituais da new-age, que até houve a sua theme song, de Jerry Goldsmith, em versão pan pipes (e esta é uma das grandes pechas do filme, não aparecer uma cena com o mítico tema original). Mas afinal de contas, Rambo não está mais duro; está é carente. E quando uma cara bonita (Julie Benz) lhe pede boleia para levar uns padres até à Birmânia, Rambo vai enfiar-se na boca do lobo sem hesitar. E depois, só ele pode salvar a situação, salvando todos e matando tudo o que se mexa.

Stallone, que pela primeira vez realiza um filme da série, consegue safar-se nas partes mais difíceis. Consegue criar um argumento minimamente credível sem pisar todos os clichets do género e consegue evitar a dramatização exagerada. Além disso, traz um Rambo mais tramado do que nunca, mais cruél e sanguinário do que nunca, que mata maus com as próprias mãos (sim, existem cabeças cortadas com as mãos) e os desfaz em carne picada com super-metralhadoras à queima-roupa. O gore nunca foi tão realista e os maus nunca ficaram, literalmente, tão desfeitos. Peckinpah iria ficar radiante com um filme assim...

John Rambo respira série-b por todo o lado. Stallone não teve pretensões em fazer mais do que mais uma sequela do Rambo. E conseguiu-o em menos de hora e meia de filme, como se pede em filmes sanguinários. No final, só sentimos falta de um vilão mais bidimensional a enfrentar o nosso herói musculado favorito, em vez do inimigo colectivo. Senhoras e senhores, o Rambo voltou: vamos saudar com um McBacon.

Posted by: dermot @ 2:24 da manhã
|  




sexta-feira, Julho 11, 2014  

ELA ESTÁ DE PARTIDA:

Título: Elle S'en Va
Realizador: Emmanuelle Bercot
Ano: 2013


Do alto dos seus 71 anos, Catherine Deneuve não teve problemas em olhar para si como a mulher de meia-idade que é. Obrigadinho, se eu tiver tão bom aspecto aos 50 como ela continua a ter aos 70 também não me importarei nada de olhar para mim da mesma forma. No fundo, já tinhamos visto Jack Nicholson fazer o mesmo, em As Confissões De Schmidt, quando nos alertou a todos que estava a ficar velho e já tinha entrado na meia-idade.

Este jogo de espelhos fica bem a Ela Está De Partida, a história de uma ex-miss que, aos 60 e tal, se vê a viver com a mãe, na província de onde nunca saiu e amante de um homem casado. Quando este a troca por uma terceira tipa, Deneuve avalia a sua vida. E não só entra em depressão, como tem uma crise de meia-idade tardia.

Assim, mete-se num carro e parte sem destino, deixando para trás a mãe, o lugarejo onde vive e o restaurante quase falido que gere. Embarca assim num road movie em que, mais importante que o destino, é a viagem. E esta vai incluir vários episódios mais ou menos disconexos - uma one night stand, um velhote a enrolar cigarros, um caso de violência doméstica consentida... - até terminar tudo numa reunião familiar, com tanto de redenção como de fazer as pazes com o passado.

De câmara ao ombro, numa cinematografia muito frances e muito nouvelle vague/godardiana (os zooms, os planos demorados, os cigarros, sempre o fumo de cigarros), a realizadora Emmanuelle Bercot leva-nos numa viagem a pendura com Catherine Deneuve pela França real, aquela do interior, que nada tem a ver com o cosmopolismo das grandes cidades. Aqui, actores não profissionais e situações semi-improvisadas permitem-nos ir conhecendo a personagem de Deneuve e acompanhar a sua viagem interior, ou seja, a que realmente importa.

No final, fica-nos um filme sobre a força de viver e a mensagem de que a vida não pára a partir de uma determinada idade, mas o que nos vamos realmente lembrar é coml Catherine Deneuve continua luminosa aos 70. Um McBacon sem desprimor nenhum para uma senhora-actriz.

Posted by: dermot @ 12:56 da manhã
|  




quarta-feira, Julho 09, 2014  

MONSTROS - A UNIVERSIDADE:

Título: Monsters University
Realizador: Dan Scanlon
Ano: 2013


A Pixar parece também ter-se rendido à moda das sequelas e, coincidência ou não, o que é certo é que, pela primeira vez, começaram a fazer filmes que nhec.Atenção, não é que Carros 2 ou este Monstros: A Universidade sejam maus filmes, mas perante uma folha de serviço irrepreensível, é difícil olharmos para estes títulos da mesma forma que olhamos para um Wall-E ou um Os Incríveis.

No entanto, para ser picuínhas, Monstros: A Universidade não é uma sequela de Monstros E Companhia, mas sim uma prequela. Ok, eu sei que não é a mesma merda, mas o cheiro é o mesmo. Mas isto serve para explicar a história do filme. Ou seja, a origem de como tudo começou. E esse tudo é a relação dos dois monstros protagonistas, Mike (voz de Billy Crystal) e Sulley (voz de John Goodman), que trabalham como assustadores a aterrorizar crianças indefesas à noite para armazenar a energia dos seus gritos.

Para isso, recuamos à sua adolescência, quando eram caloiros na universidade dos monstros, Mike a almejar tornar-se no assustador com que sempre sonhou, mas para o qual parece fisicamente mal talhado para o conseguir, e Sulley, filho de boas famílias, hcom a insolência habitual de quem está habituado a ter a papinha toda feita na palma da mão. Apesar de não se darem propriamente bem ao início, os dois vão ter que unir forças e liderar uma equipa de losers numa espécie de Jogos Sem Fronteiras, de forma a não serem expulsos da escola.

Com um argumento claramente pouco inspirado, na milésima variação da história dos inimigos que wo serem forçados a colaborar se tornam nos melhores amigos, Monstros: A Universidade não tem aquela magia da Pixar (que, por sua vez, havia aprendido com a Disney) que diz o essencial mesmo quando recorre a lugares-comuns. Além disso, também não tem propriamente graça, salvo raros gags com que pontua algumas cenas.

Não é que Monstros: A Universidade seja mau, a Pixar é que nos habituou mal. Mas sente-se algum cansaço nos últimos trabalhos da produtora, que aqui nem sequer tiram partido das inúmeras possibilidades dos monstros disponíveis. Há mais energia e diversidade na cantina do Guerra Das Estrelas que em todo este filme. Pixar, quem te viu e quem te vê; quem diria que, em 2013, irias estar a fazer uma sequela de Monstros: A Universidade corrida a McChicken.

Posted by: dermot @ 5:31 da manhã
|  




segunda-feira, Julho 07, 2014  

IMPACTO PROFUNDO:

Título: Deep Impact
Realizador: Mimi Leder
Ano: 1998


No outro dia li na internet a lista dos dez filmes de ficção-científica de Neil deGrasse Tyson, o tipo que voltou a tornar a ciência cool desde Carl Sagan. Por entre as escolhas óbvias (olá O Dia Em Que A Terra Parou, olá Blade Runner - Perigo Iminente), as escolhas típicas dum cientista (olá Contacto) e uma semi-surpresa (olá The Quiet Earth), eis duas inesperadas (e discutívis) opções.

E se de A Ilha não tenho dúvidas nenhumas, Impacto Profundo deixou-me a pensar. Afinal de contas, não o via desde que estreou no cinema. Será que me estaria a esquecer de alguma coisa? Decidido a acabar de vez com esta dúvida existencial, decidi aproveitar a conjugação de dois factores determinantes: uma tarde de domingo sem nada para fazer e o canal Hollywood.

É sabido que os blockbusters vêem sempre aos pares em Hollywood. E, em 1998, com a moda dos filmes-catástrofes, o ano ficou marcado por dois filmes sobre asteróides que ameaçavam destruir a terra. O primeiro foi Armageddon e o segundo Impacto Profundo. No entanto, enquanto o filme dos Aerosmith apostava tudo no fogo-de-artíficio e no exagero típico destes casos, este aposta mais numa abordagem mais realista e mais cientificamente credível (aqu também há astronautas a pôr bombas no asteróide, mas não há ninguém a fazer fogo no espaço sideral). Daí a preferéncia de deGrasse Tyson.

Resumindo: a Terra corre perigo de vida e, à medida que um asteróide gigante se aproxima, seguimos a vida de três personagens sem nada a ver uns com os outros. A do miúdo que descobriu pela primeira vez a rocha no espaço (Elijah Wood), a da jornalista com problemas com os pais divorciados que tenta dar o salto na carreira (Tea Leoni a recordar-nos, da pior maneira, o porquê de ter tido uma espécie de carreira tão fugaz quanto um cometa que cruza os céus) e o astronauta veterano (Robert Duvall) que comanda a missão de colocar umas bombas no asteróide, na tentativa de lhe mudar a rota.

Apesar da ameaça de extinção da Humanidade, este filme-mosaico nunca deixa de se preocupar com as suas personagens, que ensaiam uma tentativa de drama pessoal com laivos de redenção (ou tearjerker, consoante os casos) final. A unir isto tudo há um Morgan Freeman a fazer de presidente dos Estados Unidos e a antecipaf Barack Obama como primeiro presidente preto da América em uma década. Dispensável era a agenda escondida pró-católica: muitas loas a Deus e citações bíblicas perante a ameaça de fim do mundo, uma metáfora da Arca de Noé e, no final, Elijah Wood a ter uma projecção messiânica no se destino de repovoar a América.

Infelizmente, para um filme-catástrofe, Impacto Profundo tem um CGI manhoso, apesar de cumprir as quotas normais deste tipo de filme: as Torres Gémeas a colapsarem três anos antes do 11 de Setembro e, claro, a inevitável estátua da Liberdade a rolar por terra. No entanto, aquele plano final do Capitólio em reconstrução merecia um CGI melhorzinho. Lamento deGrasse Tyson, afinal Impacto Profundo é tudo aquilo que me lembrava. Ou seja, um dispensável Double Cheeseburger.

Posted by: dermot @ 5:11 da manhã
|  




sexta-feira, Julho 04, 2014  

JACK:

Título: Jack
Realizador: Edward Berger
Ano: 2014


Jack é um daqules títulos proibidos de serem mencionados por qualquer cinéfilo que se preze, já que é o filme maldito de Francis Ford Coppola, que toda a gente quer esquecer que existe. No entanto, apesar de não ter nada a ver, o mesmo título até fica bem a este desconhecido filme alemão, já que, à sua maneira, também é sobre um miúdo que tem que crescer demasiado depressa.

Mas se queremos fazer comparações, é inevitável não falar de Ninguém Sabe para nos referirmos a Jack. Pela temática e pela forma. Enquanto que o filme japonês era baseado no caso verídico de uma mãe que abandonou quatro filhos num apartamento ao deus-dará, este é sobre uma mãe inconsciente que deixa os filhos sozinhos enquanto passa dias e dias na pândega. E isto faz com que Jack (genial Ivo Pietzcker), o mais velho, tenha que crescer e ser o responsável lá de casa.

No entanto, mais do que um drama familiar sobre o abandono e seus derivados, Jack é uma história sobre determinação e força de vontade. Jack irá fugir da instituição de acolhimento onde acaba por ir parar e, depois de ir buscar o irmão, vai procurar a mãe até às últimas consequências. E chega a um ponto em que estamos esgotados, tanto fisica qunt psicologicamente, com Jack a andar, a subir, a descer, a correr, a trepar... E a sua mãe sem aparecer, num processo que chega a ser angustiante.

Tal como Ninguém Sabe, Jack também é um filme quase circunstancial, feito de silêncios e de observações. Faz lembrar igualmente o estilo neo-realista dos irmãos Dardenne (alguém mencionou A Criança?), na medida em que segue os seus actores quase como aquele cinema-verdade que agora está muito na moda. Podia ter menos 15 minutos? Podia, mas isso não altera nada este suculento McBacon, que vale a pena descobrir.

Posted by: dermot @ 2:53 da manhã
|  




quarta-feira, Julho 02, 2014  

IN ORDER OF DISAPPEARANCE:

Título: Kraftidioten
Realizador: Hans Petter Moland
Ano: 2014


A primeira vez que lemos o título do filme de In Order Of Disappearance não percebemos imediatamente o jogo de palavras. Só quando o prólogo é interrompido e entra o genérico, anunciando o título, é que percebemos o que o filme tem para oferecer: uma lista de gente morta, que irá desaparecer aos poucos e poucos, ao longo das quase duas horas. E sempre que alguém morre, um intratítulo a negrone encimado por uma cruz dá-nos o seu nome, fazendo no final a lista do bodycount de In Order Of Disappearance.

Não é difícil de perceber que In Order Of Disappearance é um filme de vingança, a de um homem sobre os homens que assassinaram o seu filho. Nils (Stellan Skarsgård) é um tipo ordinário, reconhecido pela sua comunidade como cidadão do ano pelo seu trabalho a limpar a neve das estradas do lugarejo onde vive no meio da Suécia, com o seu ar de avôzinho adorável. E quando o seu filho é morto num esquema de drogas, controlado pelo cartel do Conde (um vilão com tanto de metrossexual como de cartoonesco), Skarsgård vai tornar-se badass.

In Order Of Disappearance lembra aquele outro belo filme de vingança chamado Busca Implacável, onde um muito respeitável Liam Neeson perde as estribeiras e desata a matar gente. A diferença é que, enquanto nesse, Neeson tinha um passado nas forças especiais, aqui Stellan Skarsgård é apenas um tipo comum. Está por isso mais perto de Walter White, se bem que mais frio e cruél, sem problemas em sujar as mãos de sangue, em enrolar os corpos em rede de galinheiro e em joga-los de uma cascata gigante - o seu modus operandi durante todo o filme.

O que é, contudo, mais inesperado que esta personagem que passa para o outro lado é o tom que o filme adquire. Com uma violência estilizada muito à Tarantino, o filme tem um lado humorístico, mais burlesco do que cool, que começa a aproxima-lo dos terrenos de Guy Ritchie. A meio entra em cena a máfia sérvia e, de repente, In Order Of Disappearance é o Snatch - Porcos E Diamantes norueguês, com lutas de gangsters ainda mais absurdas que os seus nomes de código. E até há um chamado Ronaldo...

Além disso, In Order Of Disappearance ainda tem outro trunfo na manga que lhe fica bem. É certo que Insónia (incluíndo o seu remake americano) é o que melhor tira partido do ambiente claustrofóbico dos países nórdicos, mas In Order Of Disappearance também sabe utilizar a seu proveito o silêncio, o isolamento e a vastidão a perder de vista da paisagem branca sueca. E, nem a propósito, Skarsgård é responsável por limpar as estradas, passando grandes pedaços a conduzir sozinho, completamente rodeado de branco.

In Order Of Disappearance é o mais cool e personalizado filme de acção europeu que vão ver nos próximos tempos. Luc Besson já não é o único a fazer blockbusters na Europa. Apanhem este McRoyal Deluxe e arrumem na gaveta, de vez, o preconceito do eurotrash.

Posted by: dermot @ 4:45 da manhã
|  





COTAÇÃO:
10 - Royale With Cheese
9 - Le Big Mac
8 - McRoyal Deluxe
7 - McBacon
6 - McChicken
5 - Double Cheeseburger
4 - Cheeseburger
3 - Caixinha de 500 paus (Happy Meal)
2 - Hamburga de Choco
1 - Pão com Manteiga

TAKE:
Take - cinema magazine | take.com.pt


ARE YOU TALKING TO ME:
DUELO AO SOL
CLARENCE HAD A LITTLE LAMB
GONN1000
BITAITES
ANTESTREIA
CINEBLOG
CINEMA NOTEBOOK
CONTRA CAMPO
ZONA NEGRA
O MELHOR BLOG DO UNIVERSO
A CAUSA DAS COISAS
O MEU PIU PIU
AMARCORD
LAURO ANTÓNIO APRESENTA
SARICES ARTÍSTICAS
A RAZÃO TEM SEMPRE CLIENTE
MIL E UM FILMES
AS IMAGENS PRIMEIRO
A DUPLA PERSONALIDADE
TRASH CINEMA TRASH
SUNSET BOULEVARD
CINEMA XUNGA


ARE YOU TALKIN' TO ME?
cinephilus@mail.pt


CRÍTICAS:
- A Armadilha
- A Arte De Pensar Negativamente
- A Árvore Da Vida
- A Balada de Jack And Rose
- A Bela E O Paparazzo
- A Boda
- À Boleia Pela Galáxia
- A Cabana Do Medo
- A Cela
- A Canção De Lisboa
- A Cara Que Mereces
- A Casa Dos 1000 Cadáveres
- A Casa Maldita
- A Cidade Dos Malditos
- A Ciência Dos Sonhos
- A Comunidade
- A Cor Do Dinheiro
- A Costa Dos Murmúrios
- A Criança
- A Dália Negra
- A Dama De Honor
- A Descida
- A Duquesa
- À Dúzia É Mais Barato
- A Encruzilhada
- A Estrada
- A Estranha Em Mim
- A Frieza Da Luz
- A Fúria Do Dragão
- A História De Uma Abelha
- A Honra Da Família
- A Janela (Maryalva Mix)
- A Lagoa Azul
- A Lenda Da Floresta
- A Liga Dos Cavalheiros Extraordinários
- A Lista De Schindler
- A Lojinha Dos Horrores
- A Mais Louca Odisseia No Espaço
- A Maldição Da Flor Dourada
- A Mansão
- A Maravilhosa Aventura De Charlie
- A Marcha Dos Pinguins
- A Máscara
- A Máscara De Cristal
- A Menina Jagoda No Supermercado
- A Minha Bela Lavandaria
- A Minha Vida Sem Mim
- A Morte Do Senhor Lazarescu
- A Mosca
- A Mulher Do Astronauta
- A Mulher Que Viveu Duas Vezes
- A Múmia
- A Noiva Cadáver
- A Noiva Estava De Luto
- A Origem
- A Outra Margem
- A Paixão De Cristo
- A Pele Onde Eu Vivo
- A Pequena Loja Dos Horrores
- A Prairie Home Companion - Bastidores Da Rádio
- A Presa
- À Procura Da Terra Do Nunca
- A Promessa
- À Prova De Morte
- A Rainha
- A Rai­nha Africana
- A Raiz Do Medo
- A Rapariga Santa
- A Rede Social
- A Religiosa Portuguesa
- A Ressaca
- A Residencial Espanhola
- A Sangue Frio
- A Secretária
- A Semente Do Diabo
- A Senhora Da Água
- A Severa
- A Sombra Do Caçador
- A Sombra Do Samurai
- A Tempestade No Meu Coração
- A Tempo E Horas
- A Torre Do Inferno
- A Turma
- A Última Famel
- A Última Tentação De Cristo
- A Valsa Com Bashir
- A Verdadeira História De Jack, O Estripador
- A Viagem De Chihiro
- A Viagem De Iszka
- A Vida De Brian
- A Vida É Um Jogo
- A Vida É Um Milagre
- A Vida Em Directo
- A Vida Secreta Das Palavras
- A Vila
- A Vítima Do Medo
- A Vizinha Do Lado
- A Volta Ao Mundo Em 80 Dias
- Aberto Até De Madrugada
- Abraços Desfeitos
- Acção Total
- Aconteceu No Oeste
- Across The Universe
- Actividade Paranormal
- Acusado
- Adam Renascido
- Admitido
- Adriana
- Aelita
- Ágora
- Água Aos Elefantes
- Air Guitar Nation
- Albert, O Gordo
- Aldeia Da Roupa Branca
- Alice
- Alice In Acidland
- Alice No País Das Maravilhas
- Alien - O Oitavo Passageiro
- Aliens - O Reencontro Final
- Alien - A Desforra
- Alien - O Regresso
- Alien Vs. Predador
- Alien Autopsy
- Alma Em Paz
- Almoço De 15 De Agosto
- Alphaville
- Alta Fidelidade
- Alta Golpada
- Alta Tensão
- Alucinação
- Amália
- Amarcord
- American Movie
- American Splendor
- Amor À Queima-Roupa
- Amor De Verão
- Amor E Corridas
- Amor E Vacas
- Amor Em Las Vegas
- Amor Ou Consequência
- And Soon The Darkness
- Angel-A
- Animal
- Annie Hall
- Anónimo
- Antes Do Anoitecer
- Antes Que O Diabo Saiba Que Morreste
- Anticristo
- Anvil! The True Story of Anvil
- Anytinhig Else - A Vida E Tudo Mais
- Appaloosa
- Apocalypto
- Aquele Querido Mês De Agosto
- Aracnofobia
- Aragami
- Arizona Dream
- Armin
- Arséne Lupin - O Ladrão Sedutor
- As Asas Do Desejo
- As Aventuras De Jack Burton Nas Garras Do Mandarim
- As Aventuras De Tintim - O Segredo Do Licorne
- As Aventuras Do Príncipe Achmed
- As Bandeiras Dos Nossos Pais
- As Bonecas Russas
- As Canções De Amor
- As Crónicas De Narnia - O Leão, A Feiticeira E O Guarda-Roupa
- As Diabólicas
- As Ervas Daninhas
- As Invasões Bárbaras
- As Lágrimas Do Tigre Negro
- As Leis Da Atracção
- As Noites Loucas Do Dr. Jerryll
- As Penas Do Desejo
- As Tartarugas Também Voam
- As Vidas Dos Outros
- Aberto Até De Madrugada
- Assalto À Esquadra 13 (1976)
- Assalto À Esquadra 13 (2005)
- Assalto Ao Santa Maria
- Assassinos Natos
- Ata-me
- Até Ao Inferno
- Até Ao Limite Do Terror
- Atraídos Pelo Crime
- Através Da Noite
- Attack Of The 50 Foot Woman
- Aurora
- Austrália
- Autocarro 174
- Avatar
- Aviva, Meu Amor
- Aztec Rex
- Azul Metálico

- Babel
- Backbeat, Geração Inquieta
- Balas E Bolinhos - O Regresso
- Balbúrdia No Oeste
- Bando À Parte
- Baraka
- Barbarella
- Barreira Invisí­vel
- Batman
- Batman Regressa
- Batman - O Início
- Be Cool
- Beijing Bastards
- Belleville Rendez-Vouz
- Bem-vindo À Zombieland
- Bem-vindo Ao Norte
- Berlin 36
- Birth - O Mistério
- Biutiful
- Black Sheep
- Black Snake Moan - A Redenção
- Blade Runner - Perigo Iminente
- Blueberry
- Boa Noite E Boa Sorte
- Bobby Darin - O Amor É Eterno
- Body Rice
- Bombom
- Bom Dia Noite
- Bom Dia Vietnam
- Bonnie E Clyde
- Boogie Nights
- Borat
- Brasil - O Outro Lado Do Sonho
- Breakfast On Pluto
- Brincadeiras Perigosas (2007)
- Brisa De Mudança
- Bronson
- Bruce, O Todo-poderoso
- Bruiser - O Rosto Da Vingança
- Bruno
- Buffalo 66
- Bubba Ho-Tep
- Bullit
- Bunker Palace Hotel
- Buried
- Busca Implacável
- Bz, Viagem Alucinante

- Cadillac Records
- Cães Danados
- Cães De Palha
- Café E Cigarros
- Call Girl
- Camino
- Capitão Alatriste
- Capitão América - O Primeiro Vingador
- Capote
- Carrie
- Cartas Ao Padre Jacob
- Cartas De Iwo Jima
- Casa De Loucos
- Casablanca
- Casino Royale
- Catwoman
- Cavalo De Guerra
- Cemitério Vivo
- Censurado
- Centurion
- Charlie E A Fábrica De Chocolate
- Che - Guerrilha
- Che - O Argentino
- Chemical Wedding
- Chéri
- Chinatown
- Chocolate
- Choke - Asfixia
- Chovem Almôndegas
- Christine - O Carro Assassino
- Cidade Fria
- Cinco Dias, Cinco Noites
- Cinema Paraíso
- Cinerama
- Cisne Negro
- Clube De Combate
- Coco Avant Chanel
- Coisa Ruim
- Cold Mountain
- Cold Weather
- Colete De Forças
- Colisão
- Com Outra? Nem Morta!
- Comboios Rigorosamente Vigiados
- Comer Orar Amar
- Complexo - Universo Paralelo
- Conan, O Bárbaro
- Contrato
- Control
- Controle
- Coração De Cavaleiro
- Coração De Gelo
- Coração Selvagem
- Corações De Aço
- Coragem De Mãe: Confrontando O Autismo
- Corre Lola Corre
- Correio De Risco
- Correio De Risco 3
- Corrida Contra O Futuro
- Corrupção
- Cozinhando A História
- Crank - Veneno No Sangue
- Crank - Alta Voltagem
- Cremaster
- Crime Ferpeito
- Crippled Masters
- Cristóvão Colombo - O Enigma
- Crónica Dos Bons Malandros
- Crueldade Intolerável
- Cubo
- Culture Boy
- Cypher
- Cyrano de Bergerac (1950)

- Daisy Town
- Dallas
- Danny The Dog - Força Destruidora
- Daqui P'ra Frente
- Dark City - Cidade Misteriosa
- De Cabeça Para Baixo
- De Homem Para Homem
- De Olhos Abertos
- De Olhos Bem Fechados
- De Sepultura Em Sepultura
- De Tanto Bater O Meu Coração Parou
- De-Lovely
- Delhi Belly
- Dead Snow
- Death Race 2000
- Deixa-me Entrar
- Delicatessen
- Demolidor - O Homem Sem Medo
- Dentro Da Garganta Funda
- Depois Do Casamento
- Destruir Depois De Ler
- Diamante De Sangue
- Diário Dos Mortos
- Diários De Che Guevara
- Dias De Futebol
- Dick E Jane - Ladrões Sem Jeito
- Dictado
- Die Hard 4.0 - Viver Ou Morrer
- Die You Zombie Bastards!
- Dogma
- Domino
- Don Juan DeMarco
- Donnie Brasco
- Doom - Sobrevivência
- Doomsday - Juízo Final
- Dorian Gray
- Dot.Com
- Dr. Estranhoamor
- Drácula 2001
- Drácula De Bram Stoker
- Drive - Risco Duplo
- Dreamgirls
- Duas Mulheres

- É Na Terra Não É Na Lua
- Easy A
- Easy Rider
- Eduardo Mãos De Tesoura
- Efeito Borboleta
- El Mariachi
- El Topo
- Ela Odeia-me
- Eles
- Eles Vivem
- Elvis
- Em Bruges
- Em Busca Da Felicidade
- Em Carne Viva
- Em Liberdade
- Em Nome De Caim
- Em Nome De Deus
- Em Paris
- Em Privado
- Embargo
- Encarnação Do Demónio
- Encontros Em Nova Iorque
- Encrenca Dupla
- Encurralada
- Ensaio Sobre A Cegueira
- Enterrado Na Areia
- Entre Os Dedos
- Entrevista
- Equilibrium
- Era Uma Vez No México
- Eraserhead - No Céu Tudo É Perfeito
- Escola De Criminosos
- Escolha Mortal
- Esporas De Aço
- Estado De Guerra
- Estamos Vivos
- Este É O Meu Lugar
- Este País Não É Para Velhos
- Estômago
- Estrada Perdida
- Estranhos
- Estrellita
- Eu Amo-te Phillip Morris
- Eu, Peter Sellers
- Eu Sou A Lenda
- Eu Sou Evadido
- Eu, Tu E Todos Os Que Conhecemos
- Everything Must Go
- Evil Dead - A Noite Dos Mortos-Vivos
- Evil Dead 2 - A Morte Chega De Madrugada
- Evil Dead 3 - O Exército Das Trevas
- Ex-Drummer
- Exterminador Implacável 1
- Exterminador Implacável 2 - O Dia Do Julgamento Final
- Exterminador Implacável 3 - Ascensão Das Máquinas
- Exterminador Implacável 4 - A Salvação

- Factory Girl - Quando Edie Conheceu Warhol
- Factotum
- Fados
- Fahrenheit 9/11
- Falso Alarme
- Fando E Lis
- Fantasmas De Marte
- Fargo
- Faster, Pussycat! Kill! Kill!
- Fausto 5.0
- Favores Em Cadeia
- Felicidade
- Feliz Natal
- Férias No Harém
- Festival Rocky De Terror
- Ficheiros Secretos: Quero Acreditar
- Fim De Ano Em Split
- Fim-De-Semana Alucinante
- Final Cut - A Última Memória
- Fish Tank
- Florbela
- Flores Partidas
- Fome
- Footloose - A Música Está Do Teu Lado
- Força Delta
- Forrest Gump
- Freddy Vs. Jason
- Frenético
- Frida
- Frost/Nixon
- Fruto Proibido
- Fuga De Los Angeles
- Fuga Para A Vitória
- Fur - Um Retrato Imaginário De Diane Arbus
- Fúria Cega
- Fúria De Viver
- Fúria Silenciosa

- Gabrielle
- Gainsbourg - Vida Heróica
- Gang Dos Tubarões
- Gangs de Nova Iorque
- Garden State
- Génova
- GI Joe - O Ataque Dos Cobra
- Godzilla
- Goodbye Lenine!
- Gosford Park
- Gothika
- Gran Torino
- Grande Mundo Do Som
- Gremlins
- Grizzly Man
- Gru - O Maldisposto
- Guerra Dos Mundos (2005)
- Guerra Dos Mundos (1953)

- Há Lodo No Cais
- Hairspray
- Half Nelson - Encurralados
- Hard Candy
- Harley Davidson E O Cowboy Do Asfalto
- Harold E Maude
- Harry Brown
- Haverá Sangue
- Hawai Azul
- He-Man - Mestres Do Universo
- Head On - A Esposa Turca
- Heartbreak Hotel
- Hell Ride
- Hellboy
- Hellboy 2: O Exército Dourado
- Helter Skelter - O Caso De Sharon Tate
- Henry E June
- Hereafter - Outra Vida
- Hiena
- História De Duas Irmãs
- História De Um Fotógrafo
- Hobo With A Shotgunbr> - Hollywood Ending
- Homem Aranha
- Homem Aranha 2
- Homem Aranha 3
- Homem De Ferro
- Homem Demolidor
- Homem Em Fúria
- Homens De Negro
- Homens De Negro 2
- Homens Que Matam Cabras Só Com O Olhar
- Hostel
- Hostel 2
- Hot Fuzz - Esquadrão De Província
- Howl - Grito
- Hugo

- I Am Sam - A Força Do Amor
- I Spit On Your Grave
- I'll See You In My Dreams
- Iluminados Pelo Fogo
- I'm Still Here
- I Wanna Hold Your Hand
- Imitação Da Vida
- Imortal
- In Search Of A Midnight Kiss
- Indiana Jones E O Reino Da Caveira De Cristal
- Indomável
- Infiltrado
- Inimigos Públicos
- INLAND EMPIRE
- Inquietos
- Insidioso
- Insónia
- Intervenção Divina
- Intriga Internacional
- Invictus
- Irmão, Onde Estás?
- It
- It Might Get Loud
- Italian Spiderman

- Jack Ketchum's The Girl Next Door
- Jackass 2
- Jackass 3D
- Jackie Brown
- Jacuzzi - O Desastre Do Tempo
- James Bond - Agente Secreto
- James Bond - Casino Royale
- James Bond - Quantum Of Solace
- Janela Indiscreta (1954)
- Janela Indiscreta (1998)
- Janela Secreta
- JCVD
- Joga Como Beckham
- John Rambo
- Jonestown - The Life And Death Of Peoples Temple
- Jovens Rebeldes - A Verdadeira História
- Julgamento
- Julie E Julia
- Juno
- Juventude Em Marcha
- Juventude Tardia

- Kalifórnia
- Kandahar
- Karate Kid
- Katyn
- Kenny
- Kick Ass - O Novo Super-herói
- Kids - Miúdos
- Kill Bill vol.2
- King Kong (2005)
- Kiss Kiss Bang Bang
- Kiss Me
- Klimt
- Kopps
- Kung-Fu-Zão
- Kung Pow - Punhos Loucos

- La Jetée
- La Vie En Rose
- Ladrões
- Lady Snowblood
- Laranja Mecânica
- Last Days - Os Últimos Dias
- Lavado Em Lágrimas
- Lemmy
- Léon, O Profissional
- Lichter
- Lindas Encrencas As Garotas
- Lobos
- Longe Da Terra Queimada
- Lost In Translation - O Amor É Um Lugar Estranho
- Lua De Mel, Lua De Fel
- Lucifer Rising
- Lucky Luke
- Lucky Number Slevin - Há Dias De Azar

- M - Matou!
- Má Educação
- Machete
- Madrigal
- Maldito United
- Mamma Mia
- Manhattan
- Manô
- Mamonas Pra Sempre
- Mar Adentro
- Maria E As Outras
- Marie Antoinette
- Marjoe
- Marte Ataca!
- Matança De Natal
- Match Point
- Matou A Família E Foi Ao Cinem
- McQuade, O Lobo Solitário
- Meia-Noite Em Paris
- Meio Metro De Pedra
- Melancolia
- Melinda E Melinda
- Menina
- Mephisto
- Metrópolis
- Meu Nome É Bruce
- Miami Vice
- Milhões
- Milk
- Millenium 1. Os Homens Que Odeiam As Mulheres
- Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
- Minha Mãe
- Minha Terra
- Misery - Capí­tulo Final
- Missão A Marte
- Missão Impossí­vel 3
- Missão Impossível - Missão Fantasma
- Missão Solar
- Mistérios De Lisboa
- Momentos Agradáveis
- Moneyball - Jogada De Risco
- Monsters - Zona Interdita
- Monstro
- Monty Phyton E O Cálice Sagradi
- Morte Cerebral
- Morte De Um Presidente
- Movimentos Perpétuos
- Mr. E Mrs. Smith
- Mrs. Henderson Presents
- Muito Bem, Obrigado
- Mulholland Drive
- Mundo Fantasma
- Mundos Separados
- Munique
- Murderball - Espírito De Combate
- Murish
- Mutilados
- Mysterious Skin

- Na Cama
- Nacho Libre
- Não Estou Aí
- Napoleon Dynamite
- Nas Costas Do Diabo
- Nas Nuvens
- Needle
- Nico: À Margem Da Lei
- Ninguém Sabe
- Nixon
- No Limite Do Amor
- No Vale De Elah
- Noite De Agosto
- Noite Escura
- Noivos Sangrentos
- Nome De Código: Cloverfield
- Northfork
- Nosferatu, O Vampiro
- Nothing
- Nova Iorque 1997
- Nove Raínhas
- Nunca Digas Sim

- O Acontecimento
- O Agente Da Broadway
- O Lugar Do Morto
- O Americano
- O Amor Acontece
- O Anjo Exterminador
- O Anti-Pai Natal
- O Artista
- O Assassínio De Jesse James Pelo Cobarde Robert Ford
- O Assassí­nio De Richard Nixon
- O Batedor
- O Bom Alemão
- O Bom, O Mau E O Vilão
- O Cabo Do Medo
- O Caminho De São Diego
- O Cão, O General E Os Pássaros
- O Capacete Dourado
- O Castelo Andante
- O Castor
- O Cavaleiro Das Trevas
- O China
- O Cobrador
- O Código Da Vinci
- O Comboio Dos Mortos
- O Comboio Mistério
- O Condenado
- O Couraçado Potemkin
- O Cowboy Da Meia-Noite
- O Crepúsculo Dos Deuses
- O Dedo De Deus
- O Delator!
- O Demónio
- O Despertar Da Besta
- O Despertar Da Mente
- O Deus Da Carnificina
- O Deus Elefante
- O Dia Em Que A Terra Parou (1951)
- O Dia Em Que A Terra Parou (2008)
- O Dia Da Besta
- O Discurso Do Rei
- O Enigma Do Espaço
- O Estranho Caso De Benjamin Button
- O Estranho Mundo De Jack
- O Evangelho Segundo São Mateus
- O Exorcista
- O Fatalista
- O Feiticeiro De Oz
- O Feitiço Do Tempo
- O Fiél Jardineiro
- O Gabinete Das Figuras De Cera
- O Gabinete Do Dr. Caligari
- O Gato Das Botas
- O Génio Do Mal (1976)
- O Grande Peixe
- O Grande Ditador
- O Guerreiro
- O Homem Duplo
- O Homem Que Copiava
- O Homem Que Sabia Demasiado
- O Homem Que Veio Do Futuro
- O Idealista
- O Jogo
- O Júri
- O Imperador Da Califórnia
- O Inquilino
- O Justiceiro Da Noite
- O Labirinto Do Fauno
- O Laço Branco
- O Lado Selvagem
- O Lago Perfeito
- O Leopardo
- O Livro Negro
- O Lobo Do Mar
- O Macaco De Ferro
- O Maquinista
- O Marinheiro De Água Doce
- O Menino De Ouro
- O Meu Tio
- O Milagre De Berna
- O Milagre Segundo Salomé
- O Mistério Galindez
- O Monstro Da Lagoa Negra
- O Mundo A Seus Pés
- O Nevoeiro (1980)
- O Ofício De Matar
- O Olho
- O Orfanato
- O Paciente Inglês
- O Padrinho - Parte I
- O Padrinho - Parte II
- O Padrinho - Parte III
- O Panda Do Kung Fu
- O Panda Do Kung Fu 2
- O Pesadelo De Darwin
- O Pistoleiro Do Diabo
- O Planeta Selvagem
- O Pó Dos Tempos
- O Portador Da Espada
- O Presidiário
- O Prisioneiro Do Rock
- O Protegido
- O Próximo A Abater
- O Quinto Elemento
- O Quinto Império
- O Regresso
- O Rei Dos Gazeteiros
- O Reino Proibido
- O Ritual
- O Ritual Dos Sádicos
- O Sabor Do Amor
- O Sargento Da Força Um
- O Segredo A Brokeback Mountain
- O Segredo De Um Cuscuz
- O Segredo Dos Punhais Voadores
- O Selvagem
- O Sentido Da Vida
- O Sétimo Selo
- O Sítio Das Coisas Selvagens
- O Sonho Comanda A Vida
- O Sonho De Cassandra
- O Sorriso De Mona Lisa
- O Tempo Do Lobo
- O Tesouro Da Sierra Madre
- O Tigre E A Neve
- O Tio Boonmee Que Se Lembra Das Suas Vidas Anteriores
- O Triunfo Da Vontade
- O Turista
- O Último Airbender
- O Último Grande Herói
- O Último Rei Da Escócia
- O Último Tango Em Paris
- O Último Voo Do Flamingo
- O Vingador Tóxico
- O Wrestler
- Ocean's Eleven - Façam As Vossas Apostas
- Odete
- Oldboy - Velho Amigo
- Olho Mágico
- Oliver Twist
- Ônibus 174
- Orca
- Órfã
- Os Amantes Regulares
- Os Amigos De Alex
- Os Bons E Os Maus
- Os Caça-Fantasmas
- Os Cavaleiros Do Asfalto
- Os Chapéus De Chuva De Cherburgo
- Os Cinco Venenos
- Os Clãs Da Intriga
- Os Condenados De Shawshank
- Os Descendentes
- Os Edukadores
- Os Famosos E Os Duendes Da Morte
- Os Filhos Do Homem
- Os Friedmans
- Os Guardiões Da Noite
- Os Homens Preferem As Loiras
- Os Imortais
- Os Inadaptados
- Os Índios Apache
- Os Invisíveis
- Os Irmãos Grimm
- Os Limites Do Controlo
- Os Marginais
- Os Mercenários
- Os Miúdos Estão Bem
- Os Novos Dez Mandamentos
- Os Olhos Da Serpente
- Os Olhos Sem Rosto
- Os Onze De Oceano
- Os Optimistas
- Os Pássaros
- Os Produtores (2005)
- Os Psico-Detectives
- Os Rapazes Da Noite
- Os Rapazes Não Choram
- Os Renegados Do Diabo
- Os Rutles - All You Need Is Cash
- Os Selvagens Da Noite
- Os Simpsons - O Filme
- Os Sonhadores
- Os Sorrisos Do Destino
- Os Super-Heróis
- Os Supeitos Do Costume
- Os Três Enterros De Um Homem
-Os Visistantes Da Idade Média
- Os 300 Espartanos

- Pagafantas
- Palpitações
- Papillon
- Para Onde O Vento Sopra
- Parada De Monstros
- Paraíso, Inferno... Terra
- Paranoid Park
- Paris Je T'Aime
- Party Monster
- Pecados Íntimos
- Pele
- Pequenas Mentiras Entre Amigos
- Performance
- Perigo Na Noite
- Perto Demais
- Pesadelo Em Elm Street
- Pink Floyd The Wall
- Piranha 3D
- Piratas Das Caraíbas - O Mistério do Pérola Negra
- Piratas Das Caraí­bas - O Cofre Do Homem Morto
- Piratas Das Caraíbas - Nos Confins Do Mundo
- Planeta Dos Macacos
- Planeta Dos Macacos: A Origem
- Planeta Terror
- Plano 9 Dos Vampiros Zombies
- Polaróides Urbanas
- Polí­cia Sem Lei (1992)
- Polícia Sem Lei (2009)
- Poltergeist, O Fenómeno
- Ponto De Mira
- Por Favor Rebobine
- Por Favor Não Me Morda O Pescoço
- Porcos & Selvagens
- Posto Fronteiriço
- Precious
- Predadores
- Presente De Morte
- Preto E Branco
- Primer
- Príncipe Da Pérsia - As Areias Do Tempo
- Procurado
- Profissão: Repórter
- Promessas Proibidas
- Proposta Indecente
- Proteger
- Psico
- Psicopata Americano
- Pulp Fiction
- Pulsação Zero
- Punch-Drunk Love - Embriagado De Amor
- Purana Mandir
- Purple Rain

- Quando Viste O Teu Pai Pela Última Vez
- Quarentena
- Quarteto Fantástico (1994)
- Quarteto Fantástico (2005)
- Quase Famosos
- Quatro Noites Com Anna
- Que Lugar Maravilhoso
- Que Se Mueran Los Feos
- Queijo E Marmelada
- Quem Quer Ser Bilionário
- Querida Famí­lia
- Querida Wendy

- R
- Rapariga Com Brinco De Pérola
- Rare Exports
- Ratatui
- Ratos Assassinos
- Ray
- [Rec]
- [REC]2
- Red Eye
- Relatório Kinsey
- Relatório Minoritário
- Religulous - Que O Céu Nos Ajude
- Relíquia Macabra
- Renascimento
- Resident Evil: Apocalypse
- Rio
- Rio Bravo
- Rock De Fogo
- Rock, Rock, Rock
- Rocknrolla - A Quadrilha
- Rocky Balboa
- Roger E Eu
- Roma
- Romance E Cigarros
- Roxanne
- RRRrrrr!!!
- Rubber - Pneu
- Ruídos Do Além
- Ruivas, Loiras E Morenas
- Rumo À Liberdade
- Ruptura Explosiva

- Sacanas Sem Lei
- Sala De Pânico
- Salazar - A Vida Privada
- Salto Mortal
- Samsara
- Sangue Do Meu Sangue
- Sangue Por Sangue
- Santa Sangre
- Sapatos Pretos
- Save The Green Planet!
- Saw - Enigma Mortal
- Saw II - A Experiência Do Medo
- Saw 3D - O Capítulo Final
- Scoop
- Scott Pilgrim Contra O Mundo
- Seconds Apart
- Seis Indomáveis Patifes
- Sem Ela
- Sem Limites
- Sem Rumo
- Sem Tempo
- Semi-Pro
- Ser E Ter
- Sereia
- Serpentes A Bordo
- Sete Anos No Tibete
- Sete Vidas
- Sexo E A Cidade
- Sgt. Pepper's Lonely Heart Club Band
- Shaolin Daredevils
- Shaolin Soccer - O Ás Da Bola
- Shaolin Vs. Evil Dead
- Shattered Glass - Verdade Ou Mentira
- Sherlock Holmes
- Sherlock Holmes - Jogo De Sombras
- Shining
- Shoot 'Em Up - Atirar A Matar
- Shortbus
- Shrek 2
- Shrek O Terceiro
- Shrek Para Sempre
- Sicko
- Sid And Nancy
- Sideways
- Simpatyhy For Mr. Vengeance
- Sin City - Cidade Do Pecado
- Sinais
- Sinais De Fogo
- Sinais Do Futuro
- Sinais Vermelhos
- Singularidades De Uma Rapariga Loira
- Sky Captain E O Mundo De Amanhã
- Slither - Os Invasores
- Soldados Da Fortuna
- Soldados Do Universo
- Sombras Da Escuridão
- Somewhere - Algures
- Sonho De Uma Noite De Inverno
- Sonny
- Sophie Scholl - Os Últimos Dias
- Soro Maléfico
- Sorte Nula
- Soul Kitchen
- Spartacus
- Spartan - O Rapto
- Splice
- Stacy - Attack Of The Schoolgirl Zombies
- Star Wars - A Ameaça Fantasma
- Star Wars - A Vingança Dos Sith
- Star Wars - O Ataque Dos Clones
- Stardust - O Mistério Da Estrela Cadente
- Stone - Ninguém É Inocente
- Stoned, Anos Loucos
- Submarino
- Super
- Super Baldas
- Super-Homem
- Super-Homem: O Regresso
- Super 8
- Superstar
- Suspeita
- Suspiria
- Sweeney Todd: O Terrível Barbeiro De Fleet Street
- Swimming Pool
- Sword Of Vengeance
- Sympathy For The Devil

- Taking Woodstock
- Tarnation
- Tarzan, O Homem Macaco (1981)
- Taxidermia
- Team America - Polí­cia Mundial
- Tebas
- Tecumseh
- Teeth
- Tempestade Tropical
- Tennessee
- Terra De Cegos
- Terminal De Aeroporto
- Terra Dos Mortos
- Terror Em Setembro
- Terror Na Auto-estrada
- Terror Nas Montanhas
- Tetro
- The Bloodstained Butterfly
- The Brown Bunny
- The Darjeeling Limited
- The Departed: Entre Inimigos
- The Devil And Daniel Johnston - Loucuras De Um Génio
- The Devil's Double
- The First Great Train Robbery
- The Fountain - O Último Capítulo
- The Grudge - A Maldição
- The Host - A Criatura
- The Impossible Kid
- The King Of Kong
- The Langoliers - Meia-Noite E Um
- The Last House On The Left
- The Machine Girl
- The Man From Earth
- The Marine
- The Million Dollar Hotel - O Hotel
- The Mindscape Of Alan Moore
- The Mist - Nevoeiro Misterioso
- The Others - Os Outros
- The Prestige - O Terceiro Passo
- The 50 Worst Movies Ever Made
- The Way
- The Woman
- Thirst - Este É O Meu Sangue
- This Is It
- This Is Spinal Tap
- Thor
- Thriller - A Cruel Picture
- THX 1138
- Tirar Vidas
- Titanic 2
- Tony
- Tournée - Em Digressão
- Toy Story 3
- Tragam-me A Cabeça De Alfredo Garcia
- Transamerica
- Tron
- Tron: O Legado
- Tropa De Elite
- Tropa De Elite 2 - O Inimigo Agora É Outro
- Tsotsi
- Tubarão
- Tubarão 2
- Tubarão 3
- Tubarão IV - A Vingança
- Tucker E Dale Contra O Mal
- Tudo Ficará Bem
- Tudo Pode Dar Certo
- Twisted - Homicídios Ocultos

- Ultra Secreto
- Um Amor De Perdição
- Um Azar Do Caraças
- Um Bater De Corações
- Um Belo Par... De Patins
- Um Cão Andaluz
- Um Dia A Casa Vai Abaixo
- Um Dia De Raiva
- Um Homem Singular
- Um Longo Domingo De Noivado
- Um Lugar Para Viver
- Um Padrasto Para Esquecer
- Um Profeta
- Um Tiro No Escuro
- Um Trabalho Em Itália
- Uma Aventura Na Casa Assombrada
- Uma Boa Mulher
- Uma Canção De Amor
- Uma Espécie De Cavalheiro
- Uma Famí­lia À Beira De Um Ataque De Nervos
- Uma História De Violência
- Uma Pequena Vingança
- Uma Rapariga Com Sorte
- Uma Segunda Juventude
- Uma Segunda Vida
- Undefeatable
- Unseen Evil 2 - Alien 3000
- Up - Altamente

- V De Vingança
- Vai E Vive
- Vais Conhecer O Homem Dos Teus Sonhos
- Valhalla Rising - Destino De Sangue
- Valquíria
- Vampiros de John Carpenter
- Van Helsing
- Vanilla Sky
- Vanitas
- Vasilhame
- Veio Do Outro Mundo
- Veludo Azul
- Velvet Goldmine
- Vencidos Pela Lei
- Vendendo A Pele
- Veneno Cura
- Vera Drake
- Versus - A Ressurreição
- Vestida Para Matar
- Vice
- Vício - Quando Nada É Suficiente
- Vicky Cristina Barcelona
- Vidas Sombrias
- Vigilância
- Vingança Redentora
- Virgem Aos 40 Anos
- Vitus
- Viúva Rica Solteira Não Fica
- Viver A Sua Vida
- Voando Sobre Um Ninho De Cucos
- Voltando Para Casa
- Voltar
- Vontade Indómita
- Voo 93

- Walk Hard - A História De Dewey Cox
- Walk The Line
- WALL-E
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Wassup Rockers - Desafios De Rua
- Watchmen - Os Guardiões
- Welcome To The Rileys
- White Irish Drunkers
- Wild Zero
- Win Win
- Wolf Creek
- Wristcutters: A Love Story

- X-Men
- X-Men 2
- X-Men 3 - O Confronto Final
- X-Men: O Início
- X-Men Origens: Wolverine

- Zack E Miri Fazem Um Porno
- Zardoz
- Zatoichi
- Zombies Party - Uma Noite... De Morte
- Zombies Strippers
- Zozo

- 007 - Agente Secreto
- 007 - Casino Royale
- 007 - Quantum Of Solace
- 10 Coisas Que Odeio Em Ti
- 100 Volta
- 10.000 AC
- 12 Homens Em Fúria
- 12 Macacos
- 12:08 A Este De Bucareste
- 1984
- 2LDK
- 24 Hour Party People
- 28 Dias Depois
- 20,13 - Purgatório
- 2012
- 300
- 4 Copas
- 48
- 50/50
- 6=0 Homeostética
- 8 1/2
- 9 Canções
- 98 Octanas


ENTREVISTAS:
- Fernando Fragata
- Festróia - Mário Ventura
- Filipe Melo
- Good N Evil
- IMAGO - Sérgio Felizardo
- José Barahona
- Nuno Markl
- Paulo Furtado
- Rodrigo Areias
- Sara David Lopes
- Solveig Nordlund
- Fernando Alle


TOPES:
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2011
- Top 5 dos Piores Filmes de 2011
- Top 10 dos Melhores Filmes de 2010
- Top 5 dos Piores Filmes de 2010
- Top 5 dos filmes de Leslie Nielsen
- Top 10 Dos Filmes Low Cost
- Top 5 das Melhores Cenas de Dança
- Top 8 dos Melhores Filmes de 2009
- Top 5 dos Piores Filmes de 2009
- Top 5 dos Filmes Que Tenho Vergonha De Dizer Que Gosto
- Top 5 das Melhores Músicas de Ennio Morricone
- Top 5 dos filmes com Patrick Swayze
- Top 5 dos Telediscos do Michael Jackson
- Top 5 dos Filmes com David Carradine
- Top 5 dos Filmes com Lutadores de Luta-Livre
- Top 10 Os Melhores Filmes de 2008
- Top 5 Os Piores Filmes de 2008
- Top 5 dos Piores Filmes de Natal
- Top 5 das Coisas que não Esperávamos Ver no Cinema
- Top 5 dos Melhores Filmes de Paul Newman
- Top 5 Personagens Com Palas Nos Olhos
- Top 10 Melhores Cartazes De Cinema
- Top 5 dos Filmes de Chuck Norris
- Top 5 dos Filmes de Patrick Swayze
- Top 10 Os Melhores/Piores Vestidos dos Oscares
- Top 5 As Mortes de Crianças Mais Gratuitas
- Top 10 Os Melhores de 2007
- Top 5 Os Piores de 2007
- Top 7 Adaptações ao Cinema de Livros de Stephen King
- Top 5 Filmes Pela Paz
- Top 5 Os Melhores Beijos
- Top 5 Grandes Arquitectos
- Top 10 Filmes Que Mudaram A Minha Vida
- Top 5 Mulheres de Cabeça Rapada
- Top 5 As Cenas Mais Excitantes
- Top 10 Os Melhores de 2006
- Top 5 Os Piores de 2006
- Top 3 Filmes de Robert Altman
- Top 5 Os Vilões do Cinema
- Top 5 Filmes Com Mick Jagger
- Top 5 Filmes Com Steve Buscemi
- Top 5 Dos Cães no Cinema
- Top 5 Dos Filmes do Indie06
- Top 5 Dos Filmes do Fantas06
- Top 5 dos Presidentes
- Top 10 Os Melhores de 2005
- Top 5 Os Piores de 2005
- Top 5 Filmes com Pat Morita
- Top 10 Os Melhores Filmes Independentes
- Top 5 Os Piores Filmes da Saga Bond
- Top 5 Filmes com Dolph Lundgren
- Top 5 Adaptações de BD Para Cinema
- Top 10 Cenas Mais Assustadoras de Sempre
- Top 5 Vencedores do Óscar
- Top 5 Bond Girls
- Top 5 Filmes Sobre Doenças
- Top 5 Filmes de Natal
- Top 5 Melhores Batalhas Corpo-A-Corpo
- Top 10 Melhores Canções do Cinema
- Top 10 Melhores Filmes de Sempre
- Top 5 Melhores Momentos Musicais
- Top 5 Grandes Duelos do Cinema
- Top 10 Maiores Personagens do Cinema
- Top 5 Piores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 10 Melhores Momentos da Ficção Cientí­fica
- Top 5 Filmes Religiosos


BAÚ DO TRASH:
- Needle
- Que Se Mueran Los Feos
- Easy A
- Wall Street: O Dinheiro Nunca Dorme
- Saw 3D - O Capítulo Final
- And Soon The Darkness
- Os Imortais
- Purana Mandir
- Pagafantas
- The Bloodstained Butterfly
- Cisne Negro


ROYALE WITH CHEESE APRESENTA:
- A Tasca Da Cultura
- A Causa Das Coisas - parte I
- A Causa Das Coisas - parte II
- A Momentary Lapse Of Reason


FILMES A VER ANTES DE MORRER:
- #1 As Lágrimas Do Tigre Negro
- #2 Alucarda
- #3 Time Enough At Last
- #4 Armageddon
- #5 The Favour, The Watch And The Very Big Fish
- #6 Italian Spiderman
- #7 The Soldier And Death


UMA CURTA POR DIA NÃO SABE O BEM QUE LHE FAZIA:
- 1# Rabbit, de Run Wrake
- 2# Aligato, de Maka Sidibé
- 3# The Cat Concerto, de Joseph Barbera & William Hanna
- 4# A Curva, de David Rebordão
- 5# Batman: Dead End, de Sandy Callora
- 6# O Código Tarantino, de Selton Mello
- 7# Malus, de António Aleixo & Crosswalk, de Telmo Martins
- 8# Three Blind Mice, de George Dunning
- 9# Bedhead, de Robert Rodriguez
- 10# Key To Reserva, de Martin Scorcese
- 11# Bambi Meets Godzilla, de Marv Newland
- 12# The Horribly Slow Murderer with the Extremely Inefficient Weapon, de Richard Gale
- 13# Stolz Der Nation, de Eli Roth
- 14# Papá Wrestling, de Fernando Alle
- 15# Glas, de Bert Haanstra
- 16# Fotoromanza, de Michelangelo Antonioni
- 17# Quem É Ricardo?, de José Barahona
- 17# Terra Incognita, de Peter Volkart


AS MELHORES PIORES CENAS DE SEMPRE:
- A Pior Luta
- A Cena Mais Metida A Martelo
- O Ataque Animal Mais Brutal
- A Perseguição Mais Alucinante
- O Duelo Mais Improvável


CLUBE DE CINEMA DE SETÚBAL:
- Janeiro
- Fevereiro
- Março
- Abril
- Maio
- Setembro
- Novembro


FESTIVAIS:
- 20º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9
- 21º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 22º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 23º Festróia
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10
- 24º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 26º Festróia
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- 12º Caminhos Do Cinema Português
Dia 0 | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8
- Imago 2006
Dia 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8

;

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



BLOCKBUSTERS:

04/01/2004 - 05/01/2004

05/01/2004 - 06/01/2004

06/01/2004 - 07/01/2004

07/01/2004 - 08/01/2004

08/01/2004 - 09/01/2004

09/01/2004 - 10/01/2004

10/01/2004 - 11/01/2004

11/01/2004 - 12/01/2004

12/01/2004 - 01/01/2005

01/01/2005 - 02/01/2005

02/01/2005 - 03/01/2005

03/01/2005 - 04/01/2005

04/01/2005 - 05/01/2005

05/01/2005 - 06/01/2005

06/01/2005 - 07/01/2005

07/01/2005 - 08/01/2005

08/01/2005 - 09/01/2005

09/01/2005 - 10/01/2005

10/01/2005 - 11/01/2005

11/01/2005 - 12/01/2005

12/01/2005 - 01/01/2006

01/01/2006 - 02/01/2006

02/01/2006 - 03/01/2006

03/01/2006 - 04/01/2006

04/01/2006 - 05/01/2006

05/01/2006 - 06/01/2006

06/01/2006 - 07/01/2006

07/01/2006 - 08/01/2006

08/01/2006 - 09/01/2006

09/01/2006 - 10/01/2006

10/01/2006 - 11/01/2006

11/01/2006 - 12/01/2006

12/01/2006 - 01/01/2007

01/01/2007 - 02/01/2007

02/01/2007 - 03/01/2007

03/01/2007 - 04/01/2007

04/01/2007 - 05/01/2007

05/01/2007 - 06/01/2007

06/01/2007 - 07/01/2007

07/01/2007 - 08/01/2007

08/01/2007 - 09/01/2007

09/01/2007 - 10/01/2007

10/01/2007 - 11/01/2007

11/01/2007 - 12/01/2007

12/01/2007 - 01/01/2008

01/01/2008 - 02/01/2008

02/01/2008 - 03/01/2008

03/01/2008 - 04/01/2008

04/01/2008 - 05/01/2008

05/01/2008 - 06/01/2008

06/01/2008 - 07/01/2008

07/01/2008 - 08/01/2008

08/01/2008 - 09/01/2008

09/01/2008 - 10/01/2008

10/01/2008 - 11/01/2008

11/01/2008 - 12/01/2008

12/01/2008 - 01/01/2009

01/01/2009 - 02/01/2009

02/01/2009 - 03/01/2009

03/01/2009 - 04/01/2009

04/01/2009 - 05/01/2009

05/01/2009 - 06/01/2009

06/01/2009 - 07/01/2009

07/01/2009 - 08/01/2009

08/01/2009 - 09/01/2009

09/01/2009 - 10/01/2009

10/01/2009 - 11/01/2009

11/01/2009 - 12/01/2009

12/01/2009 - 01/01/2010

01/01/2010 - 02/01/2010

02/01/2010 - 03/01/2010

03/01/2010 - 04/01/2010

04/01/2010 - 05/01/2010

05/01/2010 - 06/01/2010

06/01/2010 - 07/01/2010

07/01/2010 - 08/01/2010

08/01/2010 - 09/01/2010

09/01/2010 - 10/01/2010

10/01/2010 - 11/01/2010

11/01/2010 - 12/01/2010

12/01/2010 - 01/01/2011

01/01/2011 - 02/01/2011

02/01/2011 - 03/01/2011

03/01/2011 - 04/01/2011

04/01/2011 - 05/01/2011

05/01/2011 - 06/01/2011

06/01/2011 - 07/01/2011

07/01/2011 - 08/01/2011

08/01/2011 - 09/01/2011

09/01/2011 - 10/01/2011

10/01/2011 - 11/01/2011

11/01/2011 - 12/01/2011

12/01/2011 - 01/01/2012

01/01/2012 - 02/01/2012

02/01/2012 - 03/01/2012

03/01/2012 - 04/01/2012

04/01/2012 - 05/01/2012

05/01/2012 - 06/01/2012

06/01/2012 - 07/01/2012

07/01/2012 - 08/01/2012

08/01/2012 - 09/01/2012

09/01/2012 - 10/01/2012

10/01/2012 - 11/01/2012

11/01/2012 - 12/01/2012

12/01/2012 - 01/01/2013

01/01/2013 - 02/01/2013

02/01/2013 - 03/01/2013

03/01/2013 - 04/01/2013

04/01/2013 - 05/01/2013

05/01/2013 - 06/01/2013

06/01/2013 - 07/01/2013

07/01/2013 - 08/01/2013

08/01/2013 - 09/01/2013

09/01/2013 - 10/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

10/01/2013 - 11/01/2013

11/01/2013 - 12/01/2013

12/01/2013 - 01/01/2014

01/01/2014 - 02/01/2014

02/01/2014 - 03/01/2014

03/01/2014 - 04/01/2014

04/01/2014 - 05/01/2014

05/01/2014 - 06/01/2014

06/01/2014 - 07/01/2014

07/01/2014 - 08/01/2014